Como ser um empreendedor na era digital

Por Mais Empresas  |  23/07/2019  |  Comente »

Em meio a um mercado competitivo e inconstante em diversos âmbitos, há necessidade de que o empreendedor na era digital tenha capacidade de identificar os agentes mais favoráveis para conduzir a corporação.

Trata-se de uma busca constante em prol de garantir um desenvolvimento sustentável dos negócios.

Com as transformações digitais, os agentes de mudança necessários podem gerar maiores dúvidas, principalmente para alinhar a cultura organizacional, os recursos disponibilizados e as novas formas de consumo das pessoas.

Com a premissa de garantir uma melhor compreensão, ao longo do texto serão abordados aspectos da atuação dos empreendedores nos meios digitais de uma empresa que oferece produtos e serviços diversos em acrílico, como impressão, display, corte, troféus e medalhas em acrílico.

Quais são os principais desafios?

No meio digital o dinamismo é um dos fatores de maior destaque, juntamente com a versatilidade.

Com o número de oportunidades, o impacto também é atrelado aos tipos de desafios enfrentados pelos empreendedores nesse contexto.

1) Infraestrutura

É importante citar que o empreendedor digital não condiz com criações predominantemente tecnológicas, mas com o modelo de negócio integrado ou adaptado nesses parâmetros.

Dessa maneira, a infraestrutura deve ser compatível com a proposta apresentada para não comprometer a imagem da empresa, o que envolve desde o tipo de plataforma selecionada até os cuidados com cada etapa da logística.

2) Gestão financeira

De um modo geral, os aspectos que envolvem o empreendedor digital, muitas vezes são atrelados com a redução de gastos.

No entanto, isso não significa que a gestão financeira deve ser negligenciada, pois em qualquer modelo de negócios há necessidade de investir de forma estratégica.

Os custos de fato são diferenciados, por exemplo, para a venda de urna em acrílico em loja física seria necessário preocupar-se com a estrutura da loja e todos os demais aspectos relacionados com o ponto de venda.

Até mesmo as empresas que decidem atuar nos dois meios podem otimizar os custos, disponibilizando parte dos produtos somente no meio digital.

De qualquer forma, é preciso sempre que exista organização e margens de segurança.

3) Construção da autoridade

Se alguém busca por um troféu em acrílico e uma determinada empresa já tem autoridade consolidada, certamente chamará a atenção desse cliente em potencial.

As marcas com autoridade são aquelas que servem como principal referência de determinado produto ou segmento.

Na era digital, uma série de critérios estão relacionados com a autoridade, como a postura da empresa nos canais de atuação, qualidade dos conteúdos, frequência, entre outras estratégias que contribuem com esse objetivo.

4) Mensurar resultados

É válido dar ênfase ao fato de que negligenciar o monitoramento frequente de resultados pode ser fatal para uma empresa.

Por isso, escolher de forma adequada o que deve ser averiguado é fundamental.

Para atender esse objetivo, há necessidade ter objetivos claros e alinhar os indicadores.

Por exemplo, para analisar o retorno de uma determinada ação de marketing direcionada para potencializar as vendas de um produto, como display em acrílico, uma das métricas é o ROI (Retorno Sobre Investimento), que possibilita identificar se houve de fato lucro.

Independentemente do modelo de negócio, um fator de grande importância para esses e outros aspectos é o planejamento.

Afinal, o tempo investido para planejar é decisivo na prevenção de prejuízos severos para a empresa e desde o princípio é interessante que o empreendedor digital tenha consciência dessa questão.

Conheça estratégias de marketing digital

Com as informações abordadas, pode-se dizer que o empreendedor digital não se enquadra completamente nas características convencionais, tanto em relação aos desafios enfrentados quanto nas estratégias de marketing.

Hoje em dia, uma série de ferramentas digitais podem ser aplicadas para contribuir com a conquista de clientes, fortalecimento da marca e consequentemente, aumento das vendas.

Entre esses recursos que o empreendedor digital pode utilizar, é possível citar:

Redes sociais

Quando se trata da era digital, dificilmente as redes sociais não são abordadas e cada vez mais possuem espaço nas estratégias corporativas.

A razão está ligada principalmente com a influência e comunicação que possibilitam.

Por essa razão, um perfil em redes onde a persona da empresa está presente faz toda a diferença.

Trata-se da representação do consumidor ideal, em que são consideradas, além das redes sociais mais utilizadas, as ambições, dores em relação aos produtos ou serviços, estilo de vida, entre outros aspectos.

As estratégias nessas plataformas, assim como será observado no e-mail marketing, podem assumir diversas finalidades, como para o fortalecimento da marca ou gerar tráfego no blog.

Técnicas de SEO

Garantir que os clientes em potencial tenham maiores chances de encontrar a empresa é importante para alavancar os negócios e por meio das técnicas de SEO (Search Engine Optimization) é possível alcançar um melhor posicionamento nos mecanismos de busca.

Em sinal de sua importância, é válido avaliar a diversidade de resultados que as buscas possuem, por exemplo, no caso da impressão em acrílico são as primeiras posições que apresentam mais chances de acesso.

Para isso, otimizações são realizadas para que as páginas das empresas fiquem bem posicionadas, atreladas a busca dos consumidores com o objetivo de experiências positivas.

Entre alguns fatores considerados, estão:

  • Qualidade do conteúdo: ortografia, plágio e tamanho;
  • Links: qualidade de links que se referem ao site;
  • URL: tamanho e facilidade de interpretação;
  • Indicadores sociais: menções e compartilhamentos.

Dessa forma, se pode observar que parte dos fatores são internos, chamados de On Page e parte são externos às páginas das empresas, classificados como Off Page.

E-mail marketing

O e-mail marketing é considerado uma ferramenta tradicional e que se destaca por sua versatilidade para o empreendedor digital.

Por exemplo, através dessa alternativa a empresa pode se fortalecer, nutrir a relação com clientes em potencial e se comunicar com consumidores antigos, como com o anúncio de promoções de peças de acrílico.

A grande vantagem é que se trata de um canal que apresenta maior proximidade das pessoas e por isso, os resultados podem contar com uma efetividade considerável.

Uma vez que os e-mails podem ser elaborados com finalidades variadas, é preciso que exista a identificação clara do tipo de objetivo a ser atendido.

Para esclarecer, é válido abordar dois modelos muito aplicados, que são os e-mails educacionais e os nutritivos.

Os que se enquadram no primeiro caso, são propícios para solucionar dúvidas e por isso são predominantes.

Já os e-mails de nutrição possuem grande impacto para estimular a jornada de compra do cliente, ou seja, materiais capazes de contribuir com uma determinada atitude são elaborados.

Por exemplo, uma oferta de corte em acrílico ou de outro serviço.

Como escolher as estratégias?

A diversidade é notória ao se tratar de estratégias de marketing que podem ser implantadas para alavancar os negócios e em meio as táticas disponíveis, é comum que existam dúvidas sobre qual deve ser selecionada.

A grande vantagem é que com tantas opções de estratégias, pode ser realizado um complemento de todas elas,por exemplo, se a empresa investe em marketing de conteúdo e desenvolve materiais para um blog, como vantagens do corte a laser acrílico, nas redes sociais é possível potencializar o tráfego da plataforma.

Naturalmente, diversas questões devem ser consideradas para a escolha das táticas como, o público-alvo, orçamento, recursos que podem ser aplicados e situação de mercado.

Desta maneira, é válido realizar uma pesquisa de mercado para reunir dados relevantes sobre os consumidores, concorrência e as tendências, assim como informações a respeito da situação da empresa também devem ser averiguadas.

Confira mais ferramentas que podem ser aplicadas

Além dos recursos adotados na área de marketing digital, é interessante que o empreendedor digital tenha consciência de que as mais variadas áreas atividades podem ser otimizadas por meio de ferramentas digitais.

Há categorias diversas, desde organização pessoal até o controle financeiro.

Por exemplo, para anotações e listas, alternativas como o Evernote, Wonderlist e Google Keep podem ser favoráveis. 

Já para projetos e trabalhos em equipe, inclusive para a administração de arquivos, opções que viabilizam a integração com outros sistemas podem ser viáveis, como Asana.

Softwares, aplicativos e os mais variados meios podem contribuir com uma gestão mais prática do empreendimento, porém, é preciso ter cautela na seleção para que de fato os benefícios sejam extraídos.

Nesse cenário, a necessidade do empreendedor digital se adaptar, inovar e preservar a essência da corporação é evidente.

Por essa razão, independentemente do contexto, o empreendedor digital deve buscar constantemente recursos que contribuam com o conhecimento e consequentemente, melhorias na empresa assim como um time de profissionais especializados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu comentário: