• A tecnologia está tornando o mercado de vendas melhor ou pior?

    Por Mais Empresas  |  05/07/2018  |  Comente »

    A tecnologia mudou completamente a gestão de negócios. Isso é um fato. Nos últimos anos, independentemente do segmento ou porte da empresa, atividades desde as mais banais até as mais complexas assumiram novos contornos graças a uma ampla diversidade de recursos tecnológicos.

    Algumas dessas atividades, tradicionalmente, envolvem em grande medida o fator humano. Um dos principais exemplos disso se refere à área de vendas. Ponto vital para qualquer organização, ela passou a contar com elementos que a aproximaram de um processo mais objetivo e racional.

    Muitas pessoas têm suas dúvidas sobre os benefícios dessas modificações e por isso trazemos hoje alguns aspectos relativamente novos na gestão de vendas e que representaram grande impacto nos resultados da área.

    Sincronia Gerencial: As Vendas e os ERP’s

    O primeiro exemplo de recurso tecnológico que trazemos e que causou profundas modificações no dinamismo do processo de vendas é o dos softwares de gestão empresarial online. Projetados para constituir uma forma robusta de controle do negócio, eles representam uma das principais ferramentas da atualidade para integração de processos.

    Por meio dessa sistemática, as atividades de vendas deixaram de estar isoladas das demais e representam uma parte do todo. Seus impactos são automaticamente identificados sobre questões como o controle de estoque  e a gestão financeira, proporcionando uma visão consistente do todo.

    É possível realizar projeções mais realistas, identificar impactos e ações necessárias de outras áreas, além de tomar decisões mais assertivas.

    Foco Total no Cliente: As Vendas e os CRM’s

    Outro recurso tecnológico desenvolvido nos últimos tempos e que está diretamente relacionado às vendas é o CRM. Criado com a ideia de aprimorar a relação organizacional com os clientes, trata-se de uma ferramenta utilizada desde a prospecção até o pós-venda.

    Suas funcionalidades permitem uma gestão de todo o funil de vendas, permitindo o controle de cada etapa, o acompanhamento de pendências e a análise das estatísticas da cadeia comercial, além de oferecer maior agilidade de comunicação com o cliente e com os demais colaboradores da instituição.

    Assim, aspectos que ficavam centralizados em indivíduos passam a ser de domínio do negócio, elevando a confiabilidade, a segurança da informação e criando bases para o aprimoramento constante do processo. Um fato importante sobre os CRM’s é que a maioria pode ser facilmente integrada com seu ERP online.

    Marketing Digital: Abrindo as Portas do Seu Negócio para o Mundo

    O terceiro aspecto que queremos destacar e que tem enorme impacto sobre as vendas, se refere ao marketing digital. Essa forma de captação de clientes e de gestão de imagem da empresa é desenvolvida inteiramente on-line e oferece uma série de oportunidades para negócios de qualquer porte e segmento.

    Os dois fatores básicos que fizeram com que ela trouxesse amplas alterações ao processo de vendas foram a escala e o alcance. Esses dois aspectos influenciam diretamente a capacidade do negócio de alcançar e de atender seu público. Dessa forma, o marketing digital representa uma forma poderosa de globalização da organização.

    Trata-se de uma estratégia que criou um contexto de mercado inimaginável até meados da década de 90, mas que representa o presente e o futuro das transações. É difícil pensar em empresas que sobrevivam aos próximos anos sem um forte trabalho online.

    A Tecnologia e As Vendas: Adapte-se ou Fique pelo Caminho

    Os três fatores que descrevemos aqui mostram como as vendas foram impactadas pela tecnologia nos últimos anos. Trata-se de um processo que já foi longe, mas que ainda tem muito a oferecer.

    As ferramentas apresentadas trabalham em aspectos críticos do processo comercial e, portanto, devem ser prioridade para quem espera manter o fôlego em um mercado cada vez mais competitivo. Se você ainda não caminhou nesse sentido, talvez seja hora de começar a pensar em investir em tecnologia.

    Ela é um dos principais fatores competitivos da atualidade e não se deve questionar sua validade enquanto ferramenta de negócio. Sem o uso apropriado da tecnologia, dificilmente qualquer negócio manterá sua rentabilidade nos próximos anos.

    Pense nisso como uma mudança nas regras do jogo: todos estão regidos pelos mesmos fatores. O grande fato é que tem bem mais chances de alcançar o sucesso quem aceita o novo contexto e se adapta a ele.

  • Vistoria veicular para transferência: o que é e como funciona?

    Por Mais Empresas  |  27/06/2018  |  Comente »

    A vistoria é a avaliação obrigatória das condições do veículo para que ele circule nas ruas com segurança e dentro das normas de trânsito

    Uma das etapas obrigatórias na negociação de compra e venda de um veículo seminovo ou usado é a emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) com o nome do novo proprietário. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, para que o documento seja expedido, são necessários diversos procedimentos, entre eles a vistoria veicular. Essa regularização deve ser feita no prazo de até 30 dias após a negociação.

    Mas o que é a vistoria veicular?

    A vistoria veicular é a análise de todas as documentações e aspectos materiais do veículo. Nela, são checadas a presença características originais de fabricação, a existência e boas condições de uso dos equipamentos obrigatórios e se o automóvel respeita as normas de trânsito.

    Quais são os itens vistoriados?

    Para que a vistoria seja realizada, todos documentos e taxas devem estar regularizados. Verifique se o automóvel possui o Certificado de Registro de Veículos (CRV) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) atualizados, e se os pagamentos do seguro obrigatório, licenciamento e IPVA estão devidamente quitados.

    Só após conferir a regularidade de todos esses documentos que é possível dar entrada no processo de vistoria. Nele, os equipamentos obrigatórios (chave de roda, triângulo, quebra sol, buzina, velocímetro, retrovisores, cintos de segurança e extintor de incêndio) devem estar conservados e funcionando corretamente.

    O ideal é que o carro nunca tenha sido rebaixado (já que a modificação altera a integridade da suspensão original) e que os pneus estejam em bom estado, com uma largura que não exceda o limite da carroceria. A janelas não devem ter rachaduras e, se possuírem vidro com película fumê, ela deve obedecer às regras do Código de Trânsito.

    Também são verificados os números do motor e do chassi. Eles devem estar visíveis, sem rasuras ou pedaços raspados e o nível de poluentes precisa atender ao índice permitido.

    O que deve constar no laudo da vistoria veicular?

    Depois de todos esses procedimentos, será emitido um laudo sobre a situação do automóvel. Ele deve comprovar que todas as informações disponíveis no documento do veículo estão de acordo com o que foi registrado no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN).

    Desde 2015, foi instituído pelo DETRAN que os laudos passassem a conter fotos anexadas dos veículos. A nova ordem foi importante para ajudar a comprovar números do motor, chassi e odômetro e diminuir a possibilidade de fraudes.

    Quando regularizados, os automóveis recebem a certificação e um selo de inspeção, colado no vidro dianteiro. Já os veículos reprovados recebem um Relatório de Inspeção, com os itens que precisam ser ajustados.

    Onde expedir o documento?

    O processo de vistoria veicular, apesar de burocrático, pode ser realizado por despachantes ou pelo próprio dono do veículo. O DETRAN é responsável por organizar as vistorias por agendamento presencial na instituição ou pelo site.

    Caso escolha contar com a ajuda de despachantes, lembre-se de confirmar se o local é uma Empresa Credenciada de Vistorias (ECV), parceira do departamento de trânsito. Somente elas estão autorizadas a vistoriar o carro e emitir o laudo de vistoria veicular validado pelo DETRAN.

  • Tire 5 principais dúvidas sobre a publicidade no YouTube

    Por Mais Empresas  |  04/06/2018  |  Comente »

    Sem dúvida, o YouTube é umas das plataformas de compartilhamento de vídeo mais populares do mundo. Os números não deixam mentir: além de ter mais de 50% de crescimento por ano, ele tem cerca de 1,8 bilhão de usuários. Com essa quantidade de pessoas, ter um negócio e não investir em publicidade no YouTube é uma loucura!

    A plataforma disponibiliza oportunidades incríveis para os anunciantes, já que é possível segmentar o público e construir ações de engajamento, fazendo com que a campanha seja mais efetiva e reflita em bons resultados de vendas.

    Por isso, neste texto, nós vamos tirar algumas dúvidas de como lidar com ela! Confira!

    1. Como funciona?

    O YouTube oferece 3 maneiras de mostrar anúncios na plataforma:

    • texto — é um formato que tem 20% de espaço na tela. Geralmente, fica na região inferior do vídeo. É ideal para quem quer que sua propaganda seja vista rapidamente;
    • banner — são anúncios gráficos. Eles ficam abaixo do vídeo, porém, podem aparecer na rede de display de um canal;
    • vídeos — esses são os mais visíveis. Costumam aparecer antes do vídeo, no meio ou no final. Existem duas categorias: TrueView e Bumpers e, em alguns casos, podem aparecer na rede de display.

    2. Quais são as opções de publicidade para vídeo no YouTube?

    Os anúncios estilo TrueView são cobrados apenas se todo o conteúdo foi assistido ou, pelo menos,  se o espectador interagir com algum dos comandos.

    Eles ainda têm mais duas subdivisões — In-stream (é reproduzido antes, durante ou após o vídeo principal, e o usuário tem a opção de pular após 5 segundos) e Vídeo Discovery (utilizado em pontos de descoberta, como em listas de conteúdos relacionados, assim como nos resultados de pesquisa e na página inicial do aplicativo).

    Já os Bumpers são mais específicos, funcionam melhor quando o objetivo é alcançar clientes e criar uma imagem de identificação. Eles podem ser mostrados antes, durante ou depois do vídeo. Precisam ter uma mensagem mais eficaz e são sempre cobrados após mil exibições.

    3. Quais são as vantagens de se investir na publicidade do YouTube?

    Os anúncios em vídeo têm uma capacidade de alcance bastante eficaz, como versões para diferentes dispositivos. Ao analisar o monitoramento, esse tipo de plataforma conta com a parceria de ferramentas. O apoio do Analytics, por exemplo, é um ótimo recurso que viabiliza determinar perfis de clientes, definir taxas, analisar quais são as melhores formas para interagir etc.

    Além disso, a rede social oferece meios de interação bem dinâmicos, com a chance de selecionar anúncios, determinar aonde eles podem ser vinculados e compartilhá-los em outras redes sociais.

    4. Como atingir o público-alvo?

    Como vimos, o YouTube tem diferentes formas de apresentar publicidade e, de fato, é uma maneira bem efetiva para atrair clientes. Com anúncios produzidos com conteúdo determinado para o perfil do seu público, é possível se conectar com diferentes pessoas que tenham o mesmo interesse muito rapidamente.

    Além dos anúncios, é importante ter um canal e publicar vídeos regularmente — criando material explicativo sobre a sua empresa —, assim como fornecer dicas sobre os assuntos relacionados com os seus produtos e serviços. A inserção de palavras-chaves é outra possibilidade disponibilizada para atrair pessoas por região ou sexo e idade.

    5. Como fazer publicidade na plataforma?

    Além da produção de vídeos, um empreendedor consegue investir em anúncios segmentados, utilizando as palavras-chave que relacionam as buscas das pessoas com aquilo que produz. Esse recurso pode ser usado tanto nos vídeos quanto na rede de display. Também é possível por meios da criação de tópicos, atingir usuários.

    Desenvolver conteúdo pensando em público-alvo é igualmente facilitado pelo YouTube, já que a plataforma consegue ser muito mais precisa para criar para pessoas com gostos mais específicos e que tenham mais certeza do que querem. Lembrando que ele é diferente da TV, em que se atinge uma quantidade maior de consumidores do que qualidade.

    É possível ainda usar a estratégia de “remarketing” e atrair mais por meio das interações com os vídeos publicados no canal ou nos anúncios.

    Com certeza, deu para perceber como a publicidade no YouTube é bastante abrangente e oferece oportunidades de engajar em diferentes níveis. Gostou do nosso conteúdo? Quer continuar aprendemos mais? Então, assine a nossa newsletter agora!

    Este texto foi escrito por Thiago Távora, consultor de e-commerce da iSET, empresa de tecnologia que oferece como principal solução uma poderosa plataforma de e-commerce SaaS, 100% em nuvem e em formato White Label para revenda.

  • O papel do marketing quando se trata do agronegócio

    Por Mais Empresas  |  21/05/2018  |  Comente »

    Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a agricultura e o agronegócio foram responsáveis pela contribuição de 23,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do país em 2017, a maior participação em 13 anos. E se for analisado, o marketing é um dos grandes influenciadores nessa representatividade tão notória.

    O marketing no agronegócio é extremamente importante para consolidar a presença dos produtores rurais no mercado nacional. E nesse ciclo auxilia os agro empresários a gerar novos negócios dentro desse nicho tão competitivo no Brasil e no mundo.

    O marketing é um meio de comunicação já consolidado e que tem grande importância em vários segmentos, e dentro do agronegócio não é diferente. As vantagens têm sido cada vez mais exploradas e as estratégias apresentam benefícios claros, seja em pequenas ou grandes empresas do ramo.

    Vantagens concretas com a adoção do marketing no agronegócio

    Para ser lembrado e indicado na hora de fazer uma compra é preciso interagir com o público-alvo, pois uma boa comunicação com o consumidor é crucial na hora da decisão de compra. E essa interação se dá por meio da produção de conteúdo e da publicidade, por exemplo.

    E para ganhar a confiança desse cliente e melhorar o relacionamento “empresa e consumidor” é preciso, além de divulgar a marca, esclarecer quais as vantagens em adquirir aquele determinado produto. E esse processo passa por um ciclo de relação, o antes da compra, durante e depois da venda, essa atenção acaba fidelizando o cliente.

    A atuação do marketing, tanto no campo digital, quanto no tradicional, está diretamente ligada com a capacidade do aumento das vendas. A empresa só é lembrada quando é vista, e esse ditado é verídico, pois somente assim, um negócio consegue manter um crescimento das vendas em um período onde a economia não anda muito estável.

    Outra estratégia ligada ao marketing e ao branding (a gestão da marca) que consolida as empresas na área do agronegócio é o posicionamento correto das mesmas em relação a alguns assuntos do campo. Isso interfere na maneira que a população enxerga determinada marca, impactando clientes e influenciando pautas na mídia e formadores de opiniões da área, os famosos influencers.

    É indiscutível a importância do marketing no crescimento dos números em relação ao agronegócio. E esse viés que movimenta a economia no Brasil é o assunto que vem sendo cada vez mais pautado e discutido tanto nos meios de comunicação, quanto na sociedade. O Brasil hoje respira agronegócio, e os empresários devem usar isso a favor das suas marcas e produtos, mostrando principalmente sua preocupação com o meio ambiente, já que um fato está ligado ao outro.

  • Melhores sites para acompanhar a cotação do Bitcoin

    Por Mais Empresas  |  07/05/2018  |  Comente »

    Os investidores e indivíduos ligados na atualização do Bitcoin buscam sempre andar atualizados sobre a cotação da moeda.

    E para isso, recorrem a sites ou aplicativos que passam essa informação de modo atualizado.

    Essa é uma informação de grande importância para quem deseja investir, ou para quem acompanha o andamento da moeda.

    Seguindo essa linha de raciocínio, hoje em nosso artigo iremos lhe mostrar uma série de sites que passam a informação atualizada de cotação do Bitcoin.

    Mas antes de tudo vamos conhecer um pouco sobre a cotação do Bitcoin:

    Cotação do Bitcoin

    O Bitcoin é a Criptomoeda mais conhecida na atualidade.

    E ela tem seu valor movimentado por muitas vezes, devido á isso é necessário sempre estar atualizado sobre isso.

    A moeda foi criada á muito tempo, mas sua cotação começou a subir á partir de 2013.

    Desde então, a moeda se tornou um sucesso no mercado das Criptomoedas, assim chamando a atenção de muitos investidores.

    Para acompanhar a cotação do Bitcoin é necessário estar sempre se atualizando pelos portais fornecidos pela internet.

    E são eles:

    Sites para acompanhar a cotação do Bitcoin

    Cotações.info

    Esse site mostra de maneira simples o preço atual da moeda Bitcoin.

    Além de tudo, você poderá calcular quando irá custar comprar determinada quantia da moeda.

    O site Cotacoes.info oferece acesso as principais cotações do mercado de forma atualizada. É bem útil para saber o valor do dólar hoje e demais moedas FIAT.

    Esses foram os locais que possibilitam você de se atualizar sobre a cotação atual da moeda Bitcoin.

    Eles facilitam muito essa ação, e são atualizados á cada minuto.

    Para que assim possa passar informações reais e verdadeiras para você investidor.

     

    Biscoint

    Nesse site você poderá acompanhar a cotação atualizada da moeda, assim sempre ficando por dentro do melhor preço para comprar ou vender a moeda.

    Esse site se destaca por possuir as informações de taxas das exchanges (saque, depósito e execução).

    O Biscoint mostra a cotação da moeda praticada em 7 regiões:  Brasil (BRL), Argentina (ARS), Canadá (CAD), China (CNY), Europa (EUR), Índia (INR), Estados Unidos (USD).

     

    WIPI

    O site WIPI apresenta a cotação em tempo real do Bitcoin, e também revela a comparação entre as ordens de compra e venda de cada Exchange.

    Além de tudo o site apresenta informações sobre os índices do Bitcoin em relação ao dólar, apresenta relatórios sobre o mercado  de Bitcoin e outras criptomoedas. O Amo Dinheiro também possui seu sistema de cotação do bitcoin e outras criptomoedas.

     

    CoinMarketCap

    O site da CoinMarketCap apresenta informações ligadas á todo mercado das Criptomoedas, assim percebemos que o site é bem completo.

    Nesse site você poderá verificar a lista de mercado e exchanges que estão negociando em volume maior.

     

    Amo Dinheiro

    O site da Amo Dinheiro apresenta artigos sobre o mercado de criptomoedas e investimentos e cotação de criptomoedas e moedas FIAT.

     

    WhatchCoins

    O site da WhatchCoins é bastante utilizado por investidores de Criptomoedas.

    Com ele é possível acompanhar a cotação atual do Bitcoin e também de outras moedas.

    Esses foram os melhores sites para você acompanhar a cotação atualizada do Bitcoin.

    Esses sites passam confiança, e são utilizados por muitos investidores e pessoas que acompanham a moeda.

     

    Aplicativo parar acompanhar a cotação:

    Os aplicativos facilitam nossas vidas no dia a dia, e fazemos o uso deles para resolver diversas situações da vida.

    Seguindo essa linha de raciocínio, mostraremos á você alguns aplicativos que mostram a cotação atual do Bitcoin.

    Esse aplicativo facilita essa ação, pois pode ser usado em dispositivos móveis.

     

    BitcoinChecker (Android)

    Esse é um aplicativo da plataforma Android, disponível para os aparelhos de modo gratuito.

    Esse aplicativo mostra as informações de cotações não apenas do Bitcoin, mas também de outras Criptomoedas.

  • O que são Parklets e como usar para atrair mais clientes?

    Por Mais Empresas  |  03/05/2018  |  Comente »

    Mini praças pode conceituar os Parklets em um formato bem abrangente e fácil de ser entendido. Eles qualificam o espaço de uma ou duas vagas de carro em vias públicas. Você provavelmente já viu ou visitou um!

    OS OBJETIVOS DOS PARKLETS

    O objetivo principal do Parklet é qualificar o uso do solo das cidades e gerar interação social, promovendo um espaço de lazer para qualquer pessoa que esteja transitando nas ruas, podendo ser utilizado para uma pequena pausa, para uma boa leitura, um momento com amigos e familiares, um período de descanso, entre outras atividades,  além de colaborar com a cidade, proporcionando áreas verdes e mais qualidade de vida.

    Ele pode ter bancos, mesas, lixeiras, bicicletários, carregadores de celular, Wi-fi, bancadas, totens de energia solar, plantas, guarda-copos, e muitos outros itens. O investidor que escolhe como será o seu Parklet (dentro da legislação), e quais os objetos que irão compor o mesmo. O Parklet também representa a não prioridade dos automóveis nas cidades, pelo contrário, alguns espaços nas ruas para estacionar se transformam em um lugar de experiencias,  e uma pausa aos usuários e ciclistas.

    Esses mobiliários urbanos instalados em áreas públicas foram pensados para lugares, normalmente estabelecimentos (padarias, restaurantes, bares, sorveterias, cafés, etc.), que tenham alta circulação de pessoas. Embora, qualquer pessoa, mantendo os requisitos legais, pode se interessar  e até mesmo tomar a iniciativa de investir em um Parklet, na frente da sua residência por exemplo.

    Foi no ano de 2005, em São Francisco, nos EUA, a instalação do primeiro Parklet, com o objetivo de igualar o uso do solo. No Brasil, o primeiro Parklet foi instalado em 2013 em São Paulo- SP, porém, hoje o número de Parklets instalados está crescendo a cada dia e as pessoas estão reconhecendo cada vez mais a importância do mesmo.

    Um Parklet pode ajudar muito no crescimento do estabelecimento que fez o investimento, afinal ele gera uma visibilidade enorme pelo numero de pessoas que ali transitarão ou que irão usufruir do mesmo.

    Ele pode gerar um sentimento de comunidade nos moradores da região, proporcionar experiências e convivências entre as pessoas, e com certeza chama muito mais atenção do estabelecimento em si, causando um aumento significativo nas vendas. Já foi comprovado, em uma pesquisa realizada em Nova York, que há um aumento de 14% das vendas quando o restaurante, bar, café ou afins decidem ter um Parklet instalado.

    LEGISLAÇÃO E INVESTIMENTOS

    É importante ressaltar que os Parklets precisam estar sobre aprovação da Prefeitura Regional Local e seguir as regras de acessibilidade denominadas a cada cidade em especifico. Mesmo sendo um mobiliário urbano, quem faz o investimento total é o dono do estabelecimento ou quem quiser um Parklet instalado.

    O documento que permite a instalação do parklet é denominado termo de cooperação, que tem validade de 03 anos, podendo ser renovado por mais três anos, a cada data de vencimento.

    O custo total do investimento do parklet pode ser estimado entre R$ 25 mil e R$ 60 mil. Uma das formas de viabilizar o investimento é o apoio financeiro de patrocinadores, que em troca terão o logo das suas respectivas marcas na placa de cooperação dentro do parklet.

     

  • Programa para parafrasear texto

    Por Mais Empresas  |  25/04/2018  |  Comente »

    Parafrasear um texto e sempre uma excelente forma de obter um bom suporte para as suas ideias. Com isso, se torna possível fazer afirmações sobre algumas informações contidas em uma fonte, porém utilizando as suas próprias palavras.

    No entanto, não existem dúvidas de que essa pode ser uma tarefa um tanto complicada, especialmente para quem tem pouco prática. Isso porque é extremamente importante manter a ideia original, mas sem copiar nenhum trecho ou palavra da mesma. Isso sem falar que é extremamente importante que você saiba também como posicionar as suas ideias nessa citação e ainda citar as fontes de forma correta. Então, vamos um passo de cada vez e entender melhor como parafrasear um texto.

    Como parafrasear um texto?

    Basicamente, uma paráfrase é quando você lê um texto, absorve a ideia e depois faz uma reafirmação do que foi lido utilizando suas próprias palavras. Dessa forma, quando se faz uma paráfrase, não é necessário replicar frase por frase de forma exata e sim apresentar sua ideia.

    Então, veja algumas dicas para parafrasear um texto:

    • Em uma paráfrase, é interessante condensar as citações, diminuindo as palavras até chegar a uma síntese da ideia principal.
    • A paráfrase deve ser suficientemente diferente do conteúdo original para que não seja configurado plágio. Lembra-se que caso você não cite as fontes das suas “próprias palavras” e elas forem demasiadamente próximas dos originais, isso ainda é considerado plágio.
    • A paráfrase é um excelente recurso para que se possa evitar aquelas citações mais longas. Isso sem ter que expressar seu próprio pensamento a respeito do tema.
    • Lembre-se que parafrasear não significa resumir. Isso porque um resumo pode ser mais amplo e tem como foco somente os pontos principais de um todo. A paráfrase se concentra em um conceito ou ideia de cada vez.

    De fato, parafrasear um texto não é uma tarefa simples. O que muitas pessoas ainda não saber é que existe um programa para parafrasear texto. Aliás, não existe apenas um, mas sim vários disponíveis na internet. Então, vamos saber um pouco mais sobre essa alternativa.

    Programa para parafrasear texto funciona mesmo?

    Sem dúvidas, é muito grande o número de pessoas que precisa e tem dificuldade de reescrever um texto ou parafraseá-lo. No entanto, essa não é uma tarefa difícil, mas o fato é que exige prática.

    Certamente não é simples pegar um texto e já conseguir fazer o milagre da modificação logo de primeira. O que essas muitas pessoas não sabem, é que existem programas que ajudam nessa tarefa.

    Com eles, você obtém ajuda na busca por sinônimos e na formação de novas frases. Assim, a missão da escrita se torna algo um tanto mais simples e descomplicado. Então, não perca mais tempo e comece agora mesmo sua produção textual.

  • Empreendedorismo sobre rodas: 3 ideias para lucrar

    Por Mais Empresas  |  13/04/2018  |  Comente »

    Em tempos como esse, o empreendedorismo vem ficando cada vez mais em alta, e alternativas surgem em meio a um mar de ideias, para você conseguir lucrar com um destaque. Com a proposta de ganhar um bom dinheiro usando um veículo, muitas pessoas buscam formas de empreender que sejam simples, com um veículo que elas já tenham.

    As alternativas são muitas. Um veículo abre portas comerciais incomuns para o mundo, e hoje iremos mostrar que grande parte dessas propostas podem ser, na realidade, bem simples de serem executadas. Caso você já tenha um negócio, você poderá facilmente expandir seu alcance com novas ideias, ou começar um negócio novo, caso tenha perdido o emprego recentemente. Porém, é necessário ter alguns cuidados com o carro pois imprevistos ocorrem. Nesse caso, por exemplo, você pode solicitar um guincho 24h para não perder o trabalho.

    Importante: garanta a segurança do seu empreendimento!

    Com um empreendimento sob rodas, sua segurança monetária também irá depender da segurança de seu veículo. Com isso, é importante que você tenha um bom serviço de seguro para seu veículo, que garanta total segurança de sua fonte de renda, sendo ela primária ou alternativa. Garanta a segurança de seu empreendimento com um bom e completo seguro, acessando MeuSeguroAuto.org.

    Empreendedorismo sob rodas

    As possibilidades são muitas, e todas variam conforme sua capacidade de investimento, e se já possui habilidades, talentos, equipamentos ou até funcionários. Porém, se sonha em empreender em um mercado novo, vamos te dar uma série de importantes sugestões que você poderá acatar. Essas sugestões podem te auxiliar.

    1. Foodtruck dos mais variados tipos

    A febre dos foodtrucks veio ao Brasil a pouco tempo, mostrando que são uma tendência permanente no país. Grandes parques e estacionamentos deram espaço a esses empreendimentos interessantes e inovadores, que prometem entregar sabores inusitados em locais inusitados.

    Enquanto alguns foodtrucks optam por serem tradicionais, oferecendo comidas como pastéis e sanduíches, outros prometem inovar nas ruas, oferecendo comidas típicas dos mais diversos sabores, para que eles consigam agregar diferentes públicos.

    Caso você tenha um carro grande ou uma minivan, começar um Foodtruck pode ser bem mais fácil. A adaptação do carro e licença para comércio serão necessárias para começar o empreendimento, mas logo você estará lucrando com um dos modelos de negócio mais interessantes da atualidade.

    1. Comidas típicas sob encomenda

    Caso não tenha um bom carro, ou não queira adaptar seu veículo para o Foodtruck, você possui ainda uma alternativa secundária: a comida sob encomenda. Marmitas prontas vem sendo um atrativo grande para o público atual, e se você conseguir ainda oferecer de comidas típicas regionais, ou dietas centradas, como a vegana ou vegetariana, você conseguirá atrair um bom público a seu negócio.

    Além disso, para o sistema de encomendas, você poderá trabalhar diferentes estilos de marketing, conseguindo ampliar seu negócio com maior facilidade, e não deverá lidar com uma certa burocracia para adaptar seu carro a seu negócio, basta ter sua cozinha disponível e começar o seu negócio assim que possível, sem se preocupar com o modelo do seu veículo.

    Caso queira, há a possibilidade de também fazer seu um negócio diferente. Você poderá, com um carro, fazer parcerias com os mais diversos restaurantes de sua região, trabalhando como entregador de encomendas.

    As possibilidades para serviço de entregas não param só em comida! Há diversos serviços de entrega de bens e documentos que você poderá legalmente trabalhar para lucrar mais com seu veículo. Comida é só o modelo mais tradicional aqui usado.

    1. Inove em serviços móveis!

    Ao invés de oferecer produtos, como a grande maioria das pessoas que começam um empreendimento sob rodas, você poderá oferecer um diferencial: serviços que as pessoas precisam, mas não tem tempo de buscar! Já trabalhou com algum tipo de serviço? Se já trabalhou, que tal começar a oferecer esse serviço sob rodas?

    As possibilidades são inúmeras! Já trabalhou com Pet Shop antes? Um sistema de banho e tosa móvel, onde se busca o animal é uma alternativa bem viável! Ou, caso prefira, poderá trabalhar como manicure e pedicure, ou até cabelereiro móvel.

    Certos empreendimentos diferentes, como até massagistas, estão ganhando destaque por ir ao local onde as pessoas precisam, economizando assim o tempo e dinheiro da viagem. Basta pensar em um serviço que você possa transportar equipamentos ou adaptar o seu carro, e preparar para começar a trabalhar diretamente com o seu veículo.

     

  • A importância do Direito Ambiental dentro das empresas

    Por Mais Empresas  |  22/12/2017  |  Comente »

    Em um país com recursos naturais abundantes, o Direito Ambiental se faz essencial para que esses recursos sejam utilizados de forma consciente

    O direito ambiental, como o próprio nome sugere, se preocupa com as questões ambientais de cada país. Por meio de um conjunto de regras e normas jurídicas zela tanto pela fauna e flora, quanto pelas interações desses bens com a sociedade.

    No Brasil o direito ambiental é indispensável em vista da quantidade de recursos naturais disponíveis. Porém, apesar de ter leis ambientais avançadas, na prática são pouco aplicadas.

     

    Dentro das empresas

    Quando se fala em direito ambiental dentro das organizações, relaciona-se a melhoria na qualidade ambiental dos serviços, produtos e do ambiente de trabalho. Sejam essas empresas públicas ou privadas, o compromisso com o direito ambiental estabelece que sejam adotadas práticas que causem o menor dano possível a natureza. Desde a produção, até os resíduos produzidos.

    E as empresas que se relacionam mais estreitamente com as legislações ambientais, são as de produção de alimentos e construção civil. Por exemplo, para a viabilização do projeto de um condomínio, é necessário juntar toda uma documentação referente a vários aspectos da obra. Tudo para garantir a proteção dos recursos naturais cuja utilização é comum para toda a sociedade.

    Apesar de ser uma área considerada nova no meio jurídico, encontra-se em expansão. E o mercado empresarial só tem a ganhar, pois aliado a consultoria ambiental cria um trabalho multidisciplinar e participativo que auxilia as empresas a cumprirem a legislação ambiental. Dessa forma sanções penais e administrativas são evitadas e os empreendimentos não sofrem com pagamento de multas e até paralisação de suas atividades.

     

    Especialização

    A área não compõe a grade dos cursos de Direito, o que faz com que os interessados tenham que buscar uma pós-graduação. E não somente profissionais da área jurídica como advogados, promotores e procuradores podem procurar essa especialização. Pessoas que já atuam na área ambiental podem investir, como cientistas, biólogos e até engenheiros.

  • Uma alternativa para quem deseja obter melhores resultados em seu negócio é a reestruturação societária, entenda

    Por Mais Empresas  |  03/10/2017  |  Comente »

    Muitas empresas do mesmo ramo não são concorrentes durante toda sua existência. Às vezes a busca por vantagens faz com que aconteça uma reestruturação societária para alcançar melhores resultados no mercado. Existem três tipos de processo para que isso ocorra, a cisão, a fusão e a incorporação.

    Os três nomes são denominados como estratégias econômicas para quem busca ingressar um novo nicho de mercado. Em certo momento surge uma necessidade de aumentar o campo de atuação mercadológico, e isso leva os empreendedores a estes tipos de reorganização societária.

    De acordo com a Lei 6.404/1976, “a cisão é a operação pela qual a companhia transfere parcelas do seu patrimônio para uma ou mais sociedades, constituídas para esse fim ou já existentes, extinguindo-se a companhia cindida, se houver versão de todo o seu patrimônio, ou dividindo-se o seu capital, se parcial a cisão”. Ou seja, o processo de cisão ocorre quando uma pessoa jurídica decide dividir seu patrimônio com duas ou mais sociedades que já existem.

    Pela mesma lei, a fusão é “a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades para formar sociedade nova, que lhes sucederá em todos os direitos e obrigações”. O propósito aqui é o inverso da cisão, pois as sociedades se unem, formando uma nova e automaticamente extinguindo as companhias originárias, assim formando uma outra personalidade jurídica. Uma empresa que é criada a partir da fusão tem uma maior capacidade produtiva e detém de mais tecnologias, além da redução de custos.

    A incorporação “é a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações”. As sociedades incorporadas deixam de existir, mas a empresa incorporadora passa a ser titular de todo o patrimônio da sociedade.

    As vantagens de unir um ou mais empreendimentos

    É preciso entender quais as diferenças, pois apesar de serem simples na teoria, na prática é mais complexa, dependendo do tamanho das empresas envolvidas. Existem inúmeras vantagens ao unir duas empresas para concluir um mesmo objetivo, como a diversificação maior de mercado, abrangendo não somente um único público alvo.

    E com essa união de públicos há um aumento da abrangência da marca, isso ajuda no fortalecimento do negócio, aumentando as oportunidades de conversão de vendas. E com mais vendas e mais contratações o faturamento pode dobrar e a empresa continua se desenvolvendo, assim como ocorrem as reduções de custo.

    Surgem também melhores condições de atuação, já que com a nova sociedade a empresa ganha um formato maior, com melhores perspectivas de mercado e com riscos reduzidos. Com isso as dificuldades diminuem e o crescimento é certo.

    Realize o processo da melhor forma possível, faça acordos claros, defina a contribuição de cada empresa antes da sociedade se firmar. A comunicação deve ser aberta entre todos os colaboradores, para que não haja falhas e todos fiquem cientes das decisões que serão tomadas. E antes de tudo, defina responsabilidades para cada um dos envolvidos, isso permite um gerenciamento mais adequado e maior produtividade.

    Antes de qualquer decisão é preciso buscar informações para tudo ocorra dentro da lei e sem grandes problemas, para as duas ou mais empresas que desejam formar uma nova sociedade. É preciso buscar uma consultoria especializada para o processo de constituição.