Finanças: saiba como separar o dinheiro empresarial do pessoal

Por isabela  |  25/08/2021  |  Comente »

Finanças – Fazer uma gestão financeira que envolva a vida pessoal e a vida empresarial não é das coisas mais fáceis. No entanto, cuidar corretamente de ambas é de suma importância para que o empreendedor consiga atingir diversos benefícios, como por exemplo:

  • Melhor planejamento financeiro;
  • Maior organização sobre as contas da empresa;
  • Mais segurança para investimentos;
  • Mais estabilidade para dar andamentos a projetos;
  • entre outros.

Tendo em vista a importância de saber separar os interesses da vida pessoal e da vida empresarial é que produzimos esse artigo. Aqui o empreendedor vai acompanhar algumas dicas importantes sobre o tema.

Crie o seu salário

Se você tem uma empresa de compressor parafuso, por exemplo, precisa saber de antemão que nem todo o dinheiro que entra no caixa é seu salário.

Uma das melhores maneiras de não cair na tentação e pegar todo o dinheiro que faz parte do fluxo da empresa, é criando o valor da remuneração pessoal. 

Com ela, você pode administrar melhor as ordens de pagamento. Com o tempo e levando em consideração o desenvolvimento da empresa, será possível reavaliar o aumento do próprio salário. Nesse sentido, iniciar um controle financeiro do próprio salário é uma dica fundamental. 

Administre as contas de forma separada

As contas jurídicas não podem se envolver com os interesses pessoais. Logo, se você administra uma empresa especializada em descarte de lixo eletrônico, por exemplo, é recomendável que utilize o cartão corporativo somente para os interesses da empresa.

É preciso ressaltar que a atitude de utilizar o cartão corporativo para interesses pessoais é muito comum e até mesmo tentadora, no entanto, administrar corretamente é um passo muito importante para melhor se organizar e não ser pego desprevenido na hora de acertar as contas e faturas do cartão corporativo.

Faça um relatório mensal de finanças

Para que você consiga dar passos consistentes na organização financeira e não misturar as finanças pessoais com as de sua empresa, é ideal fazer relatórios financeiros periodicamente.

Os relatórios são documentos importantes que atualizam sobre a atual situação das finanças da empresa e também adiantam métricas que servem de embasamento para tomadas de decisão.

Logo, se você tem uma empresa especializada em manutenção de geradores, por exemplo, e está pensando em aumentar sua remuneração mensal, não faça isso sem antes consultar um relatório de finanças atualizado e fazer comparativo com semestres anteriores. 

Invista em um sistema de fluxo de caixa

A melhor maneira de controlar a entrada e saída de dinheiro, tanto na conta pessoal, como na conta jurídica, é através de um sistema que contabiliza o fluxo de caixa

Essa solução é cada vez mais comum no mercado e vem ajudando empreendedores de todos os portes a melhor administração de suas finanças.

Graças a sua tecnologia e suas ferramentas aprimoradas para a função, é possível fazer atualizações diárias, salvar informações e até mesmo inserir os dados em uma planilha para melhor análise.

Que essas dicas sirvam para dar um melhor embasamento na organização de sua vida financeira. Há uma grande lacuna entre o lucro real e o lucro investido, por isso, siga essas dicas e alcance um novo padrão de organização financeira. Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu comentário: