• Como formar uma base de clientes fiéis?

    Por isabela  |  26/07/2022  |  Comente »

    Montar uma base de clientes é um desafio e tanto para a maioria das empresas que entendem a importância de contar com o bem mais valioso já conquistado por uma marca: o cliente.

    Hoje as pessoas estão cada vez mais adeptas a um modelo de negócio que procure criar um relacionamento profundo e sincero com seus clientes, justamente com o objetivo de fidelizá-los a marca.

    Ao procurar por um fabricante de bobina de papel kraft, por exemplo, o usuário deseja muito mais do que apenas conhecer o produto ou serviço oferecido pela marca, mas deseja uma experiência de atendimento que o prenda naquele espaço.

    E é justamente assim que a fidelização de um cliente começa. Fidelizá-lo traz inúmeros benefícios para ambos os lados e pode mudar por completo a relação entre marca e consumidor.

    Isso porque, enquanto a empresa conta com um cliente que sempre irá consumir dele e até mesmo indicar a marca para outras pessoas, esse mesmo cliente também se sentirá tranquilo e confiante ao consumir algo de uma marca que já conhece muito bem.

    Seja o seu negócio uma fabrica de tinta para plastico ou até mesmo uma loja de roupas, fidelizar seus clientes é essencial para que você construa uma boa base de consumidores que acreditem e confiem na sua marca.

    Por isso, neste artigo você irá entender desde o conceito de fidelização de clientes até dicas práticas para fidelizá-los e garantir ainda mais resultados positivos para a sua empresa, independente de qual seja o segmento dela.

    Entenda o que é fidelização de clientes

    Quando falamos de fidelização, nos referimos a uma característica que vem da palavra fiel, ou seja, é alguém que não troca um determinado objeto ou pessoa por nada e nem ninguém que possa surgir no caminho.

    Vamos imaginar que uma pessoa conheceu uma marca que vende produtos para tratamento de água e começou a consumir dela. Ao ver que a qualidade do produto é ótima e o atendimento também é excepcional, dificilmente ela irá consumir o mesmo produto de outra marca.

    E isso acontece com mais frequência do que possamos imaginar. Todos nós temos algum produto ou serviço queridinho de uma marca específica que não trocamos por nada que possa surgir no mercado, independente de qual promessa ele faça.

    Fidelização é justamente isso, é entregar algo tão bom ao seu cliente que ele não irá querer consumir o produto ou serviço de outra marca no mercado, apenas o da sua. Não é incrível?

    Além de se tornar um consumidor que compra várias vezes de você, ele ainda poderá recomendar o seu negócio para amigos e familiares, independente se é uma rede de fornecedores de acoplamentos ou até mesmo uma marca de aparelhos eletrônicos.

    A fidelização de clientes é extremamente importante para garantir que a sua empresa sempre conte com consumidores que consumam de você, independente das circunstâncias da sua marca e ainda a indiquem para outras pessoas.

    Sem contar que isso pode gerar ótimas avaliações no mercado e auxiliar na construção de uma ótima reputação e influência da sua marca perante os seus concorrentes, gerando não apenas mais vendas, mas também um grande reconhecimento.

    Entretanto, essa fidelização não acontece do dia para a noite. As empresas que possuem uma base de clientes fiéis precisaram de estratégias certeiras para garantir que os consumidores vissem o diferencial e exclusividade da marca no mercado.

    4 dicas para fidelizar seus clientes

    Tanto uma rede de empresas de montagem elétrica industrial quanto uma escola infantil particular, por exemplo, precisam garantir a fidelização de seus clientes para que a marca não tenha perdas no decorrer do caminho.

    Como sabemos que essa não é uma tarefa fácil, selecionamos algumas dicas para te ajudar a colocar em prática as principais estratégias com o objetivo de fidelizar os seus clientes. Confira:

    1. Entregue valor ao cliente

    Quando um cliente compra o seu produto ou serviço, ele faz isso para obter os benefícios e ótimos resultados que você prometeu para ele, seja no momento da venda ou em alguma campanha de divulgação.

    O cliente que decide desembolsar um determinado preço pelo que você oferece, deseja receber o dobro em valor, e é aqui que muitos empresários acabam se confundindo, isso porque valor e preço são coisas bem diferentes.

    Quando falamos do preço da contratação de um fornecedor embalagem blister, por exemplo, nos referimos ao valor em moeda que será pago pelo cliente, ou seja, o tanto que ele irá desembolsar para contratar esse serviço ou adquirir o produto.

    Já quando falamos de valor, nos referimos a como esse serviço ou produto irá ajudar esse cliente e o que oferece de bom e diferente para ajudá-lo, ou seja, o valor está diretamente ligado a boa experiência que o seu cliente terá com o que a sua marca oferece.

    Por isso é de extrema importância garantir um grande valor ao seu produto ou serviço, pois isso será essencial no processo de fidelização, pois o consumidor entenderá o que a sua marca tem de diferente e especial no mercado.

    1. Ofereça um ótimo suporte

    Contar com um bom suporte é essencial para que o cliente se sinta abraçado pela sua marca e saiba que poderá contar com ela para o que for preciso, afinal de contas, nunca sabemos o que pode acontecer.

    Às vezes um cliente irá precisar da ajuda de um fabricante de transportadores industriais para entender mais a fundo sobre o serviço que contratou e como irá funcionar todo o processo.

    Nesses casos, a sua marca precisa contar com um ótimo time de suporte e atendimento para estar sempre à disposição e ajudar os clientes no que eles precisarem, seja para esclarecer uma dúvida, resolver um problema ou apenas aderir a um feedback.

    Essa parte é extremamente importante, pois quando o cliente sente que possui uma boa relação com a marca, as chances de ele continuar a consumir da empresa serão ainda maiores.

    1. Adira feedbacks

    Os feedbacks são uma parte extremamente importante para auxiliar no desenvolvimento de qualquer coisa, seja de uma empresa de gradil ou até mesmo no nosso desenvolvimento pessoal, eles sempre nos mostram uma nova perspectiva.

    Quando falamos de relação entre marca e consumidor, isso não seria diferente, justamente porque existem perfis de clientes que sempre enviam algum tipo de feedback para as marcas, exaltando seus pontos positivos e apontando os que precisam ser melhorados.

    Por isso, adira a todos eles, não fuja dos feedbacks negativos, pois eles são os mais importantes justamente para ajudar a sua empresa a crescer e agradar ao máximo de pessoas possível.

    Claro que a sua empresa não será perfeita e não irá agradar a todas as pessoas do mundo, mas ao mostrar ao seu cliente que está se esforçando para fazer um trabalho melhor, ele se sentirá ouvido pela sua marca e as chances de fidelizá-lo serão ainda maiores.

    1. Mantenha o relacionamento

    Por fim, manter o relacionamento com o seu cliente é um passo quase que obrigatório para toda empresa que queira fidelizar o seu cliente e construir uma boa base de consumidores dentro do segmento.

    Isso porque a fidelização começa com o relacionamento, afinal de contas não há como ser fiel a alguém que você não possui intimidade, não é mesmo? E essa intimidade é construída a partir da comunicação e relação entre ambos os lados.

    Por isso, mantenha sempre contato com os seus clientes, seja para pedir um feedback ou até mesmo saber como eles estão. Hoje, você consegue fazer isso através de diversos meios, como:

    • Telefone;
    • SMS;
    • E-mail;
    • WhatsApp;
    • Redes sociais;
    • Correspondência. 

    Cuidar da manutenção do relacionamento com o seu cliente fará com que ele se sinta ainda mais íntimo e próximo da sua marca, aumentando a satisfação dele, que a longo prazo o fideliza à sua empresa.

    Essas foram apenas algumas das dicas que você poderá aderir para começar a atrapalhar na fidelização e na construção de uma boa base de clientes. Lembre-se sempre de continuar estudando sobre o assunto para aplicar novas táticas à sua marca.

    Considerações finais

    Não veja os seus clientes apenas como números, lembre-se que por detrás de cada pedido existe uma pessoa, um ser humano com necessidades, desejos, dores e expectativas que, na maioria das vezes, irão ser suprimidos pelo que a sua marca oferece.

    Por isso, se preocupe em sempre entregar o melhor ao seu cliente e estar por perto para que ele não se sinta abandonado após comprar o que você oferece. Mostre a ele que ele não é mais um número, mas uma parte fundamental para a saúde do seu negócio.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • 5 dicas de como trabalhar com mídia paga!

    Por Luiza  |  17/06/2022  |  Comente »

    Para aumentar as oportunidades de vendas, promover o seu negócio e tornar a marca conhecida, as empresas podem investir em mídia paga, criando campanhas e veiculando-as em canais com grande potencial.

    A mídia paga é uma estratégia muito interessante, que gera ótimos ganhos e tem a possibilidade de ser mensurável, proporcionando excelente lucratividade.

    O uso dessa estratégia tem se tornado muito comum, sendo uma grande aliada das estratégias de Inbound Marketing nas empresas. 

    Um dos motivos que levam as marcas a utilizarem esta estratégia é o baixo alcance orgânico que algumas publicações. Isso exige investimentos em ações pagas para que as publicações alcancem o público que deseja ou que foi definido conforme o planejamento.

    Ao executar as ações corretamente, considerando a persona (representação ideal do cliente) e as etapas do funil de vendas, as compras de mídia podem gerar um impacto positivo, acelerando e potencializando os resultados.

    Para quem não conhece o poder da mídia paga ou quer entender melhor os benefícios, além de aplicar esta estratégia corretamente em diferentes canais, pesquisar informações é o caminho para o sucesso.

    O que é mídia paga?

    Mídia paga consiste em todo tipo de promoção é feito através do pagamento para veicular conteúdos em um determinado espaço e assim atingir o seu público-alvo. Essa mídia pode ser:

    • Anúncios;
    • Links patrocinados;
    • Banners em redes sociais ou nos mecanismos de busca.

    Esses artifícios aumentam a visibilidade do seu site, gerando tráfego e atingindo a audiência desejada.

    Quando se fala de mídia paga, as pessoas se referem a mídia digital, espaço onde este termo é muito utilizado.

    No âmbito digital, as mídias pagas incluem diversas ações com diferentes formatos e canais de marketing.

    As empresas de manutenção de nobreaks, por exemplo, pagam para veicular os seus conteúdos nesses espaços na internet, visando ter maior alcance, tornando a marca mais conhecida e conquistando o público adequado para o negócio.

    Quando se deseja ter um público mais amplo, é preciso aumentar a visibilidade de um lançamento e assim deixar a empresa em uma posição de destaque.

    O SEO (Search Engine Optimization) e outras estratégias de marketing continuam sendo relevantes, mas os empreendedores que desejam ter resultados mais expressivos, devem levar em consideração os investimentos em mídia paga, pois são uma excelente escolha.

    Motivos para investir em mídia paga

    Há vários motivos que levam as empresas a realizarem investimentos em mídia paga. Alguns exemplos são:

    1. Gera tráfego para o seu blog/site

    No processo de chamar atenção do público o uso de inbound marketing é muito comum, já que permite atrair os consumidores de modo voluntário. 

    As marcas atuam na criação e distribuição de conteúdos para atingir as pessoas durante a jornada de compra.

    Isto posto, é possível melhorar o tráfego do site ou blog utilizando mídia paga e assim torná-lo mais conhecido. 

    Os anúncios, independentemente da mídia, possuem links que direcionam o usuário para a página, por exemplo, de uma empresa de portaria.

    Na página, a pessoa pode encontrar um artigo no blog, vídeo ou uma landing page criada para desenvolver conteúdos ricos e assim ter mais leads (potenciais clientes).

    1. Possibilidade de ter resultados mais rápidos

    A mídia paga gera resultados mais rápidos do que o tráfego orgânico. Ao elaborar uma campanha paga para alugar sala comercial, os profissionais já podem ter uma estimativa dos resultados.

    A partir do momento em que o anúncio é liberado, em pouco tempo a empresa consegue ver os resultados com a chegada de possíveis inquilinos.

    Um ponto positivo é o baixo custo de investimento. Ou seja, qualquer empresa pode investir em campanhas segmentadas que ajudam a direcionar o tráfego, e assim os primeiros leads são gerados com rapidez.

    1. Identificação e segmentação do público

    Um erro muito comum é investir em mídia paga sem ter conhecimento do público que deseja conquistar. 

    Se a empresa não conhece o público ou tem dúvidas sobre este detalhe, é possível criar campanhas de mídia paga como uma forma de experimento.

    Deste modo, é possível fazer a segmentação a partir dos dados obtidos, assim será possível entender algumas características do seu público, como:

    • Localização;
    • Gênero;
    • Faixa etária;
    • Sexo;
    • Preferências e interesses.

    Um detalhe importante é que as pessoas devem entender que a mídia paga precisa ser direcionada, mesmo que não tenha uma persona (representação do cliente ideal) definida.

    A estratégia tem uma segmentação diferenciada em cada rede social. 

    Por isso, dedicar tempo para pesquisas aprofundadas sobre o público é o melhor jeito de fazer um bom uso e ter excelentes resultados com as campanhas de aparelho de endoscopia, por exemplo. 

    1. Flexibilidade nos investimentos

    Os valores de investimentos podem ter variações, pois, dependem dos objetivos que o empreendedor deseja alcançar e das particularidades do negócio.

    Em um primeiro momento, a mídia paga permite a realização de testes sem a necessidade de investir altos valores. Com isso, é possível avaliar como o público responderá e qual será o CAC (Custo de Aquisição dos Clientes).

    Durante a execução das campanhas, é crucial acompanhar se elas estão gerando o ROI (Retorno Sobre Investimento) esperado.

    1. Excelente mensuração de resultados

    Um benefício interessante da mídia paga é a possibilidade de acompanhar os resultados com facilidade. 

    Os empreendedores podem acompanhar em tempo real os ganhos com as campanhas e assim entender melhor as preferências do público, o que dá ou não certo, além de ter ideias para os próximos conteúdos.

    Vantagens da mídia paga 

    No marketing digital é muito importante ter destaque, ou seja, a frase “quem não é visto, não é lembrado” faz todo sentido. 

    Com muita concorrência, é necessário que o seu negócio tenha uma vantagem competitiva em relação aos outros.

    Sendo assim, investir nessa técnica  pode render muitas vantagens como:

    • Oportunidade de identificar e segmentar corretamente o seu público;
    • Resultados rápidos e mensuráveis;
    • Diversidade de formatos;
    • Investimentos flexíveis conforme o orçamento e objetivos;
    • Ajuda no aumento de visibilidade e tráfego.

    Com estas e outras vantagens que ajudam no crescimento do negócio, os investimentos em mídia paga são muito interessantes para melhorar o desempenho de uma fábrica de muro pré moldado e de outras áreas.

    Como funciona a mídia paga?

    Qualquer empreendedor pode utilizar a mídia paga e de modo simples, para isso é preciso: 

    • Determinar o orçamento;
    • Selecionar o público-alvo ;
    • Pagar as ações com base em cliques ou visualizações, entre outras.

    No marketing digital há a mídia paga, mídia orgânica e mídia própria. A paga envolve investimentos em espaços publicitários para que o serviço de laudo técnico elétrico, por exemplo, tenha mais notoriedade.

    A mídia própria consiste em canais da empresa, ou seja, as redes sociais, site e blog que são utilizados para divulgação de conteúdos, anúncios, entre outros. 

    Um fator positivo deste tipo de mídia é o controle que se tem sobre ela, algo que permite promover os conteúdos que você quiser e quando desejar.

    Já a mídia orgânica se resume em todo engajamento que as mídias próprias e pagas geram entre o público. 

    Basicamente, esse aspecto diz respeito aos comentários, compartilhamentos, menções, recomendações e avaliações positivas que a marca gera na internet, resultado dos esforços e estratégias de marketing.

    A combinação destas mídias têm um alto potencial que pode render muito sucesso, reconhecimento, lucros, além de tornar a empresa uma referência no marketing digital.

    Mídias pagas mais utilizadas 

    Conhecer os principais canais de mídia paga, que são referência para conseguir resultados satisfatórios. 

    Quanto mais informações sobre eles, mais fácil será o processo criativo das campanhas. Para isso, os mais utilizados são:

    Google Ads

    É a plataforma oficial do Google destinada à publicidade online que permite a criação de links patrocinados. 

    Esses links são os famosos anúncios pagos que aparecem no topo dos resultados de pesquisa no buscador sempre que a pessoa realiza alguma busca.

    O pagamento é conhecido como PPC (Pay Per Click), o pagamento é realizado por clique, visualização ou impressão.

    Sendo assim, a plataforma possibilita definir um orçamento diário ou total, a duração para campanha e outros detalhes.

    Os anúncios são direcionados a partir das palavras-chave e a plataforma oferece diferentes formatos de anúncios:

    • Rede de display;
    • Vídeos;
    • Rede de pesquisa;
    • Google Shopping;
    • Apps.

    Com diferentes formatos, certamente há um que pode ajudar as empresas, sejam elas de estudo de impacto ambiental, ou outro segmento. 

    Facebook Ads

    Disponibiliza diferentes formatos de anúncios para as campanhas de marketing. A plataforma permite ir além do textual para chamar atenção do seu público e ter um excelente volume de audiência.

    No Facebook Ads é possível segmentar o público e direcionar os anúncios conforme o perfil que a empresa deseja conquistar.

    Instagram Ads

    A plataforma Ads do Instagram é uma das mais utilizadas nas estratégias de marketing digital, uma opção que pode render excelentes resultados para a empresa.

    O foco do Instagram Ads é a mídia de performance, com grande ênfase na parte visual, além de promover o compartilhamento de imagens e vídeos de curta duração.

    A rede social disponibiliza algumas opções de anúncios como: carrossel que permite até 10 cartões (fotos/vídeos); apresentações multimídia, coleção, imagem ou vídeo único.

    Linkedin

    Conhecida como a rede social de relacionamento voltados mais para o profissional, mas não se limita apenas ao envio de currículos e networking.

    No Linkedin, as empresas de proteção radiológica e de outros segmentos empresariais  devem ter interesse em trabalhar o branding (gestão de marca) para conquistar profissionais talentosos. Afinal, um time qualificado consegue elevar os resultados.

    As ferramentas para criação de anúncios no Linkedin são semelhantes às do Google Ads.

    Portanto, os investimentos em mídia paga são excelentes para potencializar o marketing digital, aumentando a relevância da marca e gerando resultados interessantes para as empresas.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Saiba a importância de ser responsivo no Mobile!

    Por Luiza  |  15/06/2022  |  Comente »
    Business hand with mobile phone

    Desde que os telefones celulares com acesso à tela deslizante e livre de botões físicos surgiu, incorporando o acesso a rede e a diversos aplicativos, a preocupação com um site responsivo Mobile se tornou crucial para as empresas ocuparem espaço no ambiente virtual com qualidade. 

    Em um curto período de tempo, os celulares smartphones, como são conhecidos os telefones modernos, fornecem aos usuários a capacidade de pesquisar informações a qualquer hora do dia, em qualquer lugar, necessitando apenas de uma conexão com a internet. 

    As pessoas que possuem afinidade com as novas tecnologias, em algum momento, já pesquisaram na rede algo que gostariam de saber ou comprar.

    Da mesma forma, é cada vez mais possível que após o acesso a um site para compra, como o e-commerce de uma loja de bicicleta, no computador, o usuário consegue continuar a navegação pelo smartphone e até concluir a compra pela plataforma.

    Dessa forma, é imprescindível que as empresas invistam em marketing digital e um site responsivo mobile para atender a demanda, cada vez mais crescente, de pessoas que utilizam um equipamento eletrônico tão pequeno, mas com um grande potencial – principalmente por ser uma das principais plataformas usadas para pesquisa.

    O que é web design responsivo mobile?

    A capacidade de resposta móvel é uma maneira de projetar e desenvolver um site para que ele se adapte automaticamente ao tamanho da tela, seja qual for o equipamento em que o material está sendo visualizado.

    O objetivo é fornecer uma experiência de usuário (UX) otimizada em todos os dispositivos, de desktops e tablets a smartphones, smart TVs e assistentes virtuais com tela. 

    De uma forma ampla, o web design responsivo mobile é uma estratégia aplicada para renderizar automaticamente o site de acordo com o tamanho da tela ou a janela de visualização, melhorando a navegação e sendo influenciado por

    • Aparência;
    • Design;
    • Experiência;
    • Layout.

    Inclusive, todas essas informações devem permanecer uniformes, independentemente do dispositivo usado para acessar o site de uma empresa, de uma prestadora de serviço de desentupimento 24 horas a uma administradora de condomínios residenciais.

    O web design responsivo mobile tem tudo a ver com a adequação da página da web de acordo com o tamanho da tela, processo conhecido pelo termo técnico de viewport

    A importância em ser responsivo mobile

    Não é viável criar web designs para um único tipo de dispositivo. Afinal, além de ser mais trabalhoso desenvolver uma plataforma para computadores e outra para celulares, isso impacta na navegação e até na indexação das páginas – isso porque os buscadores priorizam páginas que proporcionam melhores experiências, o que é proporcionado, também, pela responsividade.

    Mais ainda, o tráfego da internet móvel ultrapassou a navegação que ocorre em computadores de mesa, como os desktops, e mesmo os notebooks, que já possuíam certa mobilidade, mas não como um celular smartphone.

    Assim, há uma série de detalhes que precisam ser respeitados para tornar o site mais responsivo possível. 

    1. Crescimento de dispositivos móveis

    Os dispositivos móveis são parte integrante da vida da maioria das pessoas que, de uma maneira ou de outra, possuem certa afinidade com as novas tecnologias e usam o dispositivo ara navegar, realizar pesquisas e fazer compras em diversos momentos do dia e em locais diversos, como no trajeto para o trabalho.

    Para se ter uma ideia, com uma população mundial de cerca de 7,8 bilhões, aproximadamente 3,6 bilhões possuem um smartphone. Ou seja, são 3,6 bilhões de usuários em potencial que acessam um site a partir dos smartphones. 

    A inserção inteligente não é uniforme em todo o mundo e frente a todos os públicos.

    Por isso, um site que oferece tabelas de dedetização RJ preço, por exemplo, deve ser desenvolvido sob medida, além de ser voltado para o mercado em que a empresa está inserida.

    Além disso, o aumento do uso da ferramenta móvel a nível global é um fator importante que deve ser mantido em mente ao projetar para o público mobile-first, ou seja, aqueles que concentram as pesquisas nos equipamentos como celulares smartphones e tablets. 

    1. Necessidade de alta velocidade

    Por um momento, é preciso imaginar o cenário em que as empresas se encontram, já que existem mais de um bilhão de sites em todo o mundo. 

    Como proprietário de uma empresa, é importante que a singularidade de uma ideia seja explorada para destacar a corporação de certa forma.

    Portanto, como proprietário de uma empresa que vende piso de concreto polido, por exemplo, é importante orientar os desenvolvedores da web para personalizar o site de acordo com o público-alvo e o mercado em que se está inserido.

    Da mesma forma, é preciso considerar os diferenciais que podem ser evidenciados nesses primeiros contatos do cliente com a marca, já demonstrando o valor e relevância da empresa, proporcionando uma boa experiência e criando uma promessa junto ao público, levando-o a percorrer o funil.

    De modo geral, um usuário sai de um site em 2 segundos se este não parece atender sua necessidade ou se demora a carregar. Isso torna o tempo de carregamento da página um aspecto extremamente importante.

    A paciência do usuário diminuiu, de forma significativa, devido à disponibilidade de internet de alta velocidade e ao grande fluxo de informações nesse ambiente.

    Como proprietários de empresas, há apenas um intervalo entre 2 e 4 segundos para impressionar os usuários, pois a capacidade de resposta de um site é instantaneamente visível para o usuário final. 

    Portanto, uma página web responsiva mobile pode ajudar na sustentação de um usuário e, consequentemente, aumentar a receita do negócio, principalmente se esse fator estiver aliado de um bom carregamento e design e programação leves

    1. Melhor indexação de pesquisa

    O Google mantém a principal plataforma de pesquisa da internet e, por isso mesmo, é preciso acompanhar as atualizações para ter um site responsivo mobile e alcançar um bom posicionamento. 

    Isso porque essa adequação permite uma melhor experiência dos usuários, fator valorizado pelo buscador.

    A atualização mobile-friendly enfatiza a importância de que as empresas, desde uma consultoria tributária até um e-commerce de acessórios para varejo, tenham sites seguindo diretrizes de boa experiência. Consequentemente, há uma melhor classificação no mecanismo de busca. 

    As páginas da Web que seguem as práticas recomendadas, como alta legibilidade do texto sem toques ou zooms, espaçamento aprimorado dos pontos de toque, entre outros, têm uma chance melhor de classificação.

    Como é importante ter uma classificação alta nos mecanismos de pesquisa para alcançar o público, este ponto por si só torna o design responsivo mobile uma das partes mais importantes do processo de desenvolvimento web.

    O que se pode concluir, neste ponto, é que um site responsivo é equivalente a um site mobile-friendly, o que por consequência ajuda a aumentar o ranqueamento nos motores de busca como o Google.

    Benefícios do web design responsivo mobile

    Por toda a importância em se manter um site responsivo mobile, vale destacar que o web design é necessário para qualquer site. Quem não adere a isso pode ter perdas financeiras consideráveis, devido à queda no tráfego orgânico de um site ou um e-commerce. 

    Logo, quem está inserido de maneira adequada, tem como benefício um web design responsivo mobile, e também fornece uma experiência de usuário mais acessível e amigável. 

    Uma experiência móvel está entre os pontos fundamentais que devem ser lembrados ao se projetar um site de seguro de carros valor e de diversos outros segmentos de atuação.

    Ainda assim, é preciso seguir os princípios do web design responsivo e de outros parâmetros de qualidade, como o SEO.

    Outro benefício referente ao site responsivo mobile é que ele atende a diferentes viewports, navegadores e sistemas operacionais, pois há uma variedade de empresas presentes no cenário virtual e, conforme a necessidade e público, é possível otimizar e adequar o design.

    Isso leva a uma menor taxa de rejeição e um tempo de sessão maior por parte dos usuários, levando em consideração que ambos influenciam no ranqueamento dos mecanismos de busca.

    No que diz respeito aos bots de mecanismos de pesquisa, eles não são humanos que podem ler e julgar o conteúdo. Porém, eles dependem de humanos para isso e são configurados para avaliar alguns aspectos considerados de valor para uma boa experiência.

    Um site com uma taxa de rejeição consistentemente alta e tempos de sessão mais baixos é um indicador de que as pessoas não se engajam ou se interessam pelo site. Isso leva a classificações mais baixas, menos tráfego de entrada e receita reduzida.

    Cabe ressaltar, ainda, que mesmo possibilitando esses benefícios, o site responsivo mobile tem os esforços de manutenção reduzidos, pois são mais fáceis de manter e ajustar, desde que haja um único ambiente no qual são feitas alterações para atender a dispositivos mais recentes. 

    O marketing e o gerenciamento do negócio para presença online se tornam extremamente fáceis, pois a empresa precisa cuidar de um único site.

    O papel das redes sociais na UX mobile

    No mundo moderno, as plataformas voltadas para as redes sociais tornaram-se uma estratégia de marketing fundamental. 

    Em todo o planeta, são bilhões de pessoas que usam as redes sociais dentro de uma rotina normal, desde aquelas que usam como entretenimento e contato com familiares e amigos, até no círculo profissional. A grande maioria acessa por meio de dispositivos móveis. 

    Nesse sentido, empresas que trabalham com automatização industrial e influenciadores podem estar constantemente compartilhando notícias e links de artigos por meio das plataformas de rede social para ampliar os resultados e alcance.

    Isso porque tornou-se um fato comum pesquisar uma empresa no Instagram e clicar no link da bio para ver o site corporativo ou a loja de comércio eletrônico.

    Se alguém encontrar a página de uma empresa em qualquer rede social, clicar no link disponível e acessar um site que não parece bom e é difícil de usar, a organização não só perdeu um seguidor em potencial, mas também um cliente em potencial. 

    As redes sociais não são a única mudança na indústria de marketing. Os e-mails também estão sendo mais visualizados em dispositivos móveis do que em computadores. 

    Assim, para as empresas que disponibilizam links dentro de uma estratégia de e-mail marketing, é mais provável que os usuários os visualizem em um dispositivo móvel do que em um computador. Ou seja, é necessário pensar em todos os canais de integração com a página online.

    Conclusão

    Mais pessoas estão visualizando páginas de produtos e serviços, como assistencia tecnica Rinnai, em dispositivos móveis do que em desktops, o que torna um site responsivo para celulares smartphones e tablets vital para atrair e reter novos clientes.

    Os dispositivos móveis chegaram para ficar. Com as pessoas confiando mais no próprio celular para pesquisar informações, interagir com o conteúdo e se conectar com outras pessoas, é vital que qualquer empresa garanta que o site esteja preparado para o tráfego móvel.

    Nunca se sabe quando ou como alguém vai acessar um site corporativo, seja em um computador, tablet ou celular. 

    Com um site responsivo para dispositivos móveis, as empresas podem garantir que terão a melhor chance de receber novos usuários e retê-los.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Conheça os riscos que todo empreendedor deve estar preparado!

    Por Luiza  |   |  Comente »

    Fique por dentro dos principais riscos que a maioria dos empreendedores precisam estar preparados para enfrentar

    Empreender pode ser extremamente gratificante e tem suas vantagens. Mas existem alguns riscos que nem todo empresário conhece ou está preparado para enfrentar no dia a dia. Por isso, esse post vai te mostrar os principais riscos do mundo dos negócios, para que você, que está pensando em abrir a sua própria empresa, fique ciente e evite problemas futuros. Bora lá? 

    Concorrência acirrada

    Esse talvez seja o maior risco para todo o negócio. Se você estiver pensando em empreender, deve estar ciente de que, independente do segmento que escolher, a concorrência pode ser extremamente acirrada no dia a dia. Se você não usar estratégias eficientes para manter a sua empresa competitiva no mercado, seguramente ela não vai sobreviver por muito tempo. A boa notícia é que a hipnose pode te ajudar com essa missão. 

    A grande concorrência, aliada a uma má gestão empresarial, são os principais motivos de muitos negócios fecharem as portas definitivamente. Os seus concorrentes farão de tudo para tirar os clientes da sua empresa, já que eles têm o mesmo objetivo que o seu. Por isso, antes de mais nada, analise bem toda a sua concorrência, para não correr o risco de ser pego de surpresa. 

    Imprevistos com o negócio

    Devido a volatilidade do mercado, imprevistos com o negócio podem acontecer. Quer um bom exemplo? Falta de determinados produtos, atrasos por parte dos fornecedores, dificuldade de encontrar mão de obra qualificada, problemas na infraestrutura, empecilhos que impedem uma gestão eficiente, dentre vários outros. Esses imprevistos, se o empreendedor não estiver bem preparado para enfrentá-los, pode trazer muita dor de cabeça. 

    Por isso, esse tipo de risco também deve ser levado em consideração na hora de abrir uma empresa. Tenha em mente que tudo pode acontecer, pois quando se lida com pessoas, as coisas se tornam muito imprevisíveis. Dessa forma, um empreendedor que deseja prosperar, precisa estar preparado para todos os imprevistos relacionados ao negócio. Um bom curso de PNL pode te ajudar com essa tarefa, pois essa técnica visa o seu desenvolvimento profissional e traz uma série de benefícios. 

    Instabilidade do mercado

    Estamos vivendo uma forte recessão econômica provocada pela pandemia da COVID-19. E tudo causou uma grande instabilidade no mercado, atingindo diversos setores em cheio. Por isso, se você não estiver preparado para enfrentar possíveis crises e momentos de instabilidade financeira, certamente vai decretar falência em pouco tempo. Esse é um risco potencial que todo empresário costuma passar. 

    E não adianta achar que essa volatilidade do mercado não pode afetar o seu negócio. Pelo contrário, se você não tiver uma boa reserva financeira para enfrentar uma eventual crise por causa da queda acentuada nas vendas ou por outros motivos, é melhor nem pensar em abrir uma empresa. Seguramente, as chances do seu negócio passar por isso são grandes. É algo inevitável no mercado. 

    Altos gastos mensais

    Seguindo a mesma linha de raciocínio acima, um outro risco que todo empreendedor corre, é a possibilidade de ter altos gastos mensais, bem acima do que ele estava esperando. Vale lembrar que, no Brasil, temos uma altíssima carga tributária. Agora some todos os impostos mensais obrigatórios ao aluguel do local, pagamento de funcionários, água, luz, internet, telefone, fornecedores e outras despesas fixas. Ufa! Conseguir arcar com tudo isso pode ser um grande desafio. 

    Por isso, os gastos mensais podem ser bem altos para o empreendedor menos experiente. A grande questão é que ele corre o risco de não dar conta de arcar com todas essas despesas e tudo virar uma enorme bola de neve. Os gastos de uma empresa podem ser altos, principalmente se o empreendedor não tiver um bom capital de giro ou uma organização financeira eficiente. Dessa forma, não deixe de cogitar esse risco, caso pense em abrir uma empresa. 

    Não conseguir se destacar

    Mais um risco que você poderá enfrentar no mercado. Milhares de empreendedores usam estratégias de marketing erradas ou pouco eficientes e não conseguem fazer seus negócios se destacarem no mercado. A grande questão é que, ter uma boa visibilidade, mesmo perante a concorrência, nem sempre é fácil e não acontece da noite para o dia. Aliás, muitas empresas tentam ganhar mais destaque durante anos, mas nem sempre conseguem. 

    Por isso, tenha sempre uma carta debaixo da manga, caso o seu negócio não tenha destaque no mercado. Lembre-se sempre de que isso pode acontecer e que você precisa encontrar alternativas para continuar mantendo a empresa funcionando, bem como o ritmo de vendas, para dar conta de honrar com os compromissos financeiros. Um curso de coaching pode deixar as suas ações mais assertivas para que sua empresa ganhe mais destaque. 

    Ter poucos clientes na base

    Quer queira ou não, todo negócio corre esse tipo de risco, até mesmo uma sala de treinamento no Rio de Janeiro. São diversos os fatores que podem levar uma empresa a ter poucos clientes: mal atendimento, preço dos produtos ou serviços acima da média de mercado, localização ruim, pouca ou nenhuma visibilidade online, má administração, dentre outros. E nenhum negócio que se preze, consegue sobreviver com meia dúzia de clientes. 

    Por isso, saiba que esse é um risco eminente para todo empreendedor. Ter essa consciência de que isso pode acontecer, vai te motivar a trabalhar arduamente para fazer  uma boa gestão do seu negócio e conquistar o maior número de clientes possível. Pode até ser trabalhoso, mas é melhor do que correr esse risco e ser obrigado a fechar as portas, fazendo a concorrência sorrir até as orelhas. 

    Agora que você conhece os riscos que todo empreendedor precisa estar preparado para enfrentar, que tal se precaver contra eles e fazer sua empresa prosperar de vez? Boa sorte. 

    Venha para o IBND

    Os cursos do IBND são ministrados por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano. 

    O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!

  • Como definir o foco de sua estratégia de marketing?

    Por Luiza  |   |  Comente »

    Para garantir que um negócio tenha acesso às melhores oportunidades no mercado, é importante que a equipe por trás da sua administração esteja a par de todo tipo de estratégia de marketing que pode ser aplicada a tal perfil de negócio.

    Práticas que são desenvolvidas por especialistas do mercado para garantir uma melhor conexão entre a empresa e o seu público almejado, pois quanto maior for a força dessa relação, melhores poderão ser os resultados a serem alcançados por tal companhia.

    Uma situação benéfica que abrange os mais variados perfis de negócio, desde uma empresa de pequeno porte, até mesmo de um grande conglomerado. Ambos tendo que ter atenção às estratégias que podem ser acessadas por um modelo de negócio em particular.

    Isso em um ambiente onde uma empresa de mudas florestais pode encontrar um melhor sucesso em suas ações de venda ao apostar em uma comunicação customizada com cada visitante que entra em contato com as lojas físicas de paisagismo desta companhia.

    Por outro lado, uma empresa de tecnologia pode ter mais sucesso se apostar justamente em um contato digital com a sua audiência, dando destaque para as redes sociais, o disparo de e-mails, além de outras estratégias a serem operadas em um ambiente virtual.

    E na mesma medida em que existe um perfil variado de negócios, é possível encontrar também uma multiplicidade de práticas que podem ser executadas por uma companhia por meio de ações que são desenvolvidas de forma frequente dentro do cenário comercial.

    Pois da mesma maneira em que fabricantes de estação de tratamento de água podem encontrar no mercado novas peças e equipamentos que podem ser utilizados no seu processo de confecção, é possível encontrar diferentes estratégias de mercado.

    Isso através de ações que possam aumentar a conexão desse tipo de negócio com o seu público, otimizar as suas relações com parceiros comerciais, além de muitos outros benefícios a serem conquistados por meio de uma estratégia específica.

    E para escolher uma estratégia de marketing que ofereça os melhores benefícios para o seu negócio, primeiro é importante conhecer quais são as práticas disponíveis no mercado, além de qual é o objetivo principal desse tipo de tática comercial.

    O valor de uma ação de marketing

    Para explicar o funcionamento do marketing em si, é importante ter atenção à própria terminologia da palavra, tratando-se da junção do termo “market”, mercado em inglês, com a terminação “-ing”, utilizada para indicar movimento para a expressão em que é aplicada.

    Diante disso, é possível definir o marketing como um conjunto de estratégias voltadas a otimizar qualquer tipo de relação que possa ocorrer dentro de um mercado, independente de qual seja o perfil por trás desse empreendimento.

    E é justamente por causa da extensão do mercado que é possível encontrar um número tão grande de estratégias de marketing. Cada uma analisa as características de um negócio, e com base nisso define ações capazes de otimizar os resultados a serem alcançados.

    Como uma empresa especializada em licenciamento ambiental, que deve trabalhar não só para conquistar uma audiência, mas também para ensinar ao mercado sobre a necessidade de se recorrer aos seus serviços, para assim ampliar a sua repercussão.

    Entre algumas estratégias de marketing populares, é válido destacar:

    • Marketing digital;
    • Marketing de conteúdo;
    • Marketing de atração;
    • Marketing verde;
    • Marketing social.

    Práticas essas que ganham uma certa popularidade justamente por causa do valor que elas apresentam diante do modelo atual de mercado, no qual o público está cada vez mais atento a questões como as práticas sustentáveis e o valor social de um negócio.

    Questões que vêm sendo trabalhadas com o apoio das ferramentas digitais, no que acaba por ampliar a aproximação de um negócio ao seu público, que ao procurar por avaliação de imoveis valor na internet, facilmente encontra o contato de empresas que atuam com isso.

    Logo, pode ser difícil para um negócio descobrir quais são as estratégias de marketing capazes de otimizar os seus serviços, permitindo assim o encontro de melhores resultados por parte do perfil de cada tipo de empreendimento.

    E para o encontro das melhores estratégias, é importante definir antes qual é o objetivo que move as ações de uma companhia, de forma a amplificar os seus resultados dentro do mercado.

    Principais objetivos de uma ação comercial

    No processo de definição de uma boa estratégia comercial, é importante identificar qual é o principal objetivo por trás das ações de um negócio. Entre os propósitos mais comuns de se achar no mercado é válido destacar a expansão de um empreendimento.

    Seja em relação a um crescimento de público ou à ampliação do próprio negócio em si, como um distribuidor fonte chaveada que trabalha apenas com o setor nacional e que agora pensa em expandir as suas atividades para o mercado internacional.

    A definição de cada finalidade comercial depende também da organização de um empreendimento, principalmente ao contar com as características de elementos capazes de definir as atividades de um negócio, como ocorre com o marketing mix.

    Estratégia que opera em cima de conceitos como:

    • Produto;
    • Preço;
    • Promoção (comunicação);
    • Praça (ponto de venda).

    Características essas que devem ser levadas em conta por um negócio, para assim definir não só quais são os seus objetivos comerciais, mas também quais são as estratégias capazes de otimizar o seu alcance de resultados em cima desses propósitos.

    Baseado nesse contexto, uma empresa que trabalha com o desenvolvimento de um sistema de geração de vácuo, adequado para garantir o funcionamento de uma fábrica, pode definir qual é o seu principal objetivo a ser alcançado, agindo então para obtê-lo.

    E para definir o tipo adequado de estratégia de marketing capaz de trazer melhores resultados para o seu negócio, é importante atuar com um foco específico em relação à escolha das melhores práticas comerciais que podem ser aplicadas ao seu projeto.

    Como definir um foco comercial a suas estratégias?

    A partir do momento em que um negócio passa a ser administrado tendo um foco comercial claro, torna-se mais fácil para ele alcançar as suas metas definidas. Algo que se torna possível por causa das diretrizes a serem seguidas por todas as equipes de uma empresa.

    Um alinhamento que se torna possível a partir do trabalho em cima de 4 etapas em especial, sendo elas:

    1. Definição do objetivo

    Como citado anteriormente, diversos são os objetivos aos quais uma companhia pode trabalhar, como aumentar o alcance dos seus serviços ou ampliar sua quantidade de vendas. E para cada propósito existe uma estratégia que se mostra ideal.

    Logo, para estabelecer um foco comercial em cima de um projeto, o primeiro passo deve ser a definição do objetivo a ser conquistado por meio dessa ação, seja como um propósito contínuo da companhia ou somente algo a ser trabalhado por uma campanha.

    1. Escolha da equipe adequada

    Após a definição de um objetivo por parte de uma companhia, etapa importante para que um fornecedor de produtos para tratamento de efluentes industriais consiga identificar a estratégia de marketing mais adequada, é preciso escolher quem vai trabalhar nisso.

    Ou seja, fazer uma seleção de profissionais adequados, com capacidade de atuar junto das práticas necessárias para que um negócio consiga se destacar dentro de sua área, sendo importante passar para o time o tipo de alinhamento que uma empresa busca no mercado.

    1. Plano de ação

    Tendo em mente a equipe que irá trabalhar em seu negócio, assim como o tipo de objetivo que esse time terá de alcançar, é preciso então estruturar essa relação por meio de um cronograma de atividades.

    A partir desse planejamento, uma companhia pode ter um melhor controle sobre as suas responsabilidades, assim como o tempo exigido para que os seus propósitos comerciais tenham sido alcançados, sendo possível otimizar suas ações futuramente.

    Um calendário que pode ajudar na conclusão de uma atividade ao separá-la por etapas, sendo mais fácil de visualizar o quanto mais será necessário para concluir uma meta, tendo como base a estratégia de marketing que poderá ser executada.

    1. Indicadores adequados

    Para finalizar, o seu objetivo de definir quais são as estratégias que melhor se aplicam ao seu negócio, dando um foco maior ao seu empreendimento, é importante definir metas, assim como observar alguns indicadores disponíveis no mercado.

    Como o número de clientes que uma loja conquistou ao trabalhar com o cenário digital, ou então a redução de custos obtida a partir do momento em que um negócio passa a dar atenção ao processo de regularização ambiental de empresas.

    Evitando-se a disputa contra diversas ações ambientais que podem ser levantadas ao seu negócio, em casos graves até mesmo fechando o seu empreendimento. É importante observar os números positivos a partir do momento que tal empresa legaliza seus serviços.

    De forma geral, um conjunto de etapas que permite a uma companhia não só definir melhor o seu foco de negócios, como também alcançar de forma mais rápida qualquer que seja os seus objetivos definidos junto a uma estratégia de marketing adequada.
    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Segurança de dados: Como promover na sua empresa?

    Por Luiza  |   |  Comente »

    Em um mundo cada vez mais tecnológico, novas necessidades vão surgindo dentro das empresas, enquanto a alguns anos atrás, a prioridade era garantir a segurança física dos funcionários e dos equipamentos, nos dias de hoje é preciso se preocupar com algo a mais: os dados. 

    Dentro do universo mundo virtual, milhares de dados correm de um lado para o outro diariamente, fornecendo centenas de informações valiosas de usuários e da sua própria empresa que trabalha com oxigênio medicinal.

    Afinal, informações valiosas são compartilhadas na internet, e qualquer uma que for hackeada, violada ou roubada, pode acarretar em um prejuízo enorme para qualquer negócio, se você não quer que isso aconteça, recomendamos que utilize a segurança de dados dentro do seu negócio. 

    Sendo assim, no texto de hoje iremos mostrar como promover a segurança de dados dentro da sua empresa, iremos separar algumas dicas de como você pode deixar o seu lado virtual muito mais seguro, bora conferir? Então vamos lá!

    Mapeie todos os riscos existentes dentro da sua empresa

    O primeiro passo para promover a segurança de dados dentro da sua empresa, é mapeando todos os riscos existentes e que podem ser prejudiciais para o seu negócio, afinal, não são apenas fatores externos que podem afetar suas informações que estão salvas. 

    É preciso mapear por completo e identificar os possíveis problemas disponíveis na sua empresa que vende exaustor centrífugo, panes tecnológicas, vazamentos internos intencionais, queda frequente de energia, equipamentos danificados e más práticas de uso de dados, são alguns exemplos que podem ocorrer no seu negócio e devem ser analisados previamente. 

    Adote um sistema em nuvem

    Quando falamos de problemas no servidor e panes tecnológicas, existe um recurso que pode acabar com isso de maneira efetiva: o armazenamento em nuvem. Essa metodologia, garante que todos os seus dados sejam salvos em servidores externos, ou seja, em uma “nuvem virtual”. 

    Isso permite muito mais segurança, e praticamente anula qualquer chance de invasão em servidores internos ou perda por problemas técnicos. 

    O armazenamento em nuvem pode ser acessado de qualquer computador e em qualquer lugar, trazendo mais segurança e consequentemente, mais praticidade para seus colaboradores. 

    Limite os acessos às informações

    Por mais que a troca de informações seja algo importante dentro de muitas empresas, existem certos dados que têm que ser restritos, justamente, a fim de evitar qualquer vazamento interno ou vindo de dentro da corporação. 

    Até mesmo um “sem querer”, pode acarretar em vazamentos e consequentemente, prejuízos para a sua empresa. Mantenha os dados em sigilo e não compartilhe todas suas informações com todas as pessoas. 

    Procure limitar o acesso e compartilhe apenas o necessário com cada colaborador, ou seja, só forneça as informações que eles precisam saber para nada além disso. 

    Se previna de ataques externos

    Os ataques externos são, provavelmente, a maior causa da perda de dados nas empresas, então, é preciso se prevenir para que o número seja reduzido ou até mesmo excluído de qualquer operação. 

    Não existe nenhuma prática que garanta 100% que nunca irá acontecer um hacker ou roubo de dados, porém, algumas estratégias podem funcionar e garantir a proteção e uma segurança muito maior da sua empresa que vende luva de vaqueta

    Atualize o sistema com frequência, faça diagnósticos de vírus, neutralize eventuais “gargalos” existentes, crie senhas fortes, restrinja o compartilhamento de dados, verifique os sites seguros e atualize as barreiras de proteção. 

    Converse com os colaboradores

    Por fim, para que todas essas práticas demonstram o máximo de efetividade, é crucial que você converse com seus colaboradores e adote práticas e uma ideologia totalmente voltada para a segurança de dados. 

    Procure informá-los e instruí-los para sempre procurarem a segurança, mantenha-os informados e mostre para eles como eles podem garantir sua segurança individual. 

    Se cada um fizer a sua parte, a probabilidade do seu ambiente se manter seguro é muito maior em uma escala coletiva. 

    Agora conte para a gente nos comentários abaixo, o que achou sobre o texto de hoje? Curtiu? Não se esqueça de compartilhar com seus amigos caso tenha gostado, até a próxima!

    Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais

  • Como melhorar sua taxa de resposta em e-mails?

    Por Luiza  |  14/06/2022  |  Comente »
    Carta de papel de comunicação de rede de e-mail perfurada Foto gratuita

    Uma das tarefas mais difíceis no mundo do marketing online é atrair novos clientes. Existem diversas estratégias em meio ao marketing, mas uma que se destaca é o e-mail marketing. O objetivo dela é alcançar uma taxa de resposta que seja interessante para os negócios.

    Ou seja, entre tantas ofertas de marcas hoje em dia, torna-se cada vez mais difícil se destacar da multidão e convencer os clientes em potencial a fazer uma compra. Além disso, é ainda mais difícil criar um relacionamento próximo com esse consumidor.

    O e-mail marketing pode ser aplicado em qualquer tipo de negócio, seja em uma empresa de montagem de painel elétrico ou empresas do setor financeiro, isso porque a eficácia dessa ação é bastante comprovada. 

    Pois bem, os tópicos a seguir abordarão algumas das melhores práticas e dicas sobre os indicadores e métricas de e-mail marketing, ajudando sua marca a encontrar o melhor caminho para o sucesso. Continue a leitura e confira!

    Utilize as estratégias certas para seu tipo de negócio

    Seja uma empresa de cabeamento estruturado ou uma grande empresa de logística, todas precisam usar o marketing digital em algum nível para atrair mais clientes e aumentar a taxa de conversão, gerando assim lucro para a marca.

    Porém, ao contrário do que muitos pensam, montar uma estratégia de marketing de sucesso pode ser mais difícil do que parece, principalmente quando você está trabalhando com o e-mail marketing.

    Por exemplo, se uma empresa de projeto de drenagem fizer a aplicação do e-mail marketing focada em seu cliente ideal, tornará o caminho muito mais fácil para efetuar uma campanha assertiva, pois saberá exatamente com quem fala e o que busca.

    Nesse sentido, é importante utilizar as estratégias de marketing que coincidam com cada tipo de negócio. De forma bem simples, existem vários tipos de e-mail marketing que você pode adicionar à sua estratégia, como: 

    • E-mail de boas-vindas; 
    • E-mail de encorajamento; 
    • E-mail de conteúdos ricos;
    • E-mail de recompensa; 
    • E-mails sazonais; 
    • E-mail de aniversário;
    • Pesquisas e feedbacks. 

    Importante reforçar que esses são apenas alguns exemplos que podem ser inseridos em sua estratégia para facilitar a comunicação com potenciais clientes. 

    Logo, é possível criar mensagens envolventes para o público, independentemente de qual seja o seu ramo, indo desde empresas de limpeza e higienização de reservatórios de água até outros segmentos bem variados.

    Estude as métricas de indicadores de resposta aos e-mails

    Além de saber o que é, também é necessário entender completamente as características dessa estratégia de negócios, bem como suas métricas, para que seu uso seja eficaz e para que realmente faça a diferença dentro da sua organização.

    Muitos acreditam que apenas enviar e-mails consistentemente pode fazer a sua empresa terceirizada de limpeza de escritório se destacar, mas não adianta enviar toneladas de e-mails se a organização não acompanhar a eficiência por meio de resultados concretos.

    De forma simples e direta, as métricas são utilizadas na  campanha ou estratégia de negócios para mostrar os resultados e assim orientar a tomada de decisões.

    Com bons resultados e números que comprovam o andamento da estratégia, a empresa sabe se um investimento, produto ou serviço está trazendo resultados, gerando assim mais clientes e melhorando o faturamento.

    Assim como sua empresa de assistência técnica aquecedores Cumulus necessita verificar a satisfação de seus clientes com seu serviço, o e-mail marketing não é diferente.

    Torna-se necessário estudar as melhores métricas para o seu negócio, sendo elas desde a porcentagem de abertura de e-mails até mesmo o balanço de cancelamento/inscrição da lista de envio. 

    Melhore seu marketing geral por e-mail

    Ao melhorar toda sua estratégia de e-mail, desde o design até o conteúdo em si, você poderá identificar o envolvimento do público, entender melhor seus assinantes e determinar o sucesso de seus esforços gerais de marketing por e-mail.

    Felizmente, melhorar sua taxa de resposta não é tão difícil. Muitas vezes as empresas investem em bons conteúdos, mas que não têm uma boa apresentação, por exemplo, as letras são pequenas, as cores são muito claras, não tem nenhum tipo de imagem, logo ou design que chame atenção. 

    Monitore o engajamento

    Engajamento é um termo que indica como e em qual medida as pessoas reagem ao conteúdo. Quando você envia mensagens de e-mail, com certeza quer obter o maior número de respostas possível.

    E não é diferente de quando uma empresa desenvolve estratégias de e-mail marketing. Isso porque, ao enviar e-mails, ela tem como objetivo converter o maior número de clientes. 

    Mas para se ter sucesso com isso é imprescindível que ocorra um monitoramento dos indicadores. Seja em uma central de interfonia condominial ou uma empresa de grande porte, é muito importante avaliar continuamente o engajamento dos e-mails. 

    Inclusive, algumas métricas utilizadas para monitorar o engajamento são:

    • Quantidade de e-mails abertos;
    • Números de inscrições;
    • Inscrições não canceladas.

    Portanto, é essencial investir em alguma ferramenta de monitoramento de engajamento. Assim sendo, você terá como sondar as campanhas que estão dando certo, o que precisa melhorar e o que precisa ser mantido.

    Evite apelos excessivos

    Deve-se evitar o uso de palavras muito comerciais e apelativas, pois o formato pouco interessa ao público, além disso, pode ocorrer do e-mail ser classificado como spam. E isso prejudica bastante o engajamento e a estratégia de e-mail marketing como um todo. 

    Portanto, evite os seguintes termos:

    • Promoção;
    • Compre agora;
    • Gratuitamente;
    • Clique;
    • Crédito.

    Termos como esses podem atrapalhar a transferibilidade de informações e, assim, afetar sua estratégia levando seus e-mails direto para a caixa de spam.

    Promova um senso de urgência

    Você deve entregar exatamente o que promete nos e-mails, e usar esse recurso com cautela, além de adicionar um senso de urgência na linha de assunto do e-mail, pois pode ser fundamental para sua estratégia. 

    Pode-se utilizar termos como “Não acredito que você vai perder!” ou algo do tipo, gerando curiosidade e fazendo os usuários abrirem os e-mails com mais facilidade. Isso se aplica a quaisquer tipos de empresas, como de cosméticos veganos, ou um fabricante de túnel de encolhimento.

    São nichos bem específicos e consideravelmente opostos, simplesmente para você entender que independentemente do segmento, é importante criar senso de urgência nos e-mails e nas estratégias de marketing em geral.

    Invista em personalização de conteúdos

    Segundo uma pesquisa elaborada pela Dinamize, e-mails personalizados possuem uma taxa de abertura 40,19% maior em relação àqueles sem qualquer personalização.

    E-mails personalizados acabam gerando uma proximidade com o público, desenvolvendo um relacionamento muito mais duradouro. 

    A personalização diz respeito ao que você sabe sobre cada um de seus leads, envolvendo aspectos como relevância do conteúdo para cada contato. Para isso, você deve considerar todas as informações disponíveis em cada lead para gerar uma estratégia eficaz.

    Acompanhe os resultados de cada envio

    Revise os relatórios de envio para identificar onde você pode melhorar nas próximas ações que realizar. Veja coisas como cliques, cancelamentos, taxa de visualização e todas as outras métricas disponíveis na plataforma.

    Isso lhe dará um norte em todo processo de criação, e em todas as estatísticas que se utilizam para que os e-mails cheguem até cada usuário. 

    Caso você tenha uma agência contratada em suas campanhas, solicite esses dados, faça parte do planejamento, e fique a par dessas métricas importantes. Afinal, o negócio é seu. Por mais tentador que só delegar pareça ser, seja um participante de tudo que é desenvolvido.. 

    Faça e-mails de pesquisa

    O marketing por e-mail é uma ótima oportunidade para entender melhor seus usuários. Além disso, ele também pode ser usado para coletar dados de pesquisas.

    Isso porque, é uma maneira altamente eficaz para produzir novos conteúdos de e-mail marketing com base nesses dados. Um exemplo é uma pesquisa de satisfação pós-compra, que ajuda a descrever sua persona e entender o mercado.

    Envie conteúdo de leitura obrigatória

    Outra dica essencial para ter uma melhor resposta aos seus e-mails é enviar conteúdos realmente incríveis que são impossíveis de serem ignorados. Ou seja, envie para seus assinantes e/ou contatos ​​conteúdos não solicitados que agreguem valor incomparável.

    Por que alguém abriria um e-mail desinteressante e sem valor agregado? Nesse sentido, conteúdo mal elaborado servirá apenas para semear danos à sua reputação comercial e levar a cancelamentos e descadastramentos da lista de e-mails. 

    Em vez disso, trabalhe duro para enviar ao público o tipo de conteúdo que eles desejam consumir. Esses conteúdos podem ser enviados na forma de recursos informativos, o que sua empresa percebe sobre produtos relevantes, um desconto, uma solicitação de feedback, entre outros.

    A única maneira de criar conteúdo atraente é entender seu público. Descubra o que ele gosta e não gosta e, em seguida, use insights para incentivar mais respostas.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Tráfego pago: o que é e como ele pode ajudá-lo a expandir seus negócios!

    Por Luiza  |   |  Comente »
    um homem utilizando tráfego pago em seu site.

    O que é Tráfego Pago?

    O tráfego pago é uma ótima maneira de expandir seus negócios. Ele pode ser usado de muitas maneiras diferentes, e há muitos fatores diferentes a serem considerados ao usá-lo.

    O tráfego pago pode ser usado para diversos fins, como aumentar o reconhecimento da marca, impulsionar as vendas e gerar leads. Um curso de vendas também pode te ajudar muito nisso. Existem muitos tipos diferentes de canais de tráfego pago disponíveis para empresas: exibir anúncios em plataformas de mídia social como Facebook ou Google AdWords em mecanismos de pesquisa como Google ou Bing.

    Existem também canais de tráfego pagos que permitem que as empresas segmentem públicos específicos, como por exemplo Públicos Semelhantes do Facebook ou InMail do LinkedIn. O tráfego pago pode ser uma ótima maneira de gerar leads e aumentar as vendas se for feito corretamente. 

    Quer saber mais? Continue lendo esse artigo!

    Quais são as melhores maneiras de usar o tráfego pago para o seu negócio?

    Existem muitas maneiras diferentes de usar o tráfego pago para o seu negócio. A maneira mais comum é segmentar um público específico com os mesmos interesses que você. Isso pode ser feito por meio de campanhas do Facebook ou Google Ads, por exemplo.

    Outra maneira popular de usar o tráfego pago é por meio do redirecionamento, o que significa que, quando alguém visita um de seus sites como por exemplo a página de vendas do seu curso de PNL, pode ver seus anúncios em outros sites que visitar no futuro. Ter metas e objetivos para te guiar é importantíssimo na hora de escolher qual é a melhor maneira de usar o tráfego pago. 

    A última maneira de usar o tráfego pago é criando um público personalizado de pessoas que interagiram com suas campanhas de e-mail ou site e, em seguida, segmentando-as com anúncios no Facebook ou Google Ads.

    Como fazer uma campanha de tráfego de qualidade?

    Há muitas maneiras de executar uma campanha bem-sucedida. Mas a única coisa que é comum a todos eles é que você precisa ter um objetivo em mente.

    Por exemplo, se você deseja que as pessoas se inscrevam no seu curso de hipnose, você precisa ter um botão de chamada para ação em sua página de destino. Dessa forma, quando as pessoas acessarem seu site, elas verão o botão e terão maior probabilidade de clicar nele e se inscrever.

    Outro exemplo seria se você deseja que as pessoas comprem seu produto ou serviço. Você deve certificar-se de que a página de destino tenha uma estrutura de preços clara e um botão de call to action que leve diretamente à página de checkout depois que eles clicarem nela. Você também deve ter um valor claro de custo por clique para atrair os usuários a clicar na página de destino. Pode ser o número de cliques, o número de impressões ou o que você deseja pagar por clique. CPC significa “pagamento por clique” e geralmente é baseado nas plataformas de publicidade disponíveis. Uma das características mais importantes do design da página de destino é um ótimo título. Se você conseguir que seu redator escreva um título que chame a atenção, será muito mais fácil para os usuários lerem o restante do seu conteúdo e agirem.

    Principais vantagens do tráfego pago para o seu negócio

    O tráfego pago também é uma forma eficaz de aumentar a visibilidade do seu negócio. Assim como:

    • Aumentar a visibilidade da marca
    • Construindo uma lista de assinantes de e-mail
    • Geração de leads
    • Promover um serviço ou produto
    • Melhorar as classificações orgânicas nos resultados de pesquisa do Google
    • Criação de conteúdo com potencial para viralizar nas redes sociais.
  • A importância do Marketing digital para o E-commerce

    Por Luiza  |  10/06/2022  |  Comente »

    O Marketing Digital tornou-se a grande força motriz para os e-commerce, pois oferece o melhor dos dois mundos, pois converte leads em clientes e eleva o Retorno sobre os Investimentos. 

    Por isso, é correto afirmar que é bom se distanciar dos antigos métodos de publicidade, calçar sua luva de vaqueta e potencializar seu negócio com o Marketing Digital. Sendo assim, o gestor poderá sentir um crescimento realmente interessante, bem como fazer vendas robustas e ter uma receita satisfatória.

    O marketing digital é uma maneira segura de alcançar clientes em potencial porque o cenário atual está dentro dos smartphones ou notebooks e tablets. Faça essa revolução e reverbere sua marca em qualquer lugar. Quer entender ainda mais os motivos do conceito ser importante? Então, continue com a gente!

    Você comercializa seus produtos online

    Qual foi a última vez que comprou algo fisicamente? Ou seja, saiu de sua casa, pegou trânsito e filas para adquirir um item que está a alguns cliques de distância? O Marketing Digital mudou a forma de comprar e vender produtos ou serviços. 

    Tudo pode ser comercializado online, desde roupas a oxigênio medicinal. É uma nova tendência e ela evolui dia após dia, com conceitos e ferramentas cada vez melhores.

    Alcança milhões em um piscar de olhos

    Como há um crescimento expansivo de usuários online (principalmente depois da pandemia), você pode atingir milhões de clientes. Algo que seria impossível há décadas atrás. 

    Todos estão online! Então sua marca também deve estar, senão será esquecida. As ferramentas de marketing digital podem atrair leads e manter aqueles que já foram cativados por sua proposta.

    Melhora o alcance do mercado e sobrevive à concorrência

    Nesta competição acirrada, ficar em pé de igualdade com as maiores marcas é uma tarefa complexa, já que todas usam o marketing digital. 

    Mas é uma disputa mais justa e coerente do que antes. No fim das contas, é o conceito que simplifica o processo e pode fazer com que você tire proveito dos concorrentes com insights magníficos.

    Afeta as decisões de compra

    A estratégia de marketing digital que você usa atrai os visitantes do site e afeta suas decisões de compra. Além disso, os leva a comprar os produtos só por impulso. Por exemplo: às vezes a pessoa vai em busca de um exaustor centrífugo, nota preços interessantes de outros itens e coloca no carrinho de compras. 

    Para se destacar da concorrência, as empresas de e-commerce precisam adotar diversos canais e táticas que atraem e retêm seus clientes, tais como:

    • Redes sociais;
    • Canais de comunicação efetivos;
    • Chatbots;
    • Imagens criativas e chamativas;
    • Entre outros.

    Prolifera vendas em curto espaço de tempo

    Os serviços de marketing digital são fascinantes quando se trata de obter boas vendas em um curto espaço de tempo. Como é uma maneira fácil de interagir com os clientes, ajuda a economizar tempo, dinheiro e esforços dos colaboradores.

    Com tudo isso dito, não há como negar que o e-commerce não vive sem o marketing digital! Portanto, não fique de fora. 

    Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.
    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • 5 táticas infalíveis para gerar leads qualificados!

    Por Luiza  |  09/06/2022  |  Comente »

    Pense que você é gerente de uma empresa de automação residencial e precisa de novos clientes. Para que eles cheguem de maneira qualificada, é importante, primeiramente, tê-los como leads.

    Este é o primeiro passo do funil de vendas, onde notará quais as pessoas que desejam seu produto ou serviço e aqueles que estão lá ‘só de passagem’. Quer entender melhor sobre o tema e ter dicas infalíveis para fazer esta geração? Então, vem com a gente!

    1: Tenha as ferramentas certas para rastrear seus leads

    Em primeiro lugar, ao fazer qualquer geração de leads, você precisa acompanhar o retorno sobre o investimento, além de alocar o orçamento correto para atraí-los e transformá-los em clientes.

    O Google Analytics é ótimo para rastrear seus anúncios. Ele permite que analise o tráfego do seu site, relatando o comportamento do público. Além disso, pode dar ideias sobre gostos semelhantes dos clientes e, com isso, será fácil ajustá-los para atrair mais pessoas. É como se colocasse aqueles rótulos adesivos de marcas famosas para chamar atenção de um certo nicho.

    2: Monitore sua concorrência

    A sua concorrente lançou um novo serviço, produto ou até mesmo um novo site? Esteja ciente disso o quanto antes! Ao acompanhar o que as outras marcas estão fazendo, você terá vantagem e os vencerá com boas práticas e novos produtos para conquistá-los.

    3: Use as redes sociais para gerar os leads

    Uma dica simples e infalível para gerar leads qualificados é: use as redes sociais. Ela é usada para uma variedade de coisas, desde aumentar o reconhecimento da marca em campanhas até fazer a interação com os clientes. Mas também pode reforçar o número de vendas.

    Sua conta precisa direcionar o tráfego para o site, um blog, um link de compartilhamento de ofertas ou descontos para atrair as pessoas e fazê-las clicar.

    4: Concentre-se na qualidade e nem tanto na quantidade

    Sempre preocupado com o número de leads que você está recebendo? Não fique assim! A qualidade é muito mais importante do que a quantidade. 100 leads de qualidade que convertem em 60% são mais importantes do que 1000 leads que convertem em 10%. 

    Suas equipes também terão tempo para interagir com quem realmente está interessado e, no fim do ano, além de brindes corporativos, ganharão uma bonificação, principalmente se sua marca trabalha com participação nos lucros. 

    5: Crie conteúdo incrível para sua geração de leads

    Se o seu conteúdo for incrível, as pessoas irão compartilhá-lo! Isso é fato. Crie algo que seja envolvente, que mostre sua experiência no assunto em questão e permita que as pessoas evoluam naquele tema. 

    Podem ser blogs, um vídeo sobre a empresa ou até mesmo uma imagem ou infográfico. Se os visitantes gostarem, é garantido que se converterão em leads. No entanto, certifique-se de dedicar tempo e pensamento ao que está criando e faça um crivo com outros funcionários para que o texto não tenha erros de digitação ou pontuação.

    Esperamos ter ajudado com essa postagem, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.

    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.