Expectativas do varejo para o Natal 2011

Por Luis Mosko  |  22/11/2011  |  Comente »

O natal é a data do ano em que as pessoas costumam mais gastar o seu dinheiro, seja no Brasil ou em qualquer lugar do mundo. Afinal o natal é a época mundialmente conhecida como o período das confraternizações, das trocas de presentes entre familiares e amigos, da época de presentear seus filhos e sobrinhos que esperam a cada ano ansiosamente por presentes de natal, e que por conseqüência disso as pessoas acabam por juntar todas suas economias para poder dar um presente legal para quem ama todo final de ano.

E quem se beneficia com isso são os donos e funcionários do comércio varejista, pois quanto mais gastos dos brasileiros, mais gordo será o natal de ambos. Segundo pesquisa da empresa Sistema Fecomércio Minas, 88,5% dos empresários que foram entrevistados acreditam que o natal de 2011 será melhor que o do ano passado, expectativa que vem crescendo desde 2009 entre os varejistas. Isso mostra maior confiança dos empresários na força comercial que a data proporciona, além do clima econômico favorável que enfrentamos no momento mesmo apesar da crise internacional.

O cartão de crédito e a facilidade do parcelamento em várias vezes prometem ser a maneira preferida de pagamento dos brasileiros, o que é um fator que traz um maior numero de consumidores para o mercado. Outro fator que anima o comércio do varejo é o recebimento da primeira parcela do 13° salário para o consumidor. Estudos mostram que boa parte do consumidor não utiliza do 13° para pagar algumas dívidas, mas sim para consumo. O que anima ainda mais o setor varejista que espera conquistar mais lucros com esse perfil de consumidor que ocupa cada vez mais uma boa parcela do mercado.

É claro que para obter maior quantidade de lucros, o dono de comércio precisa estar preparado para atender o consumidor da melhor maneira possível e não dar um passo em falso nas vendas. É preciso que o varejista invista em decorações natalinas para as vitrines das lojas, divulgue sua empresa online e offline e quase que inevitavelmente contratem funcionários temporários para essa época, além de capacitar não só os novos, mas também os que já estão há algum tempo na empresa, pois como nesse período do ano o movimento é muito maior todos devem estar preparados para receber o dobro de clientes que recebem normalmente, e dar a melhor atenção possível.

Nenhum comentário ainda.

Deixe seu comentário:

*