• As melhores dicas para abordar o cliente e ter vendas efetivas

    Por isabela  |  24/08/2021  |  Comente »

    Quando falamos em fazer as vendas aumentarem, é indispensável analisarmos as formas de abordagem ao cliente e a retórica utilizada para alcançar esse objetivo.

    Entre as principais características de uma boa abordagem de vendas estão:

    • Conhecimento total do produto/serviço em questão;
    • A apresentação do custo-benefício de forma clara e direta;
    • Contra argumentação pronta para determinados questionamentos;
    • A liberdade retórica para que o operador consiga trabalhar com o cliente;
    • Entre outros.

    Foi pensando em repassar ao nosso leitor dicas excelentes de como abordar o cliente e ter vendas mais efetivas é que produzimos esse artigo. Gostou do tema? Precisa aumentar as vendas de sua empresa? Então venha conosco e confira mais a seguir. 

    Treine a retórica e persuasão dos funcionários para garantir a atenção do cliente

    Ninguém se torna um bom vendedor da noite para o dia, é preciso se adaptar a situações adversas e os limites de interesse da empresa. Alguns funcionários podem ter melhor desenvoltura, já outros podem apresentar maiores dificuldades e isso é totalmente normal.

    No entanto, é de extrema importância que a empresa treine a retórica de seus colaboradores e apresente as formas que ela prefere que seu cliente seja abordado.

    Logo, se você tem uma empresa especializada na venda de elevador de carga, por exemplo, faça um projeto de retórica e argumentação, onde deve ser frisado todos os benefícios e diferenciais do produto.

    Crie uma régua de negociação com o cliente

    O funcionário precisa ter liberdade para negociar com o cliente, pois ele entende o que chamamos de “feeling” da conversa.

    Isso quer dizer que se o cliente precisar de um pouco mais de desconto para fazer a compra de uma batedeira industrial, por exemplo, é muito interessante que o funcionário tenha liberdade para tomar essa decisão.

    Ressalvamos que no treinamento essa questão seja bem esclarecida, para que toda régua de negociação esteja sempre dentro do planejamento de lucro da empresa. 

    Pesquise o mercado

    Ter conhecimento do ramo e estudar a concorrência não é uma opção, é uma obrigação para aquele que quer se tornar uma referência. 

    Saber até que ponto a empresa do concorrente chega com o público alvo, é um dos passos mais importantes para tentar encontrar um diferencial que você possa oferecer para esse mesmo cliente. 

    Então, se você tem uma concorrência no ramo de demolição controlada, por exemplo, comece agora mesmo a observar o que eles fazem, como atendem o cliente, quais condições oferecem e tente, com essas informações, ser melhores em todos os aspectos possíveis.

    Valorize seu produto

    Quando falamos em valorizar o produto, ressaltamos que na tática de argumentação, sempre deve-se apontar o diferencial.

    O cliente quando está ouvindo a proposta tenta encontrar no produto oferecido, aquilo que ele procura e é por isso que a retórica precisa ser treinada e flexível.

    Nessa parte o operador que está realizando a negociação precisa compreender a forma de valorizar o produto para que converta o lead em venda.

    Isso pode ser oferecido como garantia maior, ou numa desconto com ‘exceção especial’, ou mesmo uma condição especial para pagamento facilitado em compras por atacado.

    Esperamos que essas dicas sejam importantes para você que busca ter vendas mais efetivas. Se gostou do tema compartilhe com pessoas que possam te ajudar e nos siga para mais conteúdos.
    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • Entenda a importância da nota fiscal para o e-commerce

    Por isabela  |  20/08/2021  |  Comente »

    Consegue se lembrar do último produto que comprou e não lhe foi oferecida a nota fiscal? Provavelmente o “não” será sua resposta. Afinal, há muitos anos, ao comprar qualquer tipo de produto, desde bisnaga de plástico a alimentos, sempre nos é entregue a nota fiscal.

    Depois de um sistema legal instituído, as notas fiscais são um ato comum inclusive no e-commerce. Sendo obrigação quando há uma transação comercial. Por isso, será importante entender quando anexar ao produto o comprovante.

    Segundo levantamento divulgado através pela Receita Federal, através do Boletim da Nota Fiscal Eletrônica, o número de notas fiscais eletrônicas (NF-e) emitidas no ano de 2020 foi de 9,3 trilhões, sendo 6,8% a mais do que em 2019. Outro número interessante de se analisar, é o aumento de 15% nas notas emitidas em dezembro de 2020.

    Desta forma, fica claro que grandes e pequenas empresas estão utilizando esse recurso. Porém, em raras exceções, a nota deixa de ser uma opção e sim uma obrigação legal.

    Coloque sua luva de vaqueta e prepare-se para a manutenção em sua empresa, pois hoje irá conhecer mais sobre esse documento e quando deve emitir Nota Fiscal.

    Nota fiscal no e-commerce: como funciona?

    Sendo bem objetivo, a nota fiscal no e-commerce serve, primeiramente, para comprovar que houve uma transação com fins comerciais, ou seja, compra e venda. É um documento fiscal que formaliza, para a Receita Federal, que sua empresa está oferecendo “x” produto a “x” valor, ajudando na futura cobrança de tributos deduzidos dessa transação.

    Uma função importante desempenhada pela nota é garantir segurança para o cliente, mostrando a legalidade do produto vendido, procedência e reembolso garantido, caso precise. No documento constam:

    ● Descrição do produto;

    ● Valor da transação;

    ● Dados do emissor;

    ● Dados do receptor.

    A obrigatoriedade deste documento está prevista na lei 8.846.

    Mais dicas sobre a Nota Fiscal para o e-commerce

    Assim como um amplificador de som é precioso para uma festa, no e-commerce, é ideal fixar a nota no lado de fora da encomenda, dentro de uma embalagem plástica para proteção, assim, a NF ficará visível para o cliente, quando o mesmo receber o produto.

    Além das notáveis vantagens ditas acima, emitindo a nota, o lojista garante à sua empresa um seguro no caso de avarias na entrega ou durante a estocagem. Isso ocorre, pois certas transportadoras limitam este valor mesmo que a mercadoria chegue com danos. Esta pequena atitude previne que haja prejuízos financeiros.

    Outra notável vantagem é que, vez ou outra durante as entregas, há fiscalizações nas rodovias. Se seus produtos apresentarem as notas, os fiscais terão maior facilidade em averiguar que estão lidando com mercadorias legalizadas.

    Para finalizar, o empreendedor pode manter a contabilidade da empresa em dia, transformando os momentos de prestação de contas fiscais em capítulos mais simples. Isso vale tanto para pessoa jurídica quanto para física.

    Agora é ideal adequar seu e-commerce junto às normas legais, usando a nota fiscal corretamente.

    Esperamos ter esclarecido suas dúvidas e ajudado você, caso tenha gostado, comente e compartilhe em suas redes sociais.Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • Como melhorar o clima organizacional em sua empresa

    Por isabela  |  26/07/2021  |  Comente »

    O avanço da tecnologia e a chegada da internet trouxeram inúmeras possibilidades às empresas, tanto na forma de empreender quanto no gerenciamento de seus colaboradores, sendo que melhorar o clima organizacional é a chave para o sucesso.

    Então, o texto de hoje abordará algumas maneiras que você pode utilizar em sua empresa para melhorar o clima organizacional, além de algumas dicas e orientações que podem servir de suporte para o melhor desenvolvimento de tais práticas.

    Todos sabemos que não é tão simples assim estar sempre bem disposto para um longo dia no trabalho, sempre sendo necessário um esforço físico e mental para suportar as demandas e a rotina puxada da empresa.

    Seja a sua função operar uma máquina de envasar ou analisar dados de um grande fluxo de informações, o clima organizacional do ambiente é de extrema importância para ajudar tanto na concentração quanto a ter um dia mais agradável por si só.

    Afinal de contas, não importa o quão tranquilo e despreocupado o profissional seja, em algum momento ao longo do dia, a concentração e tranquilidade podem se esvair se o ambiente onde se encontra for desorganizado, bagunçado ou, até mesmo, hostil.

    Sendo assim, fica evidente a importância de se investir em um clima organizacional e entender a importância e impacto que ele pode trazer para o negócio, seja em um fabricante de etiquetas adesivas autônomo ou em uma empresa logística.

    Dessa forma, para que não fique dúvidas e sua empresa não perca a oportunidade de ser ainda melhor para os seus colaboradores, confira o tópico a seguir para entender como realizar tal tarefa e muitas outras.

    Entenda o conceito de clima organizacional

    Para que você entenda melhor o texto a seguir e compreenda cada detalhe que será abordado nele, é necessário entender o que é clima organizacional.

    De forma simples e bastante direta, o clima da sua empresa se refere ao ambiente de trabalho ao qual o colaborador está exposto, independentemente se a função dele está relacionada a rolo de filme stretch ou tecnologia no geral.

    Podemos entender como elementos que compõem o clima organizacional da empresa:

    • Comunicação interna;
    • Realização conjunta dos processos de trabalho;
    • Liderança no setor;
    • Relações interpessoais dos colaboradores;
    • Decisões da empresa que afetem o funcionário;

    Ou seja, a forma como os elementos acima destacados são apresentados aos colaboradores é de extrema importância para que não cause a impressão errada do real objetivo do negócio, causando uma queda bastante forte no ambiente da empresa.

    E, quando o clima organizacional não vai bem, até mesmo algo simples como uma cesta de supermercado pode ser o estopim para desentendimentos, atritos e possíveis quedas de desempenho, além de medidas e atitudes desnecessárias para o momento.

    Caso sua empresa ainda não tenha entendido a importância que o clima e ambiente do negócio tem, a produtividade dos funcionários pode cair muito por causa desse problema, consequentemente o rendimento cairá e a empresa sofrerá o impacto disso.

    Um profissional motivado é um profissional que produz mais e busca sempre entender e entregar as demandas que são a ele solicitadas, mesmo que seja realizar a cotação de preços de uma locação de tendas para eventos.

    Em outras palavras, seu negócio deve buscar sempre a qualidade de vida no trabalho. Lembre-se que seus funcionários, assim como os donos, chefes e sócios da empresa buscam estar em um ambiente seguro e amigável para desenvolverem suas funções.

    O colaborador que sente que é importante para a empresa, começa a se esforçar mais como forma de gratidão, criando a possibilidade de seguir carreira dentro da organização e ser cada vez mais engajado com as necessidades do negócio.

    Portanto, antes de abordarmos algumas dicas importantes e modo de se atingir tal resultado, incentive o departamento de Recursos Humanos e outras fontes para que todos ajudem na melhora da empresa, para que assim, todos fiquem bem, enquanto dentro dela.

    Como criar um clima organizacional agradável?

    Seja na venda de catraca biométrica ou investimento em setores rurais, qualquer estratégia  empresarial só é colocada em prática quando se tem algum tipo de benefício, podendo ser retorno de capital, engajamento e alcance da marca ou otimização de tempo.

    Portanto, para facilitar tal compreensão, confira os tópicos abaixo com algumas dicas e orientações de formas para criar um clima organizacional ideal para o seu negócio.

    01 – Saiba o que os colaboradores pensam

    Quem melhor pode te informar como está o ambiente de trabalho em determinado setor da empresa do que os próprios colaboradores? Utilizar as informações que vêm direto da fonte é uma das estratégias mais eficazes para entender melhor o lugar.

    Mesmo funcionários que trabalham com camarim móvel têm alguma opinião sobre como a organização lida com os problemas, passa as informações, se está sendo transparente e qual é a sensação de trabalhar naquele setor em específico.

    Porém, muitos sentem receio de passar a informação correta por medo de repreensão caso a resposta não seja a que a “empresa quer”. Portanto, ofereça a possibilidade da pesquisa de campo ser de forma anônima, para que ninguém saiba quem deu cada resposta.

    Uma maneira de fazer isso é através de formulários que podem ser criados pela sua própria empresa. Utilize essa ferramenta poderosa e comece a ver e entender as coisas que seus funcionários pensam. O resultado pode ser surpreendente.

    02 – Saiba recompensar o bom trabalho

    Seja trabalhando com ribbon cera ou com mouses e teclados, todo mundo gosta de ser reconhecido pelo bom trabalho e entender o seu lugar dentro do setor, consequentemente entendendo a sua importância dentro do negócio.

    Para isso, é importante estabelecer metas e objetivos plausíveis e alcançáveis, nada que pareça impossível ou que realmente seja. Tal medida pode desestimular o colaborador e fazer com que ele não acredite no trabalho e, portanto, na empresa.

    03 – Ofereça benefícios aos trabalhadores

    Ter um colaborador que se esforça para atingir um bom trabalho exigindo apenas o básico é o que toda empresa gostaria de ter, mas é importante valorizar o desempenho dos seus funcionários e entender que, acima de tudo, eles são humanos, não máquinas.

    Pense em uma política de benefícios que incentive a constante evolução e busca por melhorias que podem vir do próprio indivíduo. Horários flexíveis, participação dos lucros e convênios são algumas das possibilidades que agradam as pessoas e chamam a atenção.

    Tais benefícios podem vir em forma de grupo ou individual, vai depender do que a sua empresa irá propor. Mas independentemente da decisão, benefícios são essenciais para criar um clima organizacional bom e que as pessoas gostem de estar.

    04 – Feedbacks são importantes

    Supondo que você e sua empresa estejam trabalhando para melhorar o clima organizacional local, então já se imagina o quão poderosa é a ferramenta do feedback e o quanto ela pode contribuir para o crescimento mútuo de colaborador e organização.

    O feedback oferece a possibilidade de apontar tanto qualidades quanto falhas de uma pessoa sobre determinado assunto, podendo estar ou não relacionado ao trabalho desempenhado, podendo também estar ligado a comportamentos e conduta.

    Muitas pessoas realizam ações que podem não ser legais para o ambiente e, consequentemente, para os colegas de trabalho e, muitas vezes, será necessário o feedback, já que pode ocorrer do indivíduo nem perceber que está fazendo algo incômodo.

    05 – Tenha atenção com as lideranças (clima organizacional)

    Outro motivo que pode fazer com que o clima organizacional de um setor não seja bom é a liderança. Aqui se aplica o famoso ditado “Tenha líderes, não chefes”.

    A liderança bem capacitada e treinada saberá orientar a sua equipe de maneira excepcional para o sucesso, realizando as demandas da empresa e entregando de acordo com o que a situação exige. Sendo assim, saiba quem está liderando os setores.

    Uma equipe unida e harmonizada trabalha bem e é bastante produtiva, podendo ser imensamente prejudicada por uma liderança fraca, injusta e que não condiz com o que a empresa necessita.

    Considerações finais

    No texto de hoje, ficou muito mais claro para você a importância de um clima organizacional em sua empresa, além do impacto que ele pode ter no negócio, dicas e orientações sobre como criar ou melhorar o ambiente de trabalho.

    Lembre-se que cada empresa possui objetivos, visões e valores diferentes, portanto, adapte as informações que melhor refletirem a realidade de seu negócio e continue explorando seus pontos fortes, buscando sempre fortalecer os fracos também.

    Resta agora sentar, planejar como será a implantação de tais ideais e colocar em prática, dessa forma, os frutos do trabalho serão colhidos mais cedo e você compreenderá ainda mais a relevância desse assunto.
    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Autonomia: saiba mais sobre essa característica peculiar

    Por isabela  |  22/07/2021  |  Comente »

    Tanto na vida pessoal quanto no mercado de trabalho, é essencial ter algumas características para se sentir mais realizado e destacar na carreira. E uma delas é a autonomia. Elaboramos esse post que vai te mostrar do que se trata, quais são as vantagens de se ter autonomia no trabalho e dar dicas sobre como incentivar os integrantes de uma equipe a ter mais autonomia. Acredite, é possível e não é complicado. Aproveite a leitura. 

    Mas o que é autonomia?

    Trata-se de uma importante capacidade de ser guiado unicamente por sua própria vontade ou princípios que regem a vida de uma pessoa. No ambiente de trabalho, a autonomia se refere como uma habilidade essencial do indivíduo comandar as suas próprias atitudes dentro da empresa, sem se deixar levar por opiniões alheias. 

    A autonomia tem uma estreita relação com a independência. Mais do que isso, essa característica peculiar envolve o engajamento e a iniciativa de participar de tudo aquilo que tenha relação com a empresa e o alcance dos resultados. E isso é fundamental. Conheça as vantagens da autonomia no trabalho: 

    Mais sentimento de realização

    Quando um colaborador tem mais autonomia no trabalho, ele pode se sentir uma pessoa muito mais realizada, do ponto de vista profissional. Um negócio que dá mais independência para um funcionário, no que diz respeito a resolução de problemas e tomada de decisões, deixa mais em evidência todas as outras habilidades dele que estavam camufladas e que podem ser úteis na resolução de problemas. E a empresa é quem sai ganhando nessa. 

    A responsabilidade da equipe aumenta

    Quando um gestor oferece mais autonomia para os membros da sua equipe, instantaneamente, provoca um aumento da responsabilidade de todos eles. Sem a supervisão constante do chefe,  a tendência é que todos os colaboradores se sintam mais responsáveis pelo cumprimento das tarefas do dia a dia. Em suma, quanto maior a autonomia no trabalho, maior será a responsabilidade dos colaboradores, que acabam se tornando mais produtivos. 

    Atração de bons talentos

    Uma empresa que preza pela política da autonomia no ambiente de trabalho, também tende a atrair bons talentos com alto nível de competência. O motivo é simples: profissionais capacitados e habilidosos, na maioria das vezes, estão sempre à procura de novos desafios que possam os auxiliar a se desenvolverem ainda mais. E uma empresa que dá mais autonomia pode ser um chamariz para os melhores talentos do mercado.

    Melhora consideravelmente os resultados

    Colaboradores que são constantemente supervisionados pelos superiores tendem a ficar desmotivados por causa da constante pressão no trabalho. Mas quando eles têm a autonomia necessária para tomar decisões e resolver pendências, pode acontecer uma melhora considerável nos resultados. Pelo fato da responsabilidade dos colaboradores ser muito maior, todas as ações podem ser mais assertivas, o que deixa os resultados mais positivos. 

    Auxilia no desenvolvimento de novas habilidades

    Quando um colaborador tem mais autonomia no seu ambiente de trabalho, ele acaba desenvolvendo novas habilidades profissionais que podem o auxiliar em suas decisões do cotidiano. E isso é fundamental para toda a empresa, que também sai ganhando, pois vai contar com funcionários mais capacitados. A hipnose é uma metodologia bastante usada pelas organizações, já que auxilia no desenvolvimento de novas habilidades profissionais. 

    Deixa a equipe mais eficiente

    Equipes de trabalho com mais autonomia também tendem a ser muito mais produtivas, já que têm mais responsabilidades sobre os resultados. A autonomia também exige que os colaboradores estejam sempre aprimorando  as suas habilidades para que todas as decisões sejam mais assertivas. Investir em um bom curso de PNL pode aperfeiçoar os comportamentos e otimizar a comunicação de uma pessoa, já que essa metodologia visa o nosso desenvolvimento pessoal e profissional. 

    Como incentivar a autonomia no trabalho? 

    Agora que você conheceu as vantagens da autonomia no ambiente de trabalho, saiba como o gestor pode incentivar a deixar essa habilidade essencial ainda mais em evidência: 

    Tenha mais atenção na hora de contratar

    O processo seletivo é o momento ideal para reconhecer algumas habilidades dos candidatos. Por isso, é necessário identificar aqueles que mais se identificam com a cultura da empresa, pois as chances de se trabalhar em total sinergia podem ser grandes, o que é sempre bem-vindo.  

    Invista na capacitação dos colaboradores

    A autonomia também rege que todo negócio deve investir na capacitação profissional dos colaboradores, já que funcionários mais competentes e habilidosos agem com uma maior independência e podem tomar decisões mais assertivas no dia a dia. 

    Todos devem estar cientes das metas e objetivos

    Para que todos os funcionários de uma empresa tenham mais autonomia, eles precisam estar ciente de todas as metas e objetivos da mesma, para tudo fluir com mais naturalidade e, claro, eficiência. Quando essas informações estão bem difundidas na mente deles, a assertividade pode ficar mais evidente.

    A comunicação da equipe também deve ser aprimorada

    Um curso de coaching é a solução ideal para aprimorar a comunicação dos colaboradores de uma empresa. Além disso, essa técnica deixa os comportamentos mais assertivos e contribui positivamente para o desenvolvimento profissional. E tudo isso se traduz em uma maior autonomia para todos os envolvidos. 

    Está vendo a importância da autonomia no ambiente de trabalho? Agora é seguir nossas dicas e fazer a sua empresa prosperar de vez no mercado. Boa sorte! 

    Venha para o IBND

    Os cursos do IBND são ministrados por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

    O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!

  • Como integrar uma ferramenta CRM para a gestão geral da sua empresa e quais benefícios?

    Por isabela  |  21/07/2021  |  Comente »

    Uma ferramenta de CRM pode ser encontrada em companhias de diferentes portes, sejam elas grandes, sejam elas pequenas. Esse software tem o objetivo de ajudar as empresas a se aproximarem de clientes e potenciais clientes, os chamados leads. 

    Outra vantagem de um sistema CRM é a otimização de processos internos de trabalho. Isso envolve diversos setores, como time de vendas, marketing, RH, logística, entre outros.

    A personalização das relações com os clientes é também um dos diferenciais para as empresas que utilizam um CRM. Por meio dele, é possível se conectar aos clientes de maneira bem mais pessoal. Hoje, esse é um dado relevante. Afinal, cada vez mais os clientes necessitam confiar em uma companhia antes de fechar o negócio.

    O CRM permite ainda guardar informações sobre cada cliente. Ao analisar esses dados, a empresa tem condições de avaliar as necessidades do público-alvo, e assim oferecer melhores produtos ou serviços.

    O que CRM faz?

    Um CRM permite que uma empresa analise todas as interações dela com um cliente. Dessa forma, sempre que uma empresa interage com o cliente ela sabe com quem está falando, e qual o estágio dele na jornada de compra. Com isso, é possível desenvolver uma comunicação personalizada, aumentando as chances de uma possível conversão no futuro.

    O CRM pode analisar essas informações provenientes de vários canais. Entre eles, destacam-se as ligações telefônicas, e-mails, aplicativos de mensagens e redes sociais.

    A automação de diversos processos é outra característica do CRM. É possível programar, por exemplo, o envio de e-mails para clientes em determinados estágios do funil de vendas.

    Além disso, nas versões mais modernas, é possível criar um bot para responder as perguntas mais frequentes dos clientes. Com isso, toda a equipe ganha mais tempo para ter foco no desenvolvimento do negócio.

    Benefícios de um CRM

    Um dos principais benefícios de um CRM é proporcionar o melhor conhecimento sobre o perfil dos clientes. Afinal, com todas essas informações armazenadas em um único software, se torna muito mais simples para os setores de marketing ou vendas criarem propostas e campanhas sob medida para esse público. 

    Outro fator interessante é a segmentação. Quando a empresa tem a oportunidade de conhecer muito bem os seus clientes, ela pode organizar melhor a comunicação com essas pessoas. Afinal, por mais que os clientes de uma empresa tenham interesses similares, eles podem estar em diferentes estágios da jornada de compra.

    Por isso, é muito melhor criar uma comunicação que esteja alinhada com a fase deles no funil de vendas. Esses dois fatores citados acima levam a outro importante benefício do CRM, a retenção. Afinal, quanto melhor o cliente é reconhecido, maiores são as chances de ele continuar a consumir da mesma empresa. 

    Uso da ferramenta CRM para gestão de vendas

    O CRM é considerado por muitos uma verdadeira máquina de vendas. Isso porque com ele, além de ser possível analisar todo o desempenho da equipe de vendedores, a empresa tem a oportunidade de capturar leads automaticamente.

    Por meio de um painel, dentro do sistema, os gestores de vendas podem verificar as principais fontes de leads, quais metas necessitam ser alcançadas, o tempo de resposta para cada cliente, as atividades de cada vendedor e muito mais.

    Já a captação de leads é um processo muito simples. Basta que a empresa faça a integração de suas redes sociais e aplicativos de mensagens com o CRM. Dessa forma, sempre que um potencial cliente enviar uma mensagem, o sistema o cadastra automaticamente como um novo lead.

    Assim, o time de vendas já tem o necessário para iniciar a prospecção. Afinal, eles podem acessar o cartão de leads e analisar todo o histórico de interações dele com a empresa, além de verificar dados para contato, como telefone e e-mail.

    USO DA FERRAMENTA CRM PARA ATENDIMENTO AO CLIENTE

    O CRM é vital para que uma empresa possa proporcionar o melhor atendimento ao cliente. A partir das integrações com aplicativos de mensagens e redes sociais, é muito mais fácil estar em contato com o público pelos meios digitais.

    Isso porque, independentemente do aplicativo de mensagens escolhido pelo cliente, todo esse conteúdo vai para uma caixa de entrada única. Assim, se uma pessoa envia uma mensagem pelo Instagram (DM), e outra pelo WhatsApp, não faz diferença para a empresa que usa o CRM. Todas essas mensagens podem ser respondidas sem sair do software. 

    Com isso, é possível oferecer um atendimento muito mais eficaz, organizado e dinâmico para os clientes. Como citado no início deste artigo, a empresa pode ainda criar um chatbot. Assim, ela tem a chance de atender os clientes 24 horas e 7 dias por semana.

    USO DA FERRAMENTA CRM PARA GESTÃO GERAL

    O CRM é uma ferramenta de gestão por excelência. Com ele, o gestor pode organizar as tarefas de sua equipe em detalhes, ao indicar os trabalhos a serem realizados no dia, mês e semana.

    A ferramenta oferece ainda a gestão automática de diversos relatórios, como a análise de vendas, relatórios de atividades, chamadas da equipe de vendas e relatórios de metas.

    Portanto, atualmente, nenhuma outra plataforma é tão relevante para a gestão geral de uma empresa como o CRM. É um software de baixo custo, mas com alto retorno de investimento.

  • Empreendedorismo: dicas para futuros empreendedores

    Por isabela  |   |  Comente »

    Empreendedorismo – Uma das melhores possibilidades de ganho de dinheiro e oportunidade de trabalho é abrir um negócio próprio. Ainda que não seja fácil para empreendedores, que passam sempre por desafios marcantes, escolher pela autonomia de trabalho é sempre algo potente. Essas vantagens vêm quase que certas e em melhor qualidade quando vinculadas a formas de trabalho e preocupações que vão fazer a diferença dentro de qualquer negócio.

    Um bom exemplo disso é a preocupação com a saúde financeira da empresa, que nem sempre é uma prioridade, causando demissões e fechamentos em massa nos mais diferentes setores. Ao se atentar para isso, o empresário terá muito menos estresses.

    Além disso, a atualização e estudo constante não apenas do seu mercado ou área de atuação, mas de todo um contexto empreendedor, é sempre bem quista na administração.

    Por isso, assim que você fizer uma abertura de empresa em São Paulo tenha a plena certeza de que pontos de importância para a saúde de seu negócio poderão ser bem trabalhados, seja por você ou pela equipe que comanda o andamento de sua companhia.

    A seguir vamos entender mais sobre os desafios que os empreendedores podem encontrar, pontuando as vantagens de ser um autônomo e como é possível começar e manter um negócio saudável.

    Os desafios do empreendedorismo

    A escolha pelo caminho do empreendedorismo, ainda que cheia de de vantagens, muitas vezes acontece por acaso, até mesmo por uma necessidade de trabalho, que faz com que muitas pessoas comecem a investir nos mais variados serviços para conseguir sua renda.

    E de fato, muitas vezes os empreendedores começam dessa forma despretensiosa, o que quase sempre acaba sendo a raiz de muitos dos desafios que o empresário enfrenta.

    Isso porque quando uma empresa começa sem tanto planejamento, muitas vezes ela acaba se deparando com problemas causados justamente pelo seu crescimento, como o caso de investimentos necessários, controle financeiro ou algo como gerenciamento de pessoas.

    Por exemplo, sem o mínimo de planejamento financeiro, uma empresa acaba tendo dificuldades em proporcionar novas experiências para seus clientes a curto prazo.

    Esse quesito faz parte de uma estratégia voltada à personalização e à fidelização, quesitos essenciais para que qualquer negócio possa ter visibilidade, contando com a máxima participação que de fato apoia aquele produto ou serviço de etiquetas para pneus, por exemplo.

    Outro grande desafio é a forma como a empresa segue com sua comunicação e venda ao longo dos anos, principalmente diante das novas tecnologias e comportamentos sociais.

    Um grande exemplo disso é a internet, que hoje pode ser vista como principal meio de compras. Logo, empresas que não se adaptam a essa realidade, de fato se modificando para servir ao seu cliente, muitas vezes acabam sendo esquecidas e tendo prejuízos.

    Dentro dessa mesma temática podemos ver, ainda, negócios que não estão nas redes sociais, algo que acaba prejudicando em questão de visibilidade e conexão com o cliente

    No caso de uma fábrica de acrílico que faz uma boa comunicação e trabalha suas equipes para terem uma boa presença online, certamente vai alcançar resultados mais significativos que outras empresas, trabalhando cada vez mais o valor do seu negócio.

    No geral, podemos dizer que os desafios dos empresários são muitos, e devem sempre ser atentados o mais rápido possível, de forma planejada e dedicada pelas equipes cabíveis.

    Nem sempre será fácil fazer com que uma empresa de, por exemplo, locação de tendas funcione perfeitamente, conquistando os melhores resultados, mas ainda assim é possível corrigir problemas e começar uma educação voltada aos preceitos do empreendedorismo.

    As vantagens de trabalhar como autônomo

    Quando falamos sobre as vantagens de ter o próprio negócio, a primeira questão que pode ser pontuada é a facilidade e a independência que um profissional pode ter, conseguindo se permitir a viver horários mais flexíveis, e ter controle maior sobre descansos e trabalho.

    No caso de empresas de contabilidade, quando você é um funcionário, a realidade é outra, visto que outras pessoas ficam encarregadas de organizar a estrutura do trabalho com base nas preferências de empresários, nem sempre indo de acordo com o time.

    Ter essa liberdade vem quase que atrelada às formas de trabalho, bem como a rotina dentro do empreendedor no processo de produção de um produto ou serviço.

    Nas empresas onde se trabalha como colaborador, quase sempre são estipulados comportamentos e métodos de trabalho, nem sempre dando uma liberdade para que trabalhadores possam, por exemplo, fazer seu tempo em relação às entregas.

    Outro ponto interessante para quem está pensando em entrar no ramo do empreendedorismo é a possibilidade de trabalhar com o que se ama de verdade.

    Muitas vezes acabamos nos adequando às empresas e ao que elas oferecem aos clientes, nem sempre focando naquilo que os profissionais gostam de fazer. Ou seja, o foco é uma demanda altamente estudada, e não uma ferramenta ou habilidade que alguém tenha.

    Isso faz com que empresários dos mais variados ramos consigam oferecer serviços mais variados, dentro de inúmeras possibilidades de trabalho, como:

    • Produção de bolos;
    • Cortes de cabelo;
    • Manutenção de computadores;
    • Confecção de uniforme para restaurante;
    • Escritura de livros.

    Os lucros, com certeza, serão maiores em relação a um trabalho como funcionário de outra pessoa. Ainda que os investimentos e gastos possam ser maiores, todo o retorno acaba sendo dividido entre você e seus funcionários, sempre de forma interessante.

    O empreendedorismo, de maneira geral, é uma oportunidade e uma possibilidade de trabalhar e oferecer algo diferenciado, onde você mesmo pode ser dono das decisões.

    Para muitas pessoas ter esse poder de decisão, e melhor, trabalhar de acordo com seus propósitos e preceitos, torna-se algo incomparável e altamente realizador, seja dentro de um viés pessoal ou profissional de uma gestão de infraestrutura de TI

    Como começar bem um negócio próprio (Empreendedorismo)

    Abaixo vamos falar um pouco mais sobre as principais dicas para quem está começando um negócio, de modo a ter noção daquilo que é essencial tanto para sua criação quanto para o decorrer de seus funcionamento, sempre pensando no futuro.

    1. Tenha seus propósitos alinhados

    O que você deseja trabalhar? Qual produto ou serviço é de seu interesse produzir? Onde você espera chegar no futuro? Essas e outras perguntas do gênero devem sempre girar em torno de suas realizações e principalmente decisões, de modo que tudo esteja alinhado.

    Tudo isso se torna importante para que, primeiramente, seu negócio surja com uma identidade e um propósito diferenciado, o que vai permitir uma maior noção de importância com seus clientes e posicionamento no mercado diante da sua concorrência existente.

    1. Faça um bom planejamento financeiro

    As finanças são pontos essenciais dentro de uma empresa, que quase sempre são esquecidas e deixadas de lado. O mais interessante a se pensar sobre isso é que, sem dinheiro e sem organização de contas, dívidas e investimentos, tudo vai por água abaixo.

    Por isso, se você vai entrar no cenário dos empreendedores, o ideal é, além de entender de fato suas entradas, saídas, valores e lucros, é importante focar na contratação de profissionais especialmente para essa tarefa.

    1. Entenda o que seu público deseja

    Saber o que de fato o público da sua empresa de cesta básica de natal deseja é essencial tanto para a sua produção quanto para a divulgação do seu negócio, algo que pode ser feito, igualmente, dentro da comunicação que sua empresa desenvolve.

    O mais importante é ter em mente aquilo que é relevante para o cliente, e trabalhar para entregar de fato o que ele tanto necessita.

    1. Saiba quando investir e crescer

    O momento certo para investir e crescer, pensando em uma forma de oferecer algo melhor para seu cliente, mas também obter melhores resultados, é tão importante quanto a decisão de começar o negócio.

    Opte pelo entendimento e análise de dados e informações sobre sua empresa constantemente, além de fazer planejamentos constantes sobre esse assunto

    1. Seja focado e disciplinado

    Talvez a dica mais importante seja esta. Sem disciplina e muito foco é bem possível que sua empresa não sobreviva tanto, ou nem ao menos saia do papel.

    Coloque as prioridades e seus desejos profissionais acima de tudo, e pense em como poderá ser interessante trabalhar com o que gosta e ganhar dinheiro e sucesso com isso.

    Considerações finais 

    Ainda que apresente tantos desafios, que muitas vezes se tornam grandes obstáculos, o empreendedorismo é sempre uma boa opção para aqueles que têm como princípio a satisfação em tocar suas próprias ideias e maneiras de gerenciamento de empresas.

    Mas para isso, além de grande compreensão de necessidades e também das formas de trabalho, é preciso que o empreendedor tenha foco, propósito e alto nível de disciplina. 


    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Agência de marketing: Saiba a importância de uma para sua empresa

    Por isabela  |  19/07/2021  |  Comente »

    Agência de Marketing – O Marketing tem sido cada vez mais essencial para as empresas nos últimos tempos, principalmente em relação à visibilidade online, uma necessidade que aos poucos foi se tornando uma prioridade para a sobrevivência desses negócios diante do público atual.

    Esse é um dos motivos que fazem as agências de marketing tão conhecidas e requisitadas pelas companhias, viabilizando um trabalho personalizado de comunicação mercadológica.

    Para entendermos mais o que é uma agência de marketing e porque ela é tão importante nos dias de hoje, é necessário entendermos a complexidade das ações que devem ser criadas para que uma fábrica de etiquetas personalizadas consiga uma relação com os clientes.

    Ou melhor, podemos pensar em todo o trabalho por trás de uma campanha focada em funil de vendas, pensando ainda sobre os conteúdos a serem montados pela empresa em questão.

    Todas essas questões são essenciais para que haja bons resultados e melhores vendas, e por meio de uma agência de marketing é possível alcançar esses resultados, investindo em um serviço que pode caber no bolso de uma loja de, por exemplo, carrinho de carga dobrável.

    No artigo a seguir vamos entender um pouco mais sobre o trabalho de uma agência de marketing, observando melhor sua importância e alguns dos serviços mais prestados.

    O que é uma agência de marketing?

    Uma agência de marketing pode ser compreendida como uma empresa que presta serviços de comunicação para outras empresas, traçando estratégias e guiando formatos de relação com clientes e leads a partir dos principais propósitos tidos por negócios como essenciais.

    Por exemplo, em meio a uma contratação de uma agência de marketing, uma empresa de terceirização de folha de pagamento coloca como prioridade a conexão com clientes nas redes sociais e outros meios online, principalmente nas buscas feitas no Google.

    A partir desse propósito, profissionais da agência de marketing poderão traçar planos e planejamentos que levem até esse resultado, pensando sempre de forma totalitária.

    Ou seja, além de pensar em focar nas estratégias de marketing digital, é bem possível que a empresa também faça uma boa estruturação da marca como um todo, pensando em identidade visual, na linguagem utilizada pelo público e no posicionamento no mercado.

    Um ponto interessante é que, geralmente, agências de marketing trabalham com diferentes tipos de clientes, em relação a segmentos, público-alvo e também em propósitos.

    Por isso, dentro da agência o foco está de fato no objetivo a ser alcançado, fazendo todo um trabalho personalizado para uma empresa de suporte de TI para pequenas empresas, por exemplo, de modo que ela possa ter sua marca online diferente de concorrentes.

    Inclusive, uma das principais frentes de trabalho dentro de agências de marketing é com o marketing digital, uma das mais importantes preocupações de empresas nos dias de hoje.

    Agência de Marketing – Principais serviços

    Agência de marketing: Saiba a importância de uma para sua empresa

    Para entendermos melhor a potencialidade do trabalho das agências de marketing, e também os principais ramos de trabalho que trazem benefícios para as empresas, vamos entender, abaixo, alguns serviços feitos e suas vantagens para cada tipo de negócio:

    Trabalho com SEO

    O Search Engine Optimization (SEO) é compreendido como uma ferramenta de otimização, onde empresas trabalham a interligação de seus conteúdos e informações com aquilo que o público online necessita, a partir do entendimento das principais pesquisas na internet.

    Por exemplo, se uma pessoa busca por gestão de segurança do trabalho, uma empresa que trabalha com esse segmento pode focar em estratégias que evidenciem em pesquisas. Essa otimização pode acontecer dentro de:

    • Mídias;
    • Artigos;
    • Descrições de produtos e serviços;
    • Programação do site;
    • Em meio aos títulos de pesquisas.

    A otimização tem grande importância não apenas na questão que define o encontro de uma empresa por seus clientes, mas também na forma como ela está presente no online.

    Sobre isso, agências de marketing trabalham essas otimizações focando sempre em evidenciar o trabalho de seus clientes, mas também pretendendo trazer oportunidades únicas de negócio, que podem melhorar as vendas e estabelecer maior valor à marca.

    Campanhas e anúncios pagos

    Por meio das principais ferramentas sociais, voltadas à empresas, é possível estabelecer campanhas e anúncios pagos, tanto em sites da internet quanto nas próprias redes, aumentando as chances de vendas e reconhecimento da empresa pelo público.

    Agências de marketing costumam trabalhar com esse viés, criando oportunidades de venda a partir de uma estratégia bem firmada, direcionada pelos principais focos da marca.

    Por exemplo, se o foco de uma loja de confecção de uniformes é formar uma grande promoção para queimar os estoques, focando em um novo ano letivo que vai começar, o ideal é que a campanha utilize esse objetivo para ser formada e lançada.

    O mais interessante dos anúncios pagos e outras possibilidades de visibilidade monetizada nas redes e por sites na internet são os dados e informações trazidas, que podem auxiliar as empresas em diferentes ações, como na obtenção de novos clientes. 

    Captação de leads

    Se em primeiro plano podemos ter como importância para empresa o trabalho com redes sociais e anúncios pagos, em seguida podemos citar a importância das ferramentas e estratégias de captação de leads para negócios de tubolata para personalizar, por exemplo.

    Os leads são compreendidos como possíveis clientes da empresa, que tiveram algum tipo de interação com a marca, mas que ainda não foram definidos como clientes no momento.

    Alcançar um grande número de leads significa trazer à empresa mais chances de firmar negócios, visto que é possível trabalhar conteúdos em funil e até mesmo práticas de convencimento.

    Dentro de uma agência de marketing uma das principais estratégias de captação de leads é a partir da formação de campanhas direcionadas, que focam em desenvolver interações, como o download de um ebook, que captem informações sobre os clientes.

    Criação de conteúdos de funil

    A criação de conteúdos focando em um funil de vendas pode ser considerada uma das mais populares ações dentro de uma agência de marketing. Essa é uma prática que faz um acompanhamento do público, desde o reconhecimento até a tomada de decisão.

    O funil de vendas, então, pode ser compreendido como um andamento de desejo de compras, disposto desde o momento que um cliente é captado como um lead de uma empresa de carimbo de borracha até o momento em que ele decide fazer uma compra.

    Para que todo esse processo funcione é ideal que a empresa de marketing crie uma sequência de conteúdos diferenciados, pensando em cada nível de informação.

    Por exemplo, para os clientes que pouco conhecem a empresa e seus serviços, o ideal são textos em blogs ou materiais em e-books que informem muito mais. Já pensando naqueles que já conhecem a empresa, o ideal são formas de comunicação mais diretas e centradas.

    Elaboração de eventos online

    Os eventos online também são importantes para a empresa firmar um reconhecimento online, e por meio das agências de marketing toda a estrutura da ação é montada, desde a plataforma utilizada para o encontro até as formas de divulgação.

    O ideal é criar um valor e uma identificação com o cliente, trazendo algo que de fato seja importante para ele, como o papo com um especialista, mostrando que esse negócio pode agregar o que ele tanto procura em um produto ou serviço.

    Qual a importância em contratar esses serviços?

    De modo geral, podemos dizer que, a partir dos olhares e serviços prestados por uma agência de marketing, sua empresa poderá ter muito mais a agregar no futuro, nos novos tempos de consumo, estando mais próxima de seu cliente onde quer que ele esteja.

    E quando falamos de uma presença no digital, isso se torna cada vez mais enfático. De fato, uma agência de marketing consegue pensar de forma estratégica e personalizada nos objetivos a serem alcançados, criando sempre uma boa imagem digital.

    Por essas e outras, cada vez mais empresas vêm procurando os serviços de agências, de modo a investir em uma participação no mercado de digital com qualidade.

    Considerações finais 

    As agências de marketing desempenham um papel importantíssimo na viabilização de comunicações e estratégias de venda, focadas tanto em um viés digital, pela internet e redes sociais, quanto em mídias tradicionais e lugares presenciais.

    A grande vantagem da contratação desses serviços é a possibilidade que empresas dos mais diferentes segmentos têm em conseguir focar em seu trabalho usual enquanto uma equipe dedicada colabora para a construção de uma audiência de qualidade.

    É importante trazer à tona a importância dessa contratação, mas principalmente da qualidade que o marketing pode trazer às empresas no século 21, contribuindo para a atualização e para o entrosamento com públicos cada vez mais exigentes.
    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • PIX: conheça as facilidades e saiba como utilizar de forma consciente

    Por isabela  |  29/06/2021  |  Comente »

    O PIX revolucionou as formas de pagamento, trazendo grandes facilidades às empresas e aos consumidores. Inclusive, essa ferramenta trouxe diversos benefícios, mas deve ser usada de forma consciente, a fim de evitar o descontrole do orçamento.

    Então, pensando nisso, nesse artigo vamos explicar sobre o pix, forma de pagamento instantânea e online implantada em novembro de 2020, e que já faz parte do dia a dia do brasileiro.

    Ademais, é importante ressaltar que o pix pode se tornar, até mesmo, a nova forma de fazer transações referentes à prestação de serviços folha de pagamento de sua empresa. Continue lendo e entenda suas vantagens.

    O que é o PIX e como ele funciona?

    O pix foi criado pelo Banco Central do Brasil e, nessa modalidade de transferência bancária, não existem as famosas taxas para transações do tipo TED ou DOC, para transferências de valores entre agências bancárias distintas.

    Afinal, é necessário apenas o uso de dispositivo eletrônico, como um tablet ou smartphone, que possua o aplicativo de seu banco instalado e liberado para transações, além de acesso à internet.

    Ademais, o pix vale entre pessoas físicas, ou entre pessoa física e jurídica, havendo uma taxa no caso do recebimento por PJ, com exceção do MEI. 

    Isso significa que para uma empresa de serviços de contabilidade, por exemplo, que opte por receber de seus clientes por pix, pode haver a cobrança de uma taxa sobre a transação, o que depende de sua agência bancária.

    Normalmente essa taxa é mais baixa que aquelas tradicionais, e alguns bancos isentam seus clientes que são PJ.

    Outro ponto positivo do pix é que ele acaba com o inconveniente desses tipos de transações só serem feitas em horário comercial, ou seja, de segunda a sexta-feira, das nove da manhã até às seis horas da tarde.

    Como mencionamos, o pix ocorre de forma instantânea, caindo em alguns minutos na conta de destino, em qualquer dia ou horário.

    Além disso, pode ser feito para várias finalidades, como para o pagamento à vista de uma compra, como de um carimbo de borracha, ou mesmo para quitação de boletos, acabando com a necessidade de se deslocar até caixas eletrônicos ou agências. 

    Dessa forma sua popularidade é crescente entre consumidores e empresas. Entretanto, para utilizar esse serviço gratuito, é necessário ter uma chave Pix cadastrada junto ao seu banco, podendo ter diferentes chaves em diferentes bancos.  

    PIX: conheça as facilidades e saiba como utilizar de forma consciente
    (Foto: FreePik)

    Chave PIX: o que é?

    Uma chave pix é um código que identifica uma determinada conta bancária que vai receber o valor. As opções são diversificadas, podendo ser:

    • Seu CPF ou CNPJ;
    • Seu número de telefone;
    • Seu e-mail
    • Ou uma chave aleatória.

    As chaves aleatórias são sequências de 32 dígitos sugeridas pelo próprio sistema do aplicativo bancário utilizado por sua empresa de serviços de segurança eletrônica, por exemplo. 

    Ao optar por elas, aconselhamos deixá-las salvas em algum local de fácil acesso, pois são difíceis de memorizar. Outra opção é acessar o aplicativo do seu banco e copiar diretamente dele para enviar ao pagador no momento da transação.

    Cada conta bancária pode ter um máximo de cinco chaves pix associadas a ela, no entanto, aconselhamos cadastrar apenas uma por conta. Assim que uma chave Pix for cadastrada, o que leva poucos segundos, o usuário já pode receber e fazer transferências por pix.

    Ao vender uma cesta de alimentos, por exemplo, seu estabelecimento passa a ter uma forma adicional de pagamento à vista, afinal cada vez mais as pessoas preferem sair de casa sem grandes quantias de dinheiro, devido à falta de segurança.

    Ademais, sistemas de cartão de crédito comumente falham, e com o pix, o cliente só precisa ter seu celular em mãos.

    Basta informar ao pagador a chave, sem necessidade de dados adicionais como agência e número da conta, por exemplo, nem de uma máquina de cartões, podendo concluir por seu aplicativo bancário a transferência para a conta do distribuidor, no mesmo momento.

    QR Code: como funciona?

    Outra forma de fazer transferências ou pagamentos é através dos QR Codes, também gerados instantaneamente no aplicativo. O nome vem de Quick Response Code, ou seja, Código de Resposta Rápida, traduzindo para o português. 

    Simplificando, trata-se de uma espécie de código de barras capaz de armazenar muitas informações sobre o produto, de forma totalmente digital. Ele pode ser lido tanto pelas câmeras de smartphones quanto por leitores tradicionais de códigos de barras.

    Por exemplo, uma empresa de tecnologia que instala um inovador sistema para restaurante, pode receber por seus serviços em segundos gerando um QR Code em seu smartphone.

    Ele então pode ser lido diretamente pelo celular do pagador ou enviado a ele via mensagem, nos diversos canais de contato, como WhatsApp ou por e-mail

    Existem dois tipos de QR Code: estático e dinâmico. Ambos funcionam como uma ferramenta de cobrança, sendo que a diferença entre eles está na quantidade de transações que podem ser feitas com o mesmo código.

    1 – QR Code Estático

    Na prática, o QR Code estático funciona como uma etiqueta de preço único de determinado produto, como uma cola para acrilico. Ele não se altera e permanece válido para várias transações, de forma que o lojista pode deixar o código QR impresso em seus produtos.

    Dessa forma, seus clientes podem fazer a leitura do preço e demais informações sobre a cola de acrílico e outros produtos de seu interesse, diretamente na tela de seus smartphones.

    Então podem pagar por eles instantaneamente, não havendo necessidade de formar filas nos caixas. O Banco Central recomenda essa ferramenta para pessoas físicas, varejistas e prestadores de serviços. 

    2 – QR Code Dinâmico

    Já o código dinâmico é exclusivo para uma determinada transação, ou seja, só pode ser pago uma vez. Nesse caso é possível incluir outros dados no QR Code, por exemplo, a identificação do recebedor.

    Sua utilização é indicada para e-commerces e demais compras online, ou para cobranças mais formais ou bem pontuais.

    As vantagens de fazer um PIX

    Sobre este tópico, vamos começar expondo dados, o que já revela a grande valia da ferramenta. Afinal, no início deste ano, já foram contabilizadas mais de 133 milhões de chaves pix, segundo dados do Banco Central.

    São cerca de 128 milhões de pessoas físicas e mais de 5 milhões de pessoas jurídicas. Ao longo dessa leitura você certamente pôde perceber as vantagens do pix, mas segue uma check-list para visualizar melhor os motivos de tanta popularidade:

    • É creditado instantaneamente, 24 horas, todos os dias;
    • Sem necessidade de ir até o banco ou caixas eletrônicos;
    • Sem filas;
    • Sem taxas para transferências entre pessoas física e MEI;
    • Feito no próprio smartphone ou tablet do pagador;
    • Não há limite quanto a valor mínimo ou máximo.

    Vale ressaltar que alguns bancos cobram taxas para pessoas jurídicas, como uma empresa especializada na instalação de contador de fluxo de pessoas, por exemplo. Mas essa taxa é menor que as cobradas por TED ou DOC.

    Entre pessoas físicas, o pix também veio como uma solução para dividir contas entre amigos de forma simples, rápida e prática. Também veio para acabar com a inadimplência de pequenos empréstimos feitos para os amigos nessas horas.

    Para finalizar: o PIX é seguro?

    O Pix é uma modalidade de transferência bancária eletrônica segura, implantada e regulamentada pelo Banco Central do Brasil. No entanto, pessoas mal intencionadas sempre buscam formas de se beneficiar de maneira ilícita. 

    Então, a recomendação de segurança é sempre confirmar os dados do recebedor, como o nome, antes de finalizar a transferência.

    Uma vez finalizada a transferência, ela não pode ser desfeita, e ao errar qualquer dígito da chave, como digitar um 2 ao invés de um 3 em um número de telefone, por exemplo, o pagamento será direcionado para o dono do código com o número digitado.

    Considerações finais

    Agora que você conheceu as facilidades do pix e como utilizá-lo, aproveite essa comodidade, mas seja consciente ao fazê-lo. Por ser uma forma muito simples de realizar pagamentos, é natural que consumidores percam o controle sobre seus gastos.

    Então, para que o pix seja uma ferramenta segura para seu bolso, mantenha o controle sobre seu dinheiro. Aconselhamos manter o orçamento mensal sempre à vista, como uma forma de saber quais são os seus limites.

    Você também pode gerar diferentes gráficos para visualizar melhor seu cenário financeiro e estimar os próximos gastos com total tranquilidade, conforme suas necessidades e vontades.

    Ou seja, o pix veio para revolucionar as transações financeiras, possibilitando qualquer transferência a um clique, então use isso a seu favor.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Endomarketing: como aplicar a estratégia

    Por isabela  |  28/06/2021  |  Comente »

    O endomarketing, ou marketing interno, compreende o conjunto de estratégias para “vender” a ideia da empresa aos colaboradores. 

    Diferentemente do marketing comum, que tem foco no cliente, o objetivo do endomarketing é conquistar o público interno de uma marca, quem realmente vive o dia a dia e faz com que ela exista. 

    Assim o interesse  pelo trabalho e a motivação dos funcionários aumenta, pois eles ganham participação ativa e propósito nesse ambiente. Inclusive, todas as ações de publicidade de uma empresa podem ser ineficazes se os próprios colaboradores não forem os primeiros a “levantar a bandeira”. 

    Quem poderia (ou deveria) ser mais qualificado para falar de um produto ou serviço do que os próprios funcionários? Então, o endomarketing busca um alinhamento entre toda equipe que contribui para melhorar o ambiente corporativo, tornando o clima organizacional mais saudável. 

    Estabelecendo uma comunicação clara e objetiva entre empresa e colaboradores e incentivando a interação, o resultado é engajamento. Apostar nesse sistema de geração de confiança mútua, pode ser o grande diferencial que sua empresa de totem precisava.

    Como gestor, é fundamental garantir a qualidade de sua marca. E essa qualidade está direta e proporcionalmente relacionada à satisfação dos funcionários.

    Se os seus objetivos são aumentar as vendas e fortalecer a imagem de sua empresa, garantindo seu reconhecimento no mercado, encontrou a estratégia certa. Um ambiente empresarial deve ser leve e produtivo, e o marketing interno compreende as ferramentas para isso. 

    Para desenvolver o potencial de obtenção de resultados do seu negócio, continue lendo e entenda como as ações de endomarketing podem ser implementadas no dia a dia de uma empresa. Dessa forma, você pode adaptar as ideias para a sua realidade.

    Incentive sempre a comunicação (endomarketing)

    Incentivar a comunicação interna é a primeira estratégia, e também é a base de tudo para o endomarketing, afinal marketing significa comunicação. A proposta aqui é trabalhar e fortalecer o canal direto de contato com a sua equipe.  

    Para começar, é importante que como gestor de uma marca, você crie um canal de diálogo com todos os colaboradores. Deste modo, é possível usar diversas ferramentas para esse fim, como: 

    Mantenha os canais de diálogo abertos, afinal a comunicação deve ser uma via de mão dupla. Se você ainda não incentiva essa prática, certamente pode se surpreender dando atenção às opiniões da equipe.

    Diferentemente da comunicação unilateral, você abre a oportunidade para que os funcionários também possam ter voz ativa, dando sugestões de melhorias para a empresa. 

    Tente fazer enquetes internas para direcionar a tomada de certas decisões. Por exemplo, ao abrir uma filial, pergunte a opinião sobre qual letra caixa escolher para ser o foco da identidade visual, por exemplo. 

    Tornar os membros participativos é uma forma de fazer com que os próprios funcionários se autovalorizem. Não importa o ramo ou setor, qualquer negócio apresentará resultados positivos ao implementar uma cultura interna de apoio e valorização dos colaboradores.

    Motive seus colaboradores com palestras e treinamentos

    Fazer palestras motivacionais faz toda a diferença e ajuda muito no desenvolvimento profissional e pessoal de uma equipe. Essa também é uma das estratégias do endomarketing.

    Endomarketing: O que é como aplicar a estratégia
    (Foto: FreePik)

    As palestras são o momento perfeito para educar os funcionários quanto à própria empresa, retomar e frisar a missão, visão e os valores da sua marca, além de compartilhar metas e mostrar resultados. Preze pela transparência de seu empreendimento.

    Também é um ótimo momento para ouvir diretamente a opinião de todos, e claro, para motivar e incentivar o foco pessoal e do grupo como um todo, visando melhores resultados para a empresa. 

    Você pode fazê-lo de forma mais descontraída ou mais formal, conforme suas características próprias. Eventos informais como churrascos, por exemplo, podem ser definitivos para a integração entre os membros de diferentes setores.

    Oferecer esses momentos corporativos voltados para descontração e lazer, é uma forma de reverter aquele imprint muito comum da nossa sociedade, de que trabalho é uma forma de castigo. Destruir essa ideia vai refletir nas ações de seus funcionários, bem como em sua disposição e motivação. 

    Uma boa ideia é a realização de algumas dinâmicas em grupo, com objetivos tanto motivacionais quanto integrativos. Por exemplo, você pode propor uma atividade que utilize etiquetas em branco para que cada um escreva características positivas dos colegas.

    Então incentive que, durante o evento, eles se tratem pela característica pela qual foram mais reconhecidos. Neste dia o Sr. João, recepcionista na portaria, será tratado pelo vocativo de “simpático”, se essa for sua maior qualidade.

    Esse foi apenas um exemplo entre as infinitas possibilidades de aplicação. As dinâmicas frequentemente podem apontar muitas situações específicas, assim como destacar certas qualidades de um funcionário, que talvez você não conhecesse até então.

    Ademais, integrar profissionais como psicólogos ou terapeutas ocupacionais ao seu time pode ser um investimento chave para o sucesso. Pense nisso!

    Valorize cases de sucesso internos

    Pois bem, se sua empresa de serviços contábeis tem apresentado bons resultados, dê o devido crédito aos responsáveis.

    Invista em ações que demonstrem e valorizem os resultados atingidos por colaboradores. Destaque aqueles que conseguiram se sobressair e atingiram resultados diferenciados. Reconheça as ideias ou práticas inovadoras e as soluções criativas.

    Existem muitas formas de fazer isso, algumas bem simples e sem qualquer custo, como fazer a menção desses casos em reuniões. 

    Reconhecer o trabalho de uma pessoa é um combustível para ela e, muitas vezes, é uma recompensa tão importante quanto o próprio salário.

    Além disso, premiações e bonificações aos funcionários pelo bom desempenho ou pelas metas atingidas, é uma prática muito indicada.

    Inclusive, fornecedores de brindes corporativos podem ser grandes aliados aqui. Talvez você ainda não tenha pensado neles para desenvolver brindes internos à empresa, mas é um grande diferencial.

    Essa premiação pode ser feita das mais diferentes formas, desde com remuneração adicional, quanto com viagens ou produtos, como eletrônicos ou eletrodomésticos, itens de perfumaria ou alimentos diferenciados (vinhos, cesta de café da manhã, chocolates, etc).

    E essas premiações ainda podem se apresentar como uma forma de divulgação externa da marca. Um power bank personalizado, pode ser um ótimo presente, pois é útil ao funcionário e carrega o logo da empresa de forma muito natural. 

    Ofereça benefícios aos colaboradores

    Plano de saúde, vale-transporte e vale-alimentação são alguns dos benefícios corporativos mais comuns. Mas a ideia aqui é inovar nos benefícios, tanto por oferecer maior qualidade de vida aos colaboradores, quanto por tornar muito mais atrativo ter um cargo na sua empresa.

    Algumas ideias são:

    • Vouchers para redes parceiras;
    • Convênios com academias; 
    • Cupons de desconto;
    • Ingressos para cinema ou outro evento;
    • Vale-cultura para livros ou cursos.

    Na verdade, como gestor você deve se preocupar com a qualidade de vida de toda a equipe. Lembre-se, isso não só é uma preocupação que humaniza sua marca. 

    Pode ter certeza que funcionários felizes são muito mais comprometidos com o trabalho, além de garantir melhor qualidade, principalmente dos serviços prestados.

    Se você estava se questionando como aumentar o faturamento de seu empreendimento de aluguel de impressoras, talvez pesar a qualidade de vida dos funcionários e estimulá-la, seja a solução que precisava.

    Invista em treinamento e na capacitação da equipe

    Uma das melhores maneiras de comunicar os valores da sua marca é viabilizando treinamentos. A capacitação do profissional reflete diretamente na qualidade do seu trabalho. Isso é um fato inegável.

    Ofereça oportunidades internas de capacitação. Essa é uma boa dica até mesmo para valorizar aqueles que se destacam e que já têm grande experiência. 

    Incentive-os a oferecer pequenos cursos sobre sua área de atuação ou mentorias referentes às metodologias que aplicam, por exemplo. Ademais, subsídios para educação é outra boa ideia. 

    Será que você já pensou como oferecer um curso de capacitação, como de Atendimento ao Cliente, pode qualificar sua equipe? Ou mesmo tutoriais completos sobre seus produtos e/ou sua linha de produção. 

    Um grande problema enfrentado por muitas empresas, é o fato de que os funcionários desconhecem as particularidades de marcas diferentes de um mesmo produto.

    Quanto mais detalhes eles souberem, melhor amparado está o seu cliente. E os resultados aqui são os aumentos nas vendas e clientes mais satisfeitos.

    Considerações finais

    O endomarketing é essencial para o sucesso de qualquer negócio. Aplicando as estratégias que acabou de ler, você vai motivar sua equipe, aumentar o foco e a produtividade, estabelecer canais de comunicação e garantir a manutenção de um clima de trabalho agradável. 

    A aplicação das estratégias de marketing interno alinha os objetivos da empresa aos dos colaboradores, e é garantia de diferenciação de performance e qualidade como um todo. Ou seja, é trabalhar o posicionamento de sua marca de dentro para fora.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • A importância de um plano de negócios para o sucesso para um empreendedor

    Por isabela  |  17/06/2021  |  Comente »

    O plano de negócios é um item que deve ser considerado essencial para qualquer empreendedor, pois determina com todos os pontos importantes, as ações e caminhos a serem seguidos em busca do objetivo da empresa, contribuindo para seu enriquecimento.

    E essa mudança positiva não vem apenas em questão financeira, uma das principais recomendações dentro do plano, mas também no foco dos tomadores de decisões em escolherem prioridades e também caminhos a serem seguidos.

    Por exemplo, por meio do plano de negócios, uma empresa de produtos veganos abre suas portas e trabalha focada em um objetivo de ser conhecida pelo público jovem.

    Aliada a essa decisão e esse interesse, existe ainda um fator que exibe diferentes pontos da concepção do negócio, como parte financeira, burocrática e até mesmo a divulgação dos produtos para o público-alvo correto, integrado com sua identidade.

    Esse plano muitas vezes aparece em formato de documento, apresentando uma visualização fácil e prática de ser entendida, englobando o conhecimento pela equipe.

    Sua importância para empreendedores

    O plano de negócios tem uma função ìmpar para empreendedores, pois funciona como um guia altamente formulado, capaz de agregar valores, decisões, interesses e também metas que a empresa deve tomar, sempre prezando pela identidade da marca.

    As tomadas de decisões são pontos cada vez mais contemplados por esse plano, que traz com riqueza de detalhes tudo aquilo que deve ser ou não providenciado para que o objetivo principal seja alcançado, deixando de lado outras questões.

    Abaixo vamos ver alguns pontos que evidenciam a importância de investir em um plano, por meio de seus benefícios:

    Ajuda a focar no objetivo

    Com um plano bem organizado fica muito mais fácil para a empresa começar a dar seus primeiros passos, sempre focando no objetivo principal do negócio, o que muitas vezes acaba se perdendo com o tempo em empresas dos mais variados tamanhos.

    O auxílio de um foco bem determinado pode levar à construção de uma identidade bem alinhada com as expectativas do público e da marca, ideal para uma boa imagem.

    Além disso, com um foco bem determinado, a empresa de portaria remota a distancia tem um maior controle sobre as ações que devem ser tomadas rumo ao crescimento, bem como decisões que exigem um pensamento estratégico, como ações de vendas

    Investe em prioridades

    Se você tem um único foco e pretende criar um caminho para chegar no que você mais deseja, claramente alguns pontos vão se tornar prioridade e outros não.

    Por exemplo, se uma empresa de mídia tem como propósito alcançar seus clientes por meio das redes sociais, naquele momento qualquer outra ideia ou estratégia poderá se tornar passável, podendo ser analisada em um outro momento, não como prioridade.

    Isso pode ajudar empreendedores a pontuarem tudo o que é bom ser investido ou não em uma loja de etiquetas para produtos, por exemplo, analisando o que pode ser secundário ou o que é apenas uma decisão sem fundamentos naquele instante.

    A questão das prioridades também se intensifica no momento em que uma empresa busca pela decisão da expansão, algo que deve ser feito em um momento oportuno.

    Auxilia na saúde financeira

    Grande parte das empresas hoje em dia acabam por falir e deixar para trás todos os seus propósitos, justamente por não se localizarem junto de suas estruturas financeiras, entendendo o que deve ser mantido como fonte de renda, ou uma compra desnecessária.

    Com o plano de negócio existe uma boa estruturação sobre o que a marca deve ou não focar no momento, quais são as entradas financeiras e saídas, dentre outras questões.

    Essa compreensão traz um controle e, de antemão, um discernimento ao tratar com dinheiro internamente, algo que pode ser determinante para que uma empresa continue em funcionamento e investindo em ações como banner promocional com publicidade.

    Diminui número de riscos

    O plano nada mais é do que um guia a ser utilizado pela empresa, ainda que não precise ser colocado como única fonte de decisão pelos líderes que lidam com ações.

    No entanto, essa compreensão do todo da corporação faz com que o número de riscos que marcas tendem a correr diminuam, pois fica claro que algumas prioridades e caminhos desiguais aos propósitos podem ser deixados de lado por um momento.

    É o caso de uma empresa que, segundo o plano de negócios, passou a reduzir as mudanças de estratégias corporativas diante de cenários nada favoráveis financeiramente.

    Como definir um ótimo plano de negócios

    A importância de um plano de negócios para sucesso para um empreendedor
    (Foto: FreePik)

    A definição de um bom plano é tão importante quanto sua execução, pois essa organização vai prover uma maior organização para empresas e empreendedores, podendo impactar tanto no valor de um produto quanto em um contrato de sala comercial.

    O ideal é fazer a concepção desse plano de forma honesta, mas sobretudo próxima à realidade que sua empresa pode alcançar, de acordo com exemplos dados dentro do próprio mercado.

    A seguir, vamos entender mais sobre alguns pontos definitivos para um negócio saudável e altamente regular de acordo com as ideias iniciais dos empresários:

    1. Propósito da marca

    Para começar a estruturação de um bom plano de negócio, é preciso que o empreendedor conheça o propósito que terá com a empresa, ou aquele objetivo que deseja alcançar com a abertura do negócio, algo que é importante tanto para ele quanto para o empreendimento.

    Nessa fase inicial a busca pelo porquê do negócio estar funcionando pode ajudar a criar uma identidade, e principalmente a famosa alma do negócio de cenografia para eventos.

    Comece se perguntando porque está decidindo empreender, porque escolheu o tal produto ou serviço. Essas informações servirão para compreender onde a empresa deverá estar daqui a uns anos e de que forma ela pode chegar no seu propósito da melhor forma.

    1. Estudo de mercado

    Com o primeiro ponto definido, o momento se volta para um estudo aprofundado sobre público-alvo, concorrentes e mapeamento de competências da marca no geral.

    Tudo isso vai servir para que o empreendedor tenha a certeza de onde está investindo, quais são os riscos, os desafios, se o caminho a ser percorrido está dentro daquilo que é necessário, dentre outras questões que envolvam a análise do negócio.

    Esse passo a passo vai fazer com que o investimento seja cada vez mais certo, e que riscos e incertezas possam ser premeditadas antes mesmo de vir à tona na prática.

    1. Planejamento de marketing

    O marketing é a parte da concepção ou lançamento de um projeto que permite um olhar mais mercadológico para o que é ofertado, entendo de que forma ele será repassado para o público, e se será relevante para o mercado de sinalização de segurança onde vai atuar.

    Essa também é a parte onde a empresa vai elaborar as estratégias de lançamento da marca, aproveitando para formular as ações que vão acontecer nesse momento.

    A determinação dessas etapas vai trazer ao empreendedor uma maior visão sobre o negócio na prática, entendendo mais sobre os investimentos que deverá fazer, a comunicação a ser traçada e também a identidade que será agregada.

    1. Estruturação burocrática

    Qualquer tipo de negócio, por menor ou maior que seja, precisa se preocupar com as questões burocráticas, que constituem uma profissionalização para o empreendimento.

    Por exemplo, liste algumas questões que precisam de um olhar atento de fiscalização da empresa de software de gestão financeira como o caso de.

    • Licenças;
    • Contratos;
    • CNPJ;
    • Materiais de trabalho;
    • Contas. 

    Assim tudo vai começar a ficar mais concreto para que os empreendedores envolvidos tenham maior controle sobre tarefas que devem ser feitas e preocupações que vão além do produto ou da relação com seus clientes, promovendo segurança nas atividades.

    1. Simulação financeira 

    A prioridade do seu negócio é a fonte de renda que ele terá para iniciar e seguir trabalhando, já que sem suporte financeiro não existe nenhum tipo de trabalho.

    A partir de todos os pontos que você levantou, desde os propósitos até a parte burocrática, inicie um pensamento sobre as fontes de renda, primárias e secundárias, metas de trabalho para ganhos em dinheiro na empresa de serviços de conservação, dentre outros.

    Tudo deve ser bem alinhado para que sua empresa inicie com um planejamento e com uma saúde financeira impecável, até o ponto em que poderá se erguer com suas vendas.

    Considerações finais

    Desde uma empresa que está começando até aquelas que já trabalham há anos no mercado, o plano de negócios é essencial e está cada vez mais presente dentro de situações de tomada de decisões feitas por empreendedores.

    Desenvolver um bom plano é não apenas uma forma importante de conhecer sua empresa e trabalhar seu crescimento, mas também de cuidar de toda sua estrutura.
    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.