• Por que ter um site mobile?

    Por Mais Empresas  |  07/10/2020  |  Comente »

    Desde o surgimento da internet até os dias atuais, as possibilidades de interação dos usuários com a tecnologia cresceram muito e com facilidades de acesso na palma da mão, ter um site mobile é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. 

    O comportamento do consumidor se transformou, moldando-se de acordo com a expansão do conhecimento e desenvolvimento da tecnologia global. 

    De acordo com dados coletados pela organização GSMA e publicados em setembro de 2019, 5,1 bilhões de pessoas usavam algum tipo de aparelho celular em todo o mundo naquele mesmo ano.

    Esses números representam 67% de toda a população mundial e são muito significativos para o marketing digital. 

    Com tantas pessoas usando um dispositivo móvel, torna-se importante adaptar as campanhas de uma empresa para funcionarem bem nesse tipo de aparelho. E é por isso que você deve investir no site mobile.

    Vale ressaltar que essas ações são relevantes para empresas dos mais variados setores, afinal, as pessoas agregaram o smartphone em sua rotina para facilitar diversas tarefas. É até mesmo possível pesquisar e comprar um creme olheiras masculino, por exemplo. 

    Assim, fica claro como o surgimento da internet modificou completamente a forma de lidarmos com o processamento de informação. 

    A velocidade necessária para transmitir dados de um dispositivo a outro, independente do local, impactou positivamente o conhecimento disponível.

    Um pouco da história

    Antigamente, os fatos históricos, grandes acontecimentos, recordes, teoremas matemáticos, conceitos químicos, físicos ou as descobertas da biologia, entre outros assuntos, permaneciam guardados nas estantes das biblioteca. 

    Depois que todas essas informações se conectaram através da rede mundial de computadores, não foi preciso abrir um livro para sequer consultar qual é a forma correta de escrever uma palavra. Até mesmo o velho dicionário se tornou obsoleto.

    Assim, todos os dados necessários estão na internet. Dentro desse contexto, vemos as ferramentas que temos ao nosso dispor evoluírem cada vez mais e com uma velocidade muito grande.

    Por isso, se você deseja ficar por dentro do assunto e saber os motivos e vantagens de se ter um site mobile, acompanhe a leitura.

    O comportamento do consumidor digital e a importância de ter um site mobile

    As transformações que a era digital trouxe modificaram o comportamento das pessoas, incluindo a interação do consumidor e dos clientes ativos com as marcas. 

    A facilidade, praticidade e agilidade digitais levam o usuário a realizar várias atividades através da internet, com:

    • Pesquisar e adquirir produtos;
    • Buscar e contratar serviços;
    • Localizar informações;
    • Acessar serviços públicos;
    • Pagar contas;
    • Automatizar sistemas.

    Nesse sentido, criar um site mobile e inserir esse tipo de funcionalidade nos serviços da empresa é muito importante. Hoje em dia, as pessoas buscam cada vez mais soluções que estejam na palma da mão, de forma prática e ágil. 

    Uma central de monitoramento CFTV acessível pelo smartphone vai automatizar a segurança de um estabelecimento e deixar os processos muito mais proativos.

    Por fim, é essencial saber que as pessoas gostam de interagir com ferramentas novas e dinâmicas. Tudo o que agrega agilidade ou otimiza as tarefas diárias é muito atrativo para os usuários das tecnologias do mercado atual. 

    Por que as empresas precisam se adaptar ao site mobile?

    O crescente uso de dispositivos móveis é um fato apresentado por pesquisas e dados coletados ao longo do tempo. 

    Essas informações são fundamentais e mostram como as pessoas agem em relação a determinados cenários e situações.

    Se existe uma tendência de comportamento, as empresas precisam se adaptar para adequar sua forma de produção e o material apresentado ao público consumidor. Só assim é possível entender as necessidades de seus clientes.

    Assim, se o perfil do público mudou e as pessoas procuram por aula fitdance iniciante na internet através de seus dispositivos móveis, a empresa que oferece essa aula precisa estar atenta a essa preferência para saber como ofertar seus serviços e conquistar os clientes, por meio de site mobile.

    Como as empresas podem se adaptar ao site mobile?

    O primeiro passo para se adaptar a tendência de comportamento atual dos consumidores ao site mobile é se inserir no mercado online através de estratégias bem elaboradas de marketing digital. Marcar presença na internet permite ser visto por esses usuários e alcançar mais pessoas.

    É importante oferecer o conteúdo onde a empresa pode ser vista. Se uma escola particular integral anunciar online, precisa deixar o material disponível para a versão mobile também, afinal, a maioria dos usuários fazem pesquisas através do celular.

    Acompanhar a evolução tecnológica, seu desenvolvimento e a transformação do comportamento do consumidor também envolvem conceitos como a internet das coisas e os wearables (itens vestíveis). 

    Nesse sentido, é através dessas concepções que a empresa vai integrar o uso do celular com atividades rotineiras, bem como para melhorar a relação e o convívio das pessoas. 

    Para dar conta de um fluxo tão grande de informações, é muito importante que a instalação do cabeamento industrial da empresa seja bem feita e esteja com a manutenção em dia. É assim que a instituição vai realizar a transmissão de dados com mais segurança.

    1 – A Internet das Coisas (IoT)

    Também conhecida como IoT, sigla em inglês que significa Internet of Things, a internet das coisas é um conceito que aborda vários objetos (coisas) integrados a sensores e softwares. Seu intuito é conectar-se a outros aparelhos e trocar informações através da internet.

    A IoT é um tipo de tecnologia essencial atualmente, uma vez que atua diretamente em objetos e atividades do dia a dia. Essa conexão possibilita integrar os dispositivos, as pessoas, os processos e as “coisas”.

    Esse é um avanço significativo, porque torna as tarefas mais dinâmicas, envolvendo aparatos como o carro, babá eletrônica, termostato e eletrodomésticos, etc. Essas atividades são administradas através de um dispositivo móvel.

    A grande vantagem que torna essa tecnologia relevante é o baixo custo, necessário para trabalhar com os dados para seu funcionamento. 

    Alinhar essas informações informatizadas e o mínimo de intervenção humana, proporcionam uma cooperação excelente entre o espaço físico e o digital

    Esse tipo de interação pode ser visto quando uma pessoa usa o comando de voz para solicitar que seu smartphone ligue para o serviço de manutenção impressora a laser. Esse é um recurso do dispositivo móvel que facilita o processo de buscar uma assistência.

    Em vez de interromper as atividades daquele dia e localizar um estabelecimento que possa resolver o problema, basta pedir e o celular liga sozinho para o local desejado.

    Outro exemplo de aplicação da Internet das Coisas é quando uma pessoa instala um sistema automatizado de casa inteligente. Para isso, pode-se utilizar uma chave com chip que torna o acesso a residência mais prático e seguro. 

    2 – Itens tecnológicos vestíveis

    Os itens tecnológicos vestíveis, também chamados de wearables – termo em inglês para algo “vestível”. Esse conceito refere-se à todos aqueles objetos que uma pessoa pode usar como acessório e adiciona possibilidades práticas em sua rotina, devido às suas funções.

    Um fone de ouvido ou relógio digital não são necessariamente acessórios wearable, é preciso observar o que exatamente esse item permite realizar e quais interações o usuário pode ter com o meio a sua volta.

    Um bom exemplo são as smartbands e os smartwatches. Esses acessórios funcionam de forma integrada com o smartphone e podem medir os batimentos cardíacos ou a distância percorrida em uma corrida, por exemplo.

    Ambos acessórios são muito sensíveis e funcionam integrados a smartphones específicos, então é importante ficar atento em relação a seus cuidados e assistência. 

    Para realizar o conserto apple watch, o cliente deve buscar uma manutenção especializada e autorizada, por exemplo.

    Os itens tecnológicos vestíveis abrem uma variedade de novas possibilidades para o mercado digital explorar e também para os usuários explorarem a quantidade de opções que existem. 

    Essa é uma forma de melhorar os processos diários, tornando-os mais eficientes.

    Dessa forma, tais atividades e aparelhos que o setor tecnológico trazem agregam valor e conhecimento para todos, em diversos setores da sociedade. 

    Por sim, é uma forma para as pessoas descobrirem como ter lazer através de acessórios de realidade virtual, melhorar a qualidade de vida aplicando esse mesmo conhecimento na área da saúde e da educação.

    A importância de um site mobile

    É fácil entender que as pessoas mudaram seu comportamento depois que a internet surgiu, a informação ficou muito mais acessível e as interações se tornaram mais dinâmicas. Mas é importante saber como essa relação com o conteúdo online evoluiu.

    Hoje em dia, os usuários utilizam muito mais seu celular para fazer pesquisas e realizar atividades cotidianas do que outros dispositivos. 

    A facilidade de ter as soluções na palma da mão é um fator muito relevante para determinar essa tendência.

    Essa informação é significativa para as empresas atuarem de forma eficiente. Saber onde estão os consumidores e quais são suas preferências, permite direcionar os conteúdos, produtos e serviços para atender às necessidades dos clientes.

    Além disso, é preciso se adaptar a conceitos como a Internet das Coisas e os itens tecnológicos vestíveis. Assim, é possível acompanhar as mudanças de comportamento e conquistar novos clientes, aumentando a visibilidade da empresa e o número de vendas.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Técnicas de SEO podem ser vantajosas para sua empresa?

    Por Mais Empresas  |  06/10/2020  |  Comente »

    Hoje em dia, todas as empresas compreendem a importância das técnicas de SEO para o seu negócio. Trata-se de uma necessidade para atingir os objetivos e trazer resultados para a empresa, mas que precisa ser feita do jeito certo.

    Um desses resultados é ser encontrado organicamente em sites de busca, como o Google. A otimização dos sites e blogs é a melhor maneira para que um negócio se posicione bem na web e gere novas oportunidades de negócio.

    As pesquisas são feitas com base no uso de palavras-chave, que são os termos pesquisados pelos usuários. 

    Se ela for a mesma que a sua empresa usou no site ou blog, e se o conteúdo for valioso, ele aparecerá no topo dos resultados da busca orgânica do usuário.

    O uso de palavras-chave é apenas uma das estratégias em SEO, sendo importante compreendê-las para ser encontrado e ganhar espaço na web.

    Isso se deve ao fato de que as pessoas pesquisam tudo no Google quando precisam de algum produto ou serviço, quando têm alguma dúvida, ou simplesmente quando querem saber mais a respeito de algum assunto.

    Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre o que é SEO, suas principais técnicas, bem como mostrar do que se trata o SEO on e off page. Acompanhe!

    O que é SEO?

    SEO é uma sigla para Search Engine Optimization – otimização para motores de busca –, um conjunto de estratégias que são aplicadas a um site para posicioná-lo melhor nos resultados oferecidos pelos motores de busca.

    Se uma fabricante de envelopes pequenos usar essas estratégias, assim como qualquer outra empresa, ela conseguirá figurar entre os primeiros resultados do Google.

    Isso é fundamental, uma vez que os usuários automaticamente classificam como mais confiáveis os sites que aparecem em boas posições nas pesquisas.

    Além disso, as técnicas de SEO também ajudam a melhorar o site como um todo, colaborando para que os visitantes tenham uma boa experiência. Tudo isso acontece com o uso de algumas estratégias, que vamos abordar melhor no próximo tópico.   

    Principais estratégias e técnicas de SEO

    Para colher os resultados que esse pilar do Marketing Digital oferece, é de suma importância conhecer bem suas principais estratégias e técnicas de SEO. E dentre elas, temos:

    1ª técnica de SEO: Uso de palavra-chave

    O primeiro passo é escolher o termo que será usado para a criação dos conteúdos. Para isso, é preciso fazer uma pesquisa, que pode ser embasada em ferramentas gratuitas.

    A partir disso, é possível obter os termos que os usuários mais usam para pesquisar determinadas informações. Por exemplo, para um lava rápido de motos, uma das expressões mais usadas pode ser “polimento cristalizado moto”.

    Além das ferramentas, também é possível descobrir as palavras-chave realizando uma pesquisas através de ferramentas específicas e acatando as sugestões que aparecerem.

    Você também pode consultar na página inferior de resultados do Google outras sugestões de termos pesquisados. Depois disso, é só escolher aquelas que melhor atendem ao conteúdo que será criado.

    2ª técnica em SEO: Imagens de qualidade

    As imagens precisam ser de qualidade, representar bem o conteúdo e estarem bem posicionadas na página.

    Além disso, é importante incluir o nome e o atributo “alt” ao carregar as ilustrações. Isso é importante, afinal, apesar de toda a sua evolução, o Google ainda não consegue saber o que contém na imagem.

    Esses cuidados aumentam a boa qualificação da página nos resultados, uma vez que o conceito da imagem foi devidamente explicado.

    3ª técnica de SEO: Investir em conteúdos de qualidade

    Qualquer tipo de negócio, seja uma loja de sapatos ou uma fabricante de lima de dentista, precisa investir em conteúdos de qualidade, pois esta é uma das estratégias mais importantes de SEO.

    Inclusive, essa ação é conhecida como Marketing de Conteúdo, e se configura como uma das principais ações em Marketing Digital.

    Trata-se de uma maneira de fornecer informações e conteúdo de qualidade, relacionados à área de atuação do negócio, que levem conhecimentos até o público-alvo e eduque o mercado.

    Esses materiais devem ser originais, de fácil leitura e de acordo com aquilo que o público da marca deseja ler. Além disso, eles podem assumir diferentes formatos, tais como:

    • Textos;
    • Áudios;
    • Vídeos;
    • Infográficos.

    Quanto mais completo for o conteúdo, mais bem classificado ele será pelo Google. Dessa forma, uma fabricante de máquinas de café pode investir, por exemplo, em materiais que falem sobre os insumos para máquina de café, os benefícios do equipamento etc.

    Para te ajudar nesse processo, pesquise sobre o assunto que quer falar e leia os conteúdos que aparecem nos primeiros resultados da pesquisa.

    Lembre-se de que cópias podem ser consideradas plágio e que o site poderá perder pontos perante os buscadores.

    4ª técnica de SEO: Título da página

    O título que usamos na página é um dos principais recursos para atrair a atenção de visitantes. Da mesma forma, é ele que determina a relevância da página para o Google e para o próprio leitor.

    Por isso, inserir no título a palavra-chave escolhida para o conteúdo é essencial, mantendo-o sempre com até 60 caracteres.

    Caso ele seja mais longo, o melhor é incluir a palavra logo no início. Por exemplo, se o termo escolhido for “extintor novos”, uma boa maneira de usá-lo seria: “extintor novo: saiba como encontrar o mais adequado ao seu negócio”.

    5ª técnica de SEO: Usar sitemap

    O sitemap nada mais é do que o mapa do site, com links para todas as páginas que o compõem. Dessa forma, o Google consegue rastreá-lo e indexá-lo com facilidade. 

    Existem algumas hospedagens que permitem criar esse recurso a partir de um plugin.

    6ª técnica de SEO: Links internos

    Essa é outra das estratégias mais importantes e recomendadas em SEO, e consiste na inserção de um link em uma página que direcione o leitor para outra página do site.

    É muito comum encontrarmos essa ação sendo praticada nos websites, pois ela “segura” o visitante por mais tempo dentro do ambiente, fazendo com que o Google interprete o site como relevante e confiável.

    Para fazer isso, uma imobiliária pode publicar uma postagem sobre aluguel de espaço comercial, e inserir, por exemplo, um link que fale sobre o aluguel de salas comerciais no centro de São Paulo.

    Também é uma maneira de fortalecer o uso de algumas palavras-chave, levando os visitantes a conhecerem outros conteúdos.

    No entanto, cada link deve ser relevante para a publicação a qual foi inserido e ter algum tipo de relação com ela, para que o texto não fique estranho ou perca o sentido.

    A linkagem interna também estimula os usuários a realizarem outras ações dentro do site, o que acaba por baixar as taxas de rejeição.

    7ª técnica de SEO: Ter um site responsivo

    Por fim, uma das estratégias mais importantes em SEO é ter um site responsivo. Esse tipo de site pode ser acessado tanto de um smartphone quanto de qualquer outro dispositivo móvel, como um tablet, que o usuário terá uma boa experiência.

    Isso acontece porque esse tipo de site reconhece o tamanho da tela, ajustando seus elementos perfeitamente ao dispositivo, permitindo que o visitante realize todas as ações que precisar.

    Técnicas de SEO on page e off page

    O SEO on page abrange todas as estratégias dentro da página de um negócio, como, por exemplo, o uso da palavra-chave “médico domicílio” no site de um consultório.  

    São elementos que estão relacionados à otimização do site, como os que foram mencionados no tópico anterior e que você já conhece.

    O SEO off page, por sua vez, são os links direcionados a um site proveniente de outras páginas na internet. Ele é fundamental, uma vez que permite que mais pessoas conheçam uma empresa, pois ela está sendo mencionada em outros ambientes.

    Se uma escola de aula de ballet masculino é constantemente mencionada em boas páginas, ela também melhora o seu tráfego, o que melhora seu posicionamento no ranking.

    Para conseguir esses links, pode-se investir em parcerias com outros sites e blogs, para que eles linkem suas páginas nas deles e vice-versa. No entanto, é necessário que isso seja feito com qualidade e de maneira contextualizada.

    O proprietário de um site também pode adicionar comentários em outros sites e fóruns da internet, deixando seu endereço na web ao final de cada comentário. Mas esses comentários precisam ser relevantes e mostrar toda a autoridade da marca.

    Compartilhar o endereço do site nas redes sociais da empresa também é uma forma de SEO off page e pode aumentar o tráfego dele consideravelmente.

    Conclusão das técnicas de SEO

    Lendo esse texto, certamente você conseguiu compreender a importância das técnicas de SEO para o site de qualquer tipo de negócio.

    Compreendendo de que forma ele funciona, suas estratégias e entendendo sua relevância, é possível colocá-lo em prática e começar a colher bons resultados.

    Se uma empresa tem uma boa visibilidade na web, ele tem acesso a maiores oportunidades de negócio, conquistando mais clientes e, consequentemente, aumentando seu lucro.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Diferenças e aplicações entre SEO On Page e Off Page

    Por Mais Empresas  |  01/09/2020  |  Comente »

    O SEO é uma técnica conhecido no mundo online por ajudar a ranquear sites nas melhores posições dos motores de busca.

    Atualmente, a internet é fundamental para os negócio e divulgação de conteúdos.

    Isso porque, as ferramentas disponibilizadas pelo meio digital possibilitaram que as empresas e os produtores de conteúdo conversem com os seus respectivos públicos mais facilmente.

    Entretanto, elas não eliminaram a concorrência. 

    Produzir conteúdos de qualidade ou elaborar super ofertas não garante que as pessoas irão chegarão a você.

    Isso acontece porque existem muitas pessoas fazendo o mesmo e, assim, brigando pelo topo dos motores de busca, como o Google. 

    Por isso, existem estratégias que quando aplicadas corretamente ajudam você a otimizar o seu conteúdo e alavancar o seu negócio. 

    Juntas, essas estratégias formas o SEO. 

    O que é SEO?

    SEO é a sigla para o termo em inglês Search Engine Optimization. Ela corresponde ao conjunto de técnicas que tem por objetivo melhorar a posição de sites nos buscadores.

    Essas estratégias são feitas de forma orgânica, ou seja, gratuita. Na verdade, o único preço cobrado aqui é a informação. 

    As técnicas de SEO estão divididas em dois tipos: SEO On Page e Off page.

    SEO On Page

    As técnicas de Seo on page estão ligadas à parte estrutural do site, ou seja, à otimização do seu conteúdo. 

    Como os motores de busca têm por objetivo apresentar ao usuário os resultados mais relevantes para a pesquisa feita por ele, posicionar o seu site entre as primeiras colocações implica em mostrar para os mecanismos de busca que você atende aos critérios.

    Disponibilizar conteúdos informativos de qualidade e uma boa usabilidade do seu site são algumas das formas de fazer isso. 

    Algumas outras  formas de otimizar conteúdos são:

    Title tag: 

    É o título do seu site que aparece nos resultados de busca. Ele deve dar uma prévia do que o usuário encontrará na sua página.

    É importante utilizar a palavra-chave na Title Tag. 

    Por exemplo: Se você tem uma clínica odontológica especializada em implantes e canal, opte por utilizar termos, como “clareamento dental valor” e “ implante de dente valor”, pois essas são as palavras pesquisadas por quem busca por esses assuntos. 

    Títulos e subtítulos

    Para otimizar os textos do seu site é preciso hierarquizar bem as informações para que o conteúdo fique visualmente agradável de se ler. 

    Para isso, é distribuído títulos e subtítulos ao longo do texto que serão divididos em H1,H2,H3… O título principal deve ser formatado como header 1 (H1), os subtitulos principais como header 2 (H2) e assim por diante. 

    Lembre-se de criar títulos claros e que contenham as palavras-chave principais, obedecendo a hierarquia de H1,H2,H3, etc.  

    URL

    O URL é o endereço do seu site. É ele quem vai dizer para o usuário aonde ele está e o que está vendo, só de bater o olho.

    Por isso, ele deve ser o mais agradável possível, formado com termos claros e o uso das  palavras-chave. 

    Para que você não corra o risco de ser prejudicado pela formação do seu URL, fique de olho no endereço criado automaticamente pelo seu sistema de gestão de conteúdo. 

    Nesse sentido, se a sua página estiver falando de aparelho transparente preço, verifique  se o URL dela está indicando que é esse o assunto. Nada de deixá-lo com uma série de números e letras aleatórios. Observe: 

    www.dentista.com.br/836D58g4

    O URL seguindo o SEO seria assim: 

    www.dentista.com.br/aparelho-trasnparente-preco

    Meta description

    Diz respeito àquele resumo que acompanha a Title Tag nos resultados de busca. 

    O principal objetivo é chamar a atenção do usuário em poucas palavras para escolherem o seu site, em detrimento dos demais. 

    SEO off page

    Quando se trata de estratégias de SEO muitas pessoas tendem a se concentrar apenas nas técnicas on page, quando, na verdade, as técnicas off page são tão importantes quanto. 

    O SEO off page consiste em criar links de direcionamento para o seu site em outros sites da internet.

    É dessa forma que você irá mostrar para o Google que o seu site é relevante. 

    Basicamente, quanto mais links e menções o seu site receber de outros sites relevantes e confiáveis da sua área de atuação, mais pontos ele terá com os motores de busca. 

    Ou seja, esse é um relacionamento de troca, em que você inclui links em outros sites, mas também recebe links de terceiros em seus conteúdos. 

    Os links posicionados nos site são chamados de backlinks e fazem parte de uma estratégia chamada link building. 

    Além do link building o SEO off page é formado por qualquer estratégia feita fora do site. Entre essas estratégias estão:

    Parcerias 

    Fazer parcerias com outros sites e blogs é essencial para fazer os backlinks sempre que possível.

    O ideal é que os parceiros sejam da mesma área de atuação e produzam conteúdos parecidos.  

    Comentários e menções

    Tão importante quanto os backlinks são as menções ao seu site em outros domínios.

    Essas menções podem ser feitas em posts de outros blogs ou fóruns da internet, mas sempre de forma relevante, com referências positivas que mostrem autoridade no assunto. 

    Redes sociais

    As redes sociais também são ferramentas do SEO off page.

    Por meio delas é possível monitorar o tráfego em determinada rede social, ou seja, números de compartilhamento, conversões, etc. 

    Assim, ainda usando o exemplo da clínica odontológica,  é possível produzir um conteúdo específico para o Facebook, por exemplo, sobre aparelho ortodôntico e conseguir clientes para a clínica através dele. 

    Comece a usar o SEO no seu site

    Agora que você já sabe o que é o SEO e as diferenças entre o SEO on page e off page você já pode colocar em prática as técnicas ensinadas nesse conteúdo. 

    Assim, você irá perceber uma mudança significativa nos resultados do seu site e, até, nos negócios!

    Texto produzido por Estela Lima, redatora da empresa Clínica Ideal. 

  • Seu site tem as ferramentas certas para conseguir gerar mais valor para sua empresa?

    Por Mais Empresas  |  21/08/2020  |  Comente »

    Ter um site vai muito além de possuir um endereço na web é necessário torná-lo funcional. O que quer dizer que vários elementos, em especial as ferramentas ou Widgets que ele oferece. 

    Para facilitar a vida dos negócios, surgiram os widgets, que podem ser utilizados para uma série de demandas, seja para melhorar o contato ou conduzir ações tomadas por parte dos clientes. 

    Dessa forma, uma empresa que trabalha com paisagismo fachada consegue ter resultados cada vez mais surpreendentes no seu site, podendo obter o retorno desejado dentro da sua página na internet. 

    Há diversas possibilidades nesse cenário, mas você precisa entender quais dessas ferramentas podem ser relevantes para o seu público. 

    Os widgets podem ser utilizados dentro de site, blogs, e até mesmo nas redes sociais, para tornar as plataformas mais dinâmica e interessante para os usuários. 

    Por isso, se você quer implementar um chatbot na sua página, ou até mesmo criar um formulário onde o visitante possa enviar uma mensagem facilmente para a sua empresa, utilizar um widget é a melhor maneira para solucionar essa necessidade. 

    Dessa forma, para entender as principais perguntas e resposta a respeito do assunto, siga na leitura deste conteúdo e saiba os motivos pelos quais ter essas ferramentas presentes no site da sua empresa pode gerar mais valor para a sua marca.

    O que é um widget?

    Assim como um totem informativo pode ser um recurso essencial para promover ou auxiliar o seu negócio, ter um widget presente no seu site é um recurso indispensável para conquistar os seus clientes. 

    Mas afinal, o que é um widget?

    Trata-se de um recurso responsável por simplificar a usabilidade de uma página, tornando o acesso mais simples a diferentes recursos e funcionalidades. 

    As finalidades que os Widgets podem ter:

    • Reservas de horários;
    • Chatbots ou bate-papo;
    • Formulários de contato;
    • Atualização de redes sociais;
    • Comentários;
    • Botões de compartilhamento.

    Uma empresa de coleta de entulho de obra, por exemplo, pode disponibilizar um widget para marcação de horário de retirada de material, onde o cliente tem maior facilidade para programar o serviço diretamente pelo site. 

    Outra ferramenta cada vez mais indispensável para os estabelecimentos são os chatbots, eles também permitem um relacionamento mais rápido com os compradores. 

    Há ainda os formulários de cadastro ou de contato.

    Nos quais os visitantes da página podem se inscrever para obter benefícios, para enviar mensagens para tirar dúvidas ou fazer solicitações. 

    Outros widgets podem ser bastante funcionais, como os que mostram as atualizações das redes sociais, os comentários das páginas e compartilhamento de conteúdos. 

    Por esses motivos, eles se tornam cada vez mais importantes para a plataforma de uma empresa.

    Lembre-se que devem ser utilizados para facilitar a usabilidade e garantir maior valor na experiência do usuário dentro da sua plataforma. 

    Os Widgets mais utilizados: 

    Levando em consideração as principais tendências no que diz respeito ao relacionamento com o cliente, ou marketing, é comum encontrar alguns tipos de widgets entre os preferidos de qualquer empresa. 

    Assim, para quem quer aumentar a visibilidade da empresa na internet, os botões de compartilhamento de conteúdos para as redes sociais se tornaram praticamente obrigatórios.

    Um estabelecimento que trabalha com sinalização vertical de indicação, por exemplo, pode utilizar desse widget para comunicar ao seu público sobre as atualizações legais do seu ramo e permitir a divulgação orgânica do seu conteúdo.

    Os comentários realizados nas postagens de um site se tornaram widgets importantes até mesmo para um bom posicionamento da página nos buscadores.

    O que faz com que os visitantes encontrem boas referências ali, além de poderem interagir nesse campo do site.

    Vale ressaltar que os formulários de contato e de cadastro podem ser imprescindíveis para qualquer empresa que deseja coletar leads e aumentar a sua lista de contatos.

    Assim fica mais fácil o envio de campanhas de marketing ou promocionais. 

    Qual widget é mais adequado para a minha empresa? 

    Vai depender do segmento em que se atua, o widget ideal para o seu site pode variar conforme a funcionalidade dele.

    Empresas do segmento de hotelaria, agências de viagens, restaurantes, clínicas médicas e outros estabelecimentos, que dependem de uma agenda para realizar os seus serviços, podem utilizar um widget de reservas com maior sucesso para a sua página. 

    Afinal, com poucos cliques, o cliente consegue programar um serviço facilmente, podendo desfrutar dele de modo mais dinâmico e integrado. 

    Da mesma forma, uma gráfica com alta demanda de encomendas e produção de folder criativo pode apostar no uso de chatbots para automatizar o seu atendimento, respondendo rapidamente perguntas comuns dos seus usuários. 

    Leve em conta as principais ações dentro da plataforma que podem ser automatizadas e disponibilizadas de maneira prática no seu site. 

    Qual a tendência para essas ferramentas? 

    Em um mundo cada vez mais globalizado, é essencial que as empresas utilizem a tecnologia a favor do seu negócio.

    Quer crescer de modo cada vez mais rápido? Disponha de recursos modernos e viáveis. 

    Nesse sentido, o uso de widgets oferecem mais comodidade aos clientes, ao mesmo tempo em que promovem maior facilidade para o dia a dia da empresa.

    Por isso, é essencial levar em consideração que a tecnologia e a experiência que o cliente terá na sua página.

    Tudo isso influenciará na preferência do público no momento de encomendar uma pasta catálogo personalizada, por exemplo, já que o comprador poderá utilizar as ferramentas do seu site para fazer o pedido online, diretamente do celular ou do computador. 

    Sendo assim, tornar os widgets compatíveis com dispositivo móvel é essencial para garantir que mais pessoas possam acessar a sua página.

    Os widgets ainda devem evoluir mais?

    Mesmo que os widgets tenham tido grande relevância e destaque há pouco tempo, isso não quer dizer que eles não estão em constante evolução.

    Ao contrário do que se imagina, uma empresa especializada em disk entulho pode estar descobrindo esses recursos apenas agora.

    o que faz com que o site da empresa esteja sendo atualizado para otimizar a experiência do cliente na página.

    Do mesmo modo, ao se pensar que a tecnologia está sempre em evolução, trazendo novidades que facilitam cada vez mais a rotina de diferentes tipos de negócios online, os widgets ainda podem desenvolver-se de maneira interessante. 

    Quanto mais se proporciona recursos simples e dinâmicos, seja para o pagamento de uma compra de porta etiqueta acrílico, seja para o envio de um e-mail para o suporte ao cliente, mais a empresa se torna uma referência no mercado. 

    Afinal, as pessoas querem desfrutar de ferramentas que tornem o seu dia a dia cada vez mais integrado e acessível.

    O que inclui, necessariamente, o investimento em widgets e outros mecanismos no site de uma empresa. 

    Por que utilizar widgets no seu site?

    Depois de entender melhor sobre o uso de widgets no seu site, é essencial saber os motivos pelos quais vale a pena apostar nessas ferramentas. 

    1. Facilitar o acesso a diferentes serviços

    Os widgets são fundamentais para facilitar o acesso dos clientes aos serviços oferecidos pelo seu negócio, independentemente de qual for a área. 

    Dessa forma, eles se tornam indispensáveis para otimizar os recursos encontrados no seu site e tornar a página ainda mais atrativa. 

    2. Melhorar a comunicação com o público

    O que gera reconhecimento dos clientes em relação à preocupação de uma marca com quem deseja adquirir os seus produtos ou serviços.

    Isso inclui desde o cuidado em oferecer um suporte 24 horas via chatbot, até disponibilizar um campo para o envio de mensagens em diferentes áreas do seu site.

    3. Tornar o acesso imediato a informações recentes

    Outro benefício importante do uso de widgets é tornar o acesso a informações da sua empresa mais acessível e imediato.

    Permitindo assim a divulgação de novidades por meio de ferramentas práticas dentro do seu site. 

    De fato, os widgets são as ferramentas certas para que você possa gerar maior valor para o seu negócio.

    Desse modo, utilizá-los pode ser uma forma prática de potencializar o seu site e conquistar a fidelidade do público que acessa a sua página na internet.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Saiba as melhores práticas para melhorar o E.A.T

    Por Mais Empresas  |  25/05/2020  |  Comente »

    O E.A.T, sigla para Expertise, Authoritativeness and Trust, em tradução “expertise, autoridade e confiabilidade”, é um novo fator de rankeamento do Google, sendo parte do conjunto de diretrizes do mecanismo que avalia a qualidade de um website.

    Embora ainda existam algumas dúvidas e controvérsias sobre o E.A.T como parte das técnicas de otimização para o Google, muitas páginas já estão implementando a prática dentro do SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para os mecanismos de busca, visto que é possível melhorar o tráfego orgânico.

    Além do mais, o E.A.T é uma estratégia benéfica para os sites. Quer dizer, mesmo que ele não influencie na classificação no Google, é uma prática que proporciona uma melhor experiência ao usuário.

    Quer saber mais sobre o conceito? Acompanhe o texto e saiba as melhores práticas para melhorar o E.A.T do seu site!

    O que é o E.A.T?

    Os algoritmos do Google são um verdadeiro mistério. Isso porque eles podem se transformar e usar novas diretrizes de avaliação e classificação. 

    Existe até um documento, conhecido como Quality Raters’ Guidelines (QRG) que descreve os principais fatores de boas práticas SEO.

    Ou seja, é preciso ficar atento às mudanças do buscador, visto que, mesmo em um bom conteúdo sobre empilhadeira pode sofrer influência de novos tipos de rankeamento e, por isso, deve ser adaptado.

    Desde fevereiro de 2019, o próprio Google confirmou que o E.A.T entrou como parte do seu algoritmo na qualificação de páginas.

    A tríade do E.A.T (expertise, autoridade e confiabilidade) forma as principais diretrizes do QRG, que são recomendadas pelo Google. Ou seja, é preciso ter uma página de qualidade, com reconhecimento e de confiança, proporcionando uma boa experiência aos usuários.

    Abaixo, confira um pouco mais sobre cada um dos elementos do E.A.T.

    1 – Expertise

    O expertise refere-se ao conhecimento, isto é, o quanto um conteúdo é aprofundado e informativo sobre um determinado assunto.

    Na prática, podemos pensar em um artigo sobre coleta resíduos recicláveis. Quanto mais informações aprofundadas, inclusive explanação de termos técnicos, melhor o algoritmo do Google entende o seu conteúdo e atua na classificação.

    O Google costuma determinar dois tipos principais no nível de expertise, que são: o Main Content (MC) e o Supplementary Content (SC).

    O Main Content, ou “conteúdo principal”, consiste no tema-chave que é desenvolvido com maior quantidade de palavras, com foco na qualidade da informações e com o máximo de objetividade para o leitor. 

    Além de artigos, o Main Content também pode conter fotos, notícias, resenhas, vídeos, entre outros materiais.

    Por exemplo, o MC pode tratar de processos para tirar a carteira cnh pcd, trazendo todas as especificações, documentos necessários, etc. Esse conteúdo pode ser tratado em vídeo, bem como em textos ou com infográficos.

    Já o Supplementary Content, ou “conteúdo adicional”, tem como objetivo direcionar o visitante dentro do site, com link internos para navegação em outras páginas, ou para outros materiais dentro próprio website.

    Imagine, por exemplo, um artigo que trata sobre dicas de decoração e traz um hiperlink para modelos de papel de parede. Neste caso, o conteúdo adicional encontra-se no link, que irá direcionar para conhecer os tipos de revestimento.

    Além desses dois tipos principais de avaliação do conteúdo, existem ainda os advertisements, ou ads, que são os anúncios patrocinados dentro da página. 

    Quer dizer, são links pagos que são ótimos para monetização, mas em excesso, essas propagandas prejudicam a experiência do usuário.

    Importante ressaltar que, dentro do expertise, o Google costuma privilegiar:

    • Conteúdos produzidos por especialistas;
    • Divulgação de temáticas em páginas relacionadas;
    • Uso de informações de fontes confiáveis;
    • Explanação o mais completa possível aos usuários.

    Quer dizer, ao tratar de conteúdos sobre chaves codificadas, por exemplo, a classificação tende a ser melhor quando o material é publicado no blog de um chaveiro automotivo chave codificada, com informações relevantes e escrito por pessoas que entendem do assunto.

    Portanto, no expertise, o rankeamento se dá pela produção de conteúdo relevante. Dessa forma, é possível se destacar diante da grande quantidade de sites e blogs presentes na internet.

    2 – Autoridade

    A autoridade consiste em uma estratégia de SEO e de link building. 

    Considera-se “ter autoridade” um site que é bem reconhecido pelo restante da internet, conta com menções (hiperlinks) de qualidade e costuma ser citado em portais importantes, como sites de notícias, veículos jornalísticos, etc.

    Ou seja, para construir a autoridade é necessário, em primeiro lugar, ter conteúdos de alta expertise, para receber backlinks de outros sites, e assim, ter reconhecimento no mundo virtual e no mercado.

    Importante dizer que cada página na internet tem a sua própria autoridade. Quando recebe um link para outro site, essa autoridade é repassada.

    Por esse motivo, um único hiperlink em uma página de alta relevância pode ser muito mais relevante do que dezenas de menções em sites de baixa qualidade.

    3 – Confiabilidade

    O último elemento do E.A.T é a confiabilidade. Aqui é importante considerar os requisitos mínimos de segurança, já que o Google considera a proteção dos usuários algo extremamente importante para o rankeamento.

    Por esse motivo, ao construir um site de um chaveiro 24 horas, vale a pena cuidar dos protocolos de segurança, para que sua página não seja considerada perigosa e acabar tendo a classificação prejudicada.

    Fora a segurança estrutural, a confiabilidade também diz respeito à confiança que um site passa com a produção do conteúdo. 

    Ou seja, erros gramaticais e de ortografia, ou até mesmo uma diagramação confusa, podem impactar negativamente a experiência do usuário. Desse modo, as páginas passam a ser vistas como de baixa qualidade.

    Por conta disso, mesmo em um artigo simples sobre buffet a domicílio de churrasco, é preciso ter cuidados com a forma de escrita, a leiturabilidade e, é claro, a segurança do site.

    O impacto do E.A.T no YMYL (Your Money Your Life)

    De acordo com o Google, o primeiro passo para obter uma boa classificação é compreender o propósito do seu site. Quer dizer o que a sua página quer oferecer aos usuários e quais são as intenções de comunicação com a audiência.

    Nesse sentido, os sites que não têm um objetivo claro e bem definido, geralmente possuem menor expertise, autoridade e confiabilidade – o que impacta no rankeamento.

    Assim, como forma de proporcionar a melhor experiência aos usuários, o Google valoriza ainda mais o E.A.T nos sites YMYL, normalmente associados às áreas médicas, jurídicas e financeiras (ou seja, assuntos que tratam diretamente de assuntos relacionados à vida dos usuários).

    Em resumo, os sites YMYL são as páginas que aconselham as pessoas e influenciam em decisões importantes.

    Importa compreender que a reputação das páginas YMYL está diretamente relacionada com a avaliação do Google. 

    Por isso, elas precisam ter conhecimento e especialidade em seus conteúdos, passar confiabilidade e ter autoridade, ainda mais porque esses sites têm caráter consultivo para maioria dos usuários.

    Dicas para impactar positivamente a sua página com E.A.T

    Percebe-se que, apesar da controvérsia diante do E.A.T, os elementos constituintes dessa concepção são extremamente importantes para a construção de uma página de qualidade e, consequentemente, na classificação do Google.

    Nesse sentido, não adianta nada escrever um texto sobre porta banner, seguindo as principais técnicas de SEO, como o uso de palavras-chave, mas desconsiderar a especialidade do conteúdo, com informações relevante.

    Por conta disso, a primeira dica para impactar positivamente sua página com E.A.T é focar na produção de conteúdo de qualidade, com informações comprovadas (científicas, por exemplo) e com palavras de especialistas.

    Também é necessário que os autores do texto tenham reconhecimento na internet. 

    Quer dizer, encontrar alguém que tenha autoridade no nicho de atuação para colaborar com a produção de conteúdo.

    Vale dizer que é imprescindível ter informações suficientes sobre quem é o responsável pelo site, bem como de atendimento ao cliente, em especial quando há transações financeiras envolvidas.

    Conclusão

    O E.A.T é relativamente novo dentro do Google, e por conta disso, muitas pessoas ainda estão interpretando como os elementos de expertise, autoridade e confiabilidade impactam na classificação no buscador. 

    Percebe-se que aplicar as técnicas de produção de conteúdo relevante já é algo extremamente positivo para os sites.

    Sendo assim, é importante focar no oferecimento de materiais ainda mais especializados, sem perder a qualidade e propondo soluções eficientes aos usuários. 

    Tudo isso irá impactar diretamente na experiência dos leitores e, por consequência, a classificação no Google.

    Ademais, vale a pena ter uma boa confiabilidade em quesitos de segurança, focando em distribuir um material bem elaborado também, com poucos erros. Isso demonstra profissionalismo e competência, algo que também faz parte do rankeamento.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Você sabe o que é AEO?

    Por Mais Empresas  |  27/04/2020  |  Comente »

    Se você acompanha o marketing digital e busca transformar o seu site para obter melhores resultados na internet, certamente já ouviu falar em AEO e nos seus benefícios.

    Assim como o SEO (Search Engine Optimization) se tornou essencial para que um site fosse encontrado durante uma pesquisa, o AEO (Answer Engine Optimization) também veio para compor o cenário. 

    É inegável que a internet se transformou no meio mais utilizado para a realização de pesquisas, sobre qualquer assunto que seja. Além disso, a facilidade com que as pessoas fazem buscas online é cada vez mais importante. 

    Para encontrar uma caixa de passagem 4×2, por exemplo, é preciso apenas retirar um smartphone do bolso e inserir as palavras-chave referentes ao assunto ou produto que se quer adquirir. 

    O AEO veio como uma estratégia essencial para compor esse cenário, sendo uma maneira simples e direta de fazer buscas na internet e encontrar aquilo que se procura de modo assertivo. 

    Essa ferramenta deve ser implementada pelas empresas, justamente por ser uma evolução do SEO, permitindo que os usuários realizem pesquisas rapidamente, utilizando os recursos de voz. 

    Se você quer saber mais sobre o AEO, de modo a entender qual é a sua importância para as empresas dos mais diversos segmentos, siga na leitura deste artigo. 

    O que é o Answer Engine Optimization?

    É cada vez mais comum ver pessoas utilizando os seus celulares para fazer pesquisas por voz. Além de ser um mecanismo simples, ele se tornou um método prático de encontrar uma resposta sobre qualquer assunto. 

    Os assistentes de voz presentes nos celulares são um exemplo prático de como essa ferramenta veio para auxiliar o dia a dia das pessoas. 

    Como não poderia deixar de ser, os mecanismos de busca estão sempre se atualizando, como forma de proporcionar uma experiência melhor para os usuários e, com isso, o AEO vem ganhando grande destaque na internet.  

    Se antes era preciso digitar um termo como “empresas de software de gestão empresarial”, hoje você pode facilmente dizê-lo.

    Fazendo assim com que o buscador ofereça uma resposta direta, sem que você precise clicar em vários sites até encontrar o que procura.

    Isso porque quando você faz a sua pesquisa em formato de pergunta, a estrutura da resposta tenta ser o mais direcionada possível, de modo que os resultados serão vistos de maneira clara e objetiva. 

    Sendo assim, as principais características do AEO são:

    • Otimização de tempo;
    • Respostas rápidas e diretas;
    • Melhora da experiência do usuário;
    • Maior visibilidade para um site na internet.

    É possível notar que todos esses elementos buscam oferecer ao usuário uma forma cada vez mais facilitada de busca.

    Benefícios do AEO

    Nesse sentido, gera benefícios também para os sites que aplicam o SEO em sua estrutura e querem ser vistos nas primeiras posições do Google. 

    Por exemplo, a página de um fabricante de talha elétrica que otimize o seu conteúdo para ser encontrado em uma pesquisa por voz, certamente terá melhores resultados do que aquelas que não se atualizaram.

    Isso se dá por meio das informações postadas no site, de modo que o buscador vai selecionar e exibir para o usuário um trecho de uma determinada página, que ofereça a resposta mais apropriada para a pergunta realizada por ele. 

    Sendo assim, é possível dizer que o AEO é uma evolução, já que ele está se tornando uma tendência de pesquisa. Afinal, a ferramenta pode ser utilizada por pessoas de qualquer idade, sejam elas alfabetizadas ou não, transformando a maneira de fazer buscas online.

    Como utilizar o AEO em uma empresa

    É possível que AEO seja utilizado por uma indústria de polias industriais, assim como por um escritório de contabilidade, justamente porque ele não é uma ferramenta nichada. 

    Uma das principais funções do Answer Engine Optimization é melhorar a experiência do usuário.

    E por isso, ela deve ser uma prioridade dentro do site, de modo que essa otimização seja reconhecida pelos buscadores, trazendo resultados para a página.

    Assim, se você já utilizava o SEO no seu site, certamente já possui experiência com a otimização de conteúdos para atender aos parâmetros dos buscadores e ganhar maior visibilidade na internet. 

    E com o AEO, o processo deve ser o mesmo.

    Afinal, ele não se trata de uma substituição do SEO, mas sim uma melhoria que dá enfoque ao formato com que se expõe informações, levando em consideração as dúvidas dos potenciais clientes do seu negócio. 

    Sendo assim, se um usuário deseja alugar gerador de energia SP e faz essa pesquisa na internet, é importante que a sua empresa ofereça dados assertivos que podem ajudar o público-alvo do estabelecimento a encontrar as respostas para as suas dúvidas. 

    Portanto, o AEO significa que você precisará fazer com que os seus conteúdos sejam desenvolvidos de modo a apresentar informações organizadas e objetivas. 

    Os resultados do AEO

    Já não é segredo para ninguém que, ao ser exibida nos primeiros resultados, uma página pode facilmente captar novos clientes e alcançar um número de negócios cada vez maior. 

    Mas, para que isso aconteça, não basta criar um site e esperar que ele seja bem ranqueado. É preciso agir e organizar toda a estrutura da plataforma, de modo que ela ofereça uma experiência agradável ao usuário. 

    Sendo assim, uma página que traga informações sobre rufo galvanizado, por exemplo, deve ser elaborada levando em consideração as técnicas de otimização para os mecanismos de busca. 

    Isso inclui desde boas fotos, descrição completa e de fácil entendimento, até o carregamento rápido de conteúdo e o formato responsivo do layout da página. 

    Ao oferecer essas características, o site é bem avaliado pelo buscador, que entende que aquele material pode ser interessante para quem quer encontrar aquele determinado produto. 

    O AEO entra para complementar esse cenário, tornando possível que o usuário encontre a resposta da sua dúvida de maneira rápida e assertiva. 

    Dados estruturados

    Se você deseja que o seu site seja encontrado por meio do AEO, é essencial organizá-lo de modo prático e funcional. 

    Para isso, é preciso usar dados estruturados, que levem em consideração variados detalhes, imaginando como o público-alvo do negócio realiza a pesquisa desse item na internet. 

    Se você vende reservatório apoiado, é necessário elaborar uma descrição que seja detalhista, ao mesmo tempo em que cria um diálogo com o potencial cliente, tal como ocorre em uma negociação presencial. 

    Ou seja, se ao vender presencialmente um produto você entende as principais dúvidas do comprador e as responde com clareza, essa deve ser a postura mantida no seu site. 

    Assim, é mais simples reconhecer que o conteúdo presente na página pode ser uma fonte adequada de resposta.

    Credibilidade da página 

    Quando uma busca é feita na internet, o usuário espera que os resultados exibidos sejam compatíveis com o tema que ele deseja saber, caso contrário a pesquisa não é satisfatória. 

    Sendo assim, fica claro que a credibilidade de uma página será mensurada pelos buscadores, justamente para levar conteúdos de qualidade para as pessoas, fazendo com que elas tenham uma boa experiência em sua pesquisa. 

    Uma empresa que atua com placa de sinalização em ACM, por exemplo, deve estar preocupada com o fato de que tudo o que está disponível do seu site será avaliado, como uma forma de levar informações valiosas para os usuários. 

    O AEO prioriza as páginas que possuem credibilidade, ou seja, que oferecem dados e conteúdos de qualidade, e que se destacam, como uma forma efetiva de mostrar uma resposta apropriada para as dúvidas das pessoas. 

    Inovação

    O Answer Engine Optimization é uma ferramenta importante do marketing digital. Isso quer dizer que ela foi elaborada diante de uma necessidade apresentada pelos usuários, atuando para trazer melhores experiências online. 

    As pesquisas são ações efetuadas diariamente na internet, por milhões de pessoas, em todo o mundo. 

    Nesse cenário, a preocupação dos buscadores é oferecer maneiras eficientes de levar conteúdos para os seus usuários, de modo cada vez mais assertivo.

    Não à toa, é imprescindível que o site de uma empresa esteja sempre atualizado, com as informações mais recentes sobre o seu segmento, de maneira organizada e prática, com o intuito de facilitar o entendimento do visitante da página. 

    Mas para que isso seja possível, é fundamental que os empresários estejam atualizados com o que há de mais inovador dentro do marketing digital, conquistando assim a atenção dos seus potenciais clientes e garantindo novos negócios.

    Ao utilizar o AEO, a empresa se destaca das concorrentes, estando a frente delas dentro do seu nicho e, com isso, conquista o seu mercado de modo eficiente e satisfatório.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Técnicas de SEO: saiba como melhorar a performance do seu negócio

    Por Mais Empresas  |  24/06/2019  |  Comente »

    Técnicas de SEO (Search Engine Optimization, ou, em português, “otimização de mecanismos de busca”) trata-se de todos os fatores levados em consideração pelos sites de busca para rankear melhor o conteúdo do seu site.

    Por esse motivo, tais fatores são de grande importância para quem possui uma página na web, pois ela pode receber ou não mais evidência nas pesquisas feitas pelos usuários.

    Nesse sentido, as estratégias e técnicas de SEO são utilizadas por empresas para que a imagem das marcas seja mais vista dentro da internet.

    As principais técnicas de SEO para a melhoria de negócios virtuais são:

    • A otimização de conteúdos
    • Desenvolvimento de um HTML de qualidade
    • Veiculação de conteúdos interessantes
    • Criação de um layout agradável para o site
    • Utilização de uma hospedagem adequada

    Técnicas de SEO: Como otimizar os conteúdos

    Possuir um conteúdo otimizado é um passo primordial para que a visitação de um website seja maior.

    Nesse sentido, a atitude principal é que a empresa entregue ao usuário um conteúdo capaz de satisfazer todas as necessidades de quem busca por uma informação.

    Além disso, o conteúdo precisa ser original, sem plágios, visto que tal ação pode acarretar em punições por parte dos sites de buscadores.

    Em segundo lugar, a otimização de conteúdos requer que estes sejam feitos pensando nos perfis dos clientes de uma marca.

    Portanto, a empresa precisa compreender como os seus potenciais consumidores agem e como eles costumam consumir conteúdos.

    Como desenvolver um HTML bem feito

    O nome HTML significa “Hypertext Markup Language”, o qual, em português, equivale à “Linguagem de Marcação de Hipertexto”.

    Com isso, depreende-se que o HTML é o nome dado para a linguagem de computador utilizada para o desenvolvimento de websites.

    Essa linguagem possibilita que um navegador interprete as informações colocadas em HTML, para apresentar o conteúdo requisitado na página da internet.

    Portanto, um bom HTML é aquele em que a ordem dos códigos digitados constrói uma organização textual adequada, contando com significados coerentes.

    É por essa razão que o HTML se assemelha bastante com a língua que se utiliza na sociedade e em técnicas de SEO.

    Além disso, um HTML feito com qualidade possui elementos principais, tais como:

    • Cabeçalhos
    • Quebras de linha
    • Blocos
    • Ênfase em trechos dos textos
    • Links
    • Imagens

    O que é veicular conteúdos interessantes para melhorar o SEO

    Refere-se, em outras palavras, à criação de uma estratégia de marketing de conteúdo, que nada mais é do que a produção de conteúdos interessantes e valiosos por parte de uma organização.

    O objetivo é fornecer ao seu público-alvo uma imagem positiva da marca, bem como atrair as pessoas para um e-commerce específico.

    Com isso, uma empresa que pratica o marketing de conteúdo possui a capacidade de ampliar a sua rede de clientes.

    Isso decorre do fato de que, na era digital, o consumidor vem, cada vez mais, ganhando autonomia para escolher quais modalidades de conteúdos ele quer consumir.

    Por essa razão, uma empresa precisa atrair a atenção das pessoas para colocar o seu e-commerce em evidência.

    Entre os exemplos de conteúdos desenvolvidos para negócios, destacam-se os sites de decoração e design de interiores.

    Os conteúdos mais técnicos, como é o caso de artigos sobre colocação de porcelanato, de concreto polido e outros com dicas para decorar espaços, tal qual textos sobre janelas acústicas e corrimão de vidro.

    O ato de criar um layout agradável ao website

    Antes de tudo, é preciso saber que o layout trata-se do projeto visual e funcional de um website, bem como o arranjo de elementos importantes dentro do espaço disponível pelo site.

    Assim, essa técnica de SEO preza por um layout adequado e que traga uma sensação agradável ao visitante é constituído por um bom espaçamento entre os elementos.

    Como por exemplo: imagens com boa qualidade e personalizadas, itens criativos e interativos para o usuário e ferramentas úteis para a busca interna do site.

    Utilizando uma hospedagem adequada em SEO

    A hospedagem é o nome dado ao local onde o website ficará, de certa forma, armazenado.

    Por isso, é bom investir em uma hospedagem de qualidade.

    Visto que, caso contrário, o website corre riscos de ficar fora do ar durante certos períodos do dia, dificultando a tarefa de gerar um usuário fiel ser fidelizado.

    Além disso, o tempo de carregamento de uma página também atua como um fator de descontentamento do usuário, pois longas esperas pode acabar afastando as pessoas de um website.

  • 3 dicas para aumentar o número de acessos do seu site

    Por Mais Empresas  |  01/04/2019  |  Comente »

    O comércio online é realidade no mercado brasileiro. Só em 2018 o faturamento das vendas pela internet foi de R$ 53,4 Bilhões, segundo relatório da ABComm e a expectativa de receita para 2019 é de R$ 79,9 bilhões.

    Em virtude do mercado aquecido, muitas empresas desejam entrar no ambiente digital para melhorar seus negócios.

    Entretanto, achar apenas que abrir um site de vendas vai melhorar os resultados e todos vão te conhecer, está errado.

    Para conseguir de divulgação é necessário muito trabalho e investimento, seja na identidade visual do site, da responsividade e principalmente, de estratégias para aumentar o número de acessos da página.

    Com intuito de resolver esse problema, o marketing digital pode ser um grande aliado.

    E neste conteúdo você vai aprender as melhores estratégias de marketing digital para atrair clientes para o site da sua empresa.

     

    Dicas para atrair clientes ao seu site

    Então, você gastou horas e horas desenvolvendo seu site, investiu em programadores e designers, comprou um domínio e contratou uma boa hospedagem.

    Agora é só esperar os clientes aparecerem, certo?

    De nada adianta ter um site perfeito se os clientes não o conhecem.

    Existe um grande número de sites de vendas no Brasil e com tantas opções, é fundamental ter um diferencial para aumentar interesse dos usuários pela sua empresa e vencer concorrência.

    Toda empresa que quer resultados precisa apostar em ações de marketing para atrair novos clientes e fazer os recorrentes comprarem mais.

    Por isso, conheça dicas infalíveis para aumentar o número de acessos do site:

     

    1 – Invista em conteúdo de qualidade para seu público-alvo

    Com o amplo acesso à informação o comportamento dos usuários em relação ao conteúdo mudou.

    Ao invés de pesquisas por palavras específicas, as pessoas procuram por conteúdos que resolvam as suas dúvidas.

    Para sanar todas as dúvidas, o inbound marketing foi criado como uma estratégia de produzir conteúdo para educar o consumidor, conquistando a permissão de comunicar com seu potencial cliente, criando um relacionamento duradouro entre leitor e empresa.

    É por meio de um conteúdo relevante que você consegue prender a atenção do visitante, tornando futuramente mais engajado e possivelmente, cliente.

    Por isso, é importante produzir um material com informações relevantes, que vão de acordo com as preferências da seu público-alvo.

    Entretanto, quem é esse público?

    Um dos métodos para conseguir encontrar esse público é a criação do Buyer Persona, um personagem fictício do cliente ideal da sua marca, com ele, é possível conhecer os hábitos de compra e suas preferências, te ajudando na produção de conteúdo para o público.

     

    2 – Foque em SEO

    O SEO é conhecido como Search Engine Optimization, visa em otimizar uma página na internet para ser encontrada pelos mecanismos de busca de sites como o Google.

    Existem vários métodos para adotar essa técnica, desde o uso de palavras-chave e adaptação dos termos no design para uso em dispositivos móveis até ações externas como uma troca de links com referências para outras páginas.

    Essa ação é importante para um site, pois mecanismos de busca entendem isso como uma garantia que o website vai proporcionar uma boa experiência ao usuário.

     

    3 – Aumente a divulgação nas redes sociais

    Entender técnicas de produção de conteúdo e SEO são cruciais para próxima etapa, que é a divulgação da página nas redes sociais.

    De acordo com uma pesquisa do Hootsuite, 130 milhões de brasileiros têm ao menos uma conta nas redes sociais.

    Ou seja: estar nesses ambientes é indispensável para qualquer empresa.

    Devido às muitas opções de mídias sociais disponíveis, uma coisa válida é conhecer maneiras de como ter resultados em cada uma delas para atrair mais público.

    Para isso, estude os dias e horários que seu cliente está online e produza conteúdos curtos, diretos e informativos para essas pessoas.

    Convença o seu público que sua marca é importante para eles.

    Isso vai te ajudar a atrair visitantes qualificados para a sua página, aumentando as chances de conversão em vendas.

    Essas são dicas infalíveis para seu site ter um maior número de acessos, pois, uma loja virtual com muitos acessos torna uma empresa mais visível no mercado.

    Toda empresa precisa de clientes para sobreviver e para isso, é necessário estar presente em todos os lugares.

    Se o cliente está na internet, vá ao encontro dele e mostre que sua empresa é uma das razões para acessar a Internet.

  • Aumento de buscas por imóveis à venda em dispositivos móveis

    Por Mais Empresas  |  14/09/2018  |  Comente »

    Não é novidade que com a correria do dia a dia a maioria das pessoas estão cada vez mais apostando por fazer compras via internet. E agora, aumentaram as buscas por casas a venda em Campo Grande MS nos dispositivos móveis

    As compras vão desde acessórios até a compra de alimentos do mês, mas, nos dias atuais muitas pessoas estão procurando por casas e apartamentos para comprar, por meio de seus dispositivos móveis.

    De acordo com o Google, 59% das buscas por imóveis feitas em 2018 aconteceram por meio de dispositivos móveis.

    Nos últimos meses, as frases “apartamentos a venda” e “casas a venda” bateram o recorde de acessos, isso porque, acredita-se que acessando por essa rede é possível encontrar mais opções por melhores preços.

    O melhor de tudo é que acessar todas essas informações no celular facilita a compra e a venda de imóveis.

    Imobiliárias enfrentam desafios para converter as vendas nesses aparelhos

    Mas, mesmo com o aumento das buscas, as imobiliárias ainda não atingiram números expressivos na taxa de conversão de clientes que utilizam o celular para obter essas informações.

    Muito mais do que sites, a tecnologia nos proporciona diversas outras maneiras de atrair novos clientes, seja por sms, e-mail ou até mesmo um anúncio em meio a determinadas matérias que tenham relação com o conteúdo.

    Todos esses são um passo a mais para que o setor imobiliário prospere.

    Além disso, é preciso acompanhar o comportamento do público-alvo em seu próprio site e nas redes sociais, para não perder clientes e muito menos o lucro.

    Se você está a procura de casas a venda em Campo Grande — MS já fique por dentro dessa novidade, pois, muitas imobiliárias e corretores de imóveis já estão adotando esse sistema.

    Além dos sites, algumas possuem atendimento online e personalizado.

    Mas, para atingir as vendas, as imobiliárias devem ser presentes nas redes sociais e ter olhar mais apurado para investir no marketing, visando não só a venda em si, e sim ensinar o consumidor a comprar nessas plataformas.

  • Como é realizada a consultoria de SEO, entenda:

    Por Mais Empresas  |  09/07/2013  |  Comente »

    Saiba como e quando realizar uma consultoria de SEO, entenda os benefícios deste processo.

    A sigla SEO significa “Search Engine optimization” (Otimização de site por busca) e se pronuncia: és-i ou! As outras formas de pronuncia encontradas frequentemente: “si-ou”, “céu” ou “sil”, estão incorretas.

    Para que serve uma consultoria de SEO?

    A consultoria de SEO é uma analise que identifica quais estratégias serão necessárias para posicionar sua marca na web.

    O SEO tem a finalidade de realizar estratégias para otimizar o site, gerar tráfego orgânico e converter interesses. Essas estratégias são definidas a partir do momento que a presença da marca e de seus concorrentes são mensuradas, de acordo com esta primeira analise é realizado o planejamento de metas com o objetivo de melhorar o posicionamento atual do site.

    A analise funciona da seguinte maneira: Continue lendo…