• Gênio: jovem de 15 anos encontra falhas em grandes sites

    Por Mais Empresas  |  06/02/2012  |  Comente »

    Cim Stordal é um jovem de 15 anos como qualquer outro. Vai à escola, trabalha em uma loja de peixes e nas horas de folga gosta de jogar videogame. Entretanto, esse jovem norueguês tem um hobby bastante peculiar: procurar bugs em sites de grandes empresas.

    Autodidata, começou a se interessar pelo assunto aos 14 anos e, apenas um ano depois, os resultados são surpreendentes. Stordal encontrou falhas nos sites da Apple, da Microsoft, do Facebook e da Google. As empresas não divulgam qual foi a brecha encontrada, mas todas reconhecem o talento de Cim.

    Na Google, seu nome foi incluído no Google Security Hall of Fame, página que reúne nomes que, de alguma forma, contribuíram para a segurança virtual. A Apple também creditou os préstimos do jovem, assim como a Microsoft. Já o Facebook, repassou ao jovem um cartão de crédito com US$ 500.

    Em entrevistas, Stordal contou como é o seu método de trabalho. “É só eu olhar o site e descobrir onde posso inserir o HTML que não é filtrado pelo código-fonte. Muitas vezes, eles selecionam alguns elementos, mas se esquecem de algumas coisas embutidas na programação de seus sites e aplicativos”, detalha.

    Segundo ele, o site que menos demandou tempo foi o da Apple. “Levei apenas cinco minutos para encontrar bugs na página da empresa”, explica. Já no Facebook, foram necessários quatro dias de pesquisa, enquanto no Google apenas três. Sua meta agora é encontrar falhas em dispositivos móveis e, por conta própria, iniciou a criação de uma ferramenta de testes automatizados de software para ser utilizada no seu iPhone 3G.

    Fonte: Tecmundo

  • YouTube futuro provedor de TV a cabo

    Por Mais Empresas  |  05/10/2011  |  Comente »

    Segundo o Wall Street Journal, o YouTube está fechando contrato com grandes companhia de mídias e celebridades, como o skatista Tony Hawk e a Warner Bros, para a produção vídeos.

    Continue lendo…

  • A internet do bem e do mal somos nós

    Por Mais Empresas  |  18/05/2011  |  Comente »

    O outro lado da web social é seu oposto e envolve isolamento e solidão.

    Após quase um mês do covarde massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira em Realengo, muitas perguntas continuam sem resposta. Além de fatores sociais e psicológicos, é fato que a internet teve seu papel na maquinação do crime, na construção de um pensamento religioso pseudo-apocalíptico e na gravação de vídeos e textos para justificativa (ou fama) post mortem do assassino.

    Mais triste é notar a semelhança com outros eventos, uma história terrível que estamos revisitando: Blacksburg, EUA, 2007; Columbine High School, EUA, 1999; Dunblane, Escócia, 1996 e tantos outros.

    Uma nova geração de assassinos está se apropriando do meio digital como suporte para seus atos, numa espécie de copy-and-paste do mal. Estariam eles fazendo uso do lado negro do virtual, uma entidade imaterial, indefinida, sem governo?

    Infelizmente não. A internet do bem e do mal somos todos nós, cada vez mais autores, consumidores e distribuidores de conteúdo. Sem limites, sem escalas, sem censura. O universo digital de hoje dispensa intermediários.

    Continue lendo…

  • YouTube lança serviço de transmissão ao vivo

    Por Mais Empresas  |  11/04/2011  |  Comente »

    O site de vídeos mais popular da internet, YouTube, apresentou nesta sexta-feira o YouTube Live, um serviço destinado a incluir transmissões ao vivo na oferta audiovisual da empresa, segundo o blog da companhia.
    Trata-se do lançamento inicial de um sistema que é acessível através do “www.YouTube/live” e inclui ferramentas para busca de conteúdos, assim como um calendário com os eventos ao vivo que estão programados no site. O YouTube, que pertence ao Google, informou que progressivamente abrirá a plataforma a “certos membros com contas bem valorizadas” para que possam transmitir ao vivo suas próprias atividades.

    Continue lendo…

  • YouTube mais Profissional

    Por Mais Empresas  |  08/04/2011  |  Comente »

    Até o final do ano, o YouTube poderá não ser o mesmo. O site de vídeos da Google passará por um reposicionamento, segundo matéria do Wall Street Journal que repercutiu nesta semana.

    A previsão é que, até o final do ano, o site invista US$ 100 milhões para a criação profissional de 5 a 10 horas semanais de conteúdo, o que vai resultar no lançamento de 20 canais de “conteúdo profissional” e em uma nova home para o YouTube, que deixará em destaque a produção do material original.

    Nesta semana, o Los Angeles Times confirmou que a Google está abrindo um escritório em Los Angeles, com a intenção de fechar acordos com diretores e produtoras locais. No mês passado, foi feita a aquisição da Next New Networks, responsável pela produção de vídeos de curta duração.

    Continue lendo…

  • Google quer PageRank mais inteligente

    Por Mais Empresas  |  30/03/2011  |  1 comentário »

    O Google anunciou a implementação de uma grande alteração nos algoritmos do Google Search, em outras palavras, no núcleo de diretrizes do PageRank. As mudanças, que chegam ser profundas e seletivas, poderão ter um impacto direto em 12% das buscas realizadas, o que demonstra uma preocupação com o conteúdo que a web anda gerando no dia-a-dia.

    A tentativa de melhorar os resultados de buscas não é algo novo para o Google. Outras ferramentas, também desenvolvidas pela empresa, tentaram obter da classificação humana e individual uma resposta para a mudança na relevância das informações. Um desses experimentos, o Search Wiki, lançado em 2008, visava apenas melhorar a experiência do próprio usuário, sem qualquer efeito nos algoritmos do buscador.

    E quais serão as novas mudanças do Google?

    A empresa infelizmente não revela detalhes. Entretanto, com base no histórico do mecanismo de pesquisa, é possível verificar que a classificação dos sites passará a ser mais profunda, com base na análise da originalidade do conteúdo, o que deve inibir o “paraquedismo” e a propagação de sites sem propósito para existirem.

    “Esta atualização é destinada a reduzir rankings de sites de baixa qualidade, sites que são de baixo valor agregado para os usuários, cópia de conteúdo de outros sites ou sites sem utilidade. Queremos proporcionar uma melhor classificação, priorizando sites com conteúdo original e de qualidade, tais como pesquisas, relatórios, análises e assim por diante”, explicou Amit Singhal e Matt Cutts, Engenheiros do Google, no blog oficial da empresa.

    Coincidência ou não, a mudança chega a poucos dias do vazamento de um memorando interno de Tim Armstrong, diretor-executivo da AOL, que detalhava um processo interno onde os blogs sob seu comando deveriam explorar o máximo de assuntos possíveis, com temas populares e visando principalmente os resultados de buscas do Google.

    Fonte: Globo

  • No Brasil, 80% dos spams são usados para roubo de dados

    Por Mais Empresas  |  28/03/2011  |  Comente »

    No Brasil 80% dos spams são utilizados por ladrões virtuais que têm como objetivo roubar dados bancários, mostrou um estudo realizado pela Trend Micro, empresa especializada em segurança digital. Este número representa 40% dos ataques em outros países da América Latina.

    A mesma pesquisa aponta que o spam não para de crescer e já se tornou um problema mundial. No dia 14 de janeiro, o Brasil era responsável pelo envio de 6,8% de todas as mensagens deste tipo que circulavam no mundo, somente atrás dos Estados Unidos (10,3%) e da Rússia (8,9%). No mesmo dia, foram registrados cerca de 102 milhões de e-mails indesejados circulando na Internet em todo o mundo. A América Latina responde por 20% destas mensagens.

    A maioria dos ataques por meio de spam faz uso da engenharia social, o que ajuda em sua camuflagem, tornando-os mais propensos a enganar as vítimas. A motivação dos ataques dirigidos varia de acordo com os países onde ocorrem.

    Um bom exemplo de ameaça que usa a engenharia social como inteligência são os ataques direcionados às redes sociais. Os cibercriminosos escaneiam comunidades e, a partir daí, conseguem informações sobre os gostos e costumes da maioria dos usuários. Em posse dessas informações, criam ameaças específicas para grupos com perfis similares, tornando a distribuição da ameaça mais eficaz.

    No Brasil, em 2010 circularam 300 milhões de mensagens indesejadas. Por meio destas, os cibercriminosos compram e vendem produtos em nome de terceiros e fazem parcerias ilegais para roubar pessoas.

    Fonte: Itweb

  • Você conhece o Google BlockList ?

    Por Mais Empresas  |  02/03/2011  |  Comente »

    Quem nunca procurou por um software no Google e o primeiro resultado foi um portal de downloads? Esses sites ajudam usuários menos experientes a baixarem programas, mas quem tem um pouco mais de conhecimento em inglês prefere ir ao site oficial do desenvovedor para baixar a última versão do software.

    Com o Chrome e a extensão Personal Blocklist esse “problema” vai acabar. O complemento lançado pela Google recentemente permite bloquear sites em resultados de pesquisas. Após instalada a extensão, um link “Bloquear” aparece logo ao de cada resultado no buscador, basta clicar nele para adicionar o domínio a uma lista negra. Feito isso, o resultado é excluído instantaneamente da pesquisa e não aparece em nenhuma outra busca.

    Como qualquer outra extensão, um botão é adicionado a interface do Chrome, logo ao lado da barra de endereços. Clicando nele é acionado um menu onde sites bloqueados podem ser gerenciados, com opções de desbloquear o domínio ou editá-lo.

    Se você é paranóico por privacidade, saiba que a Google pode recolher os dados da sua lista negra. Essas informações, é claro, vão ajudar a gigante de Mountain View a aprimorar os resultados do buscador.

    Referencia: www.guiadopc.com.br

  • O melhor do Google para seu site em 10 tópicos

    Por  |  18/10/2010  |  2 comentários »

    Conversando com alguns clientes, empresários e pessoas interessadas em conhecer mais o mercado de internet temos notado certa desinformação a respeito dos serviços e políticas do Google, que é hoje certamente a maior empresa do ramo e tem grande parcela de responsabilidade tanto nos rumos da internet mundial quanto na maneira como nós devemos fazer negócios na rede. Elencamos alguns dos principais serviços dos Google no que diz respeito à manutenção de um site, seja qual for o tamanho dele. A assimilação e incorporação desses serviços podem proporcionar um considerável salto de qualidade ao seu site e com isso alavancar consideravelmente os acessos, o que só pode refletir em um retorno positivo para seu negócio, seja em divulgação, vendas ou o que for seu objetivo. Continue lendo…

  • Google: não tenha medo, ele é seu amigo!

    Por Mais Empresas  |  20/08/2010  |  Comente »


    O Google sabe tudo sobre você. Muitos já ouviram esta frase. Pois é fato que o Google acumula informações de usuários de todo o mundo, e com isso detém um poder incrível sobre todos. Entregamos de bandeja todas as nossas informações quando “googleamos” realizando pesquisas e usufruímos das ferramentas que o Google nos coloca à disposição. Sem hesitar estamos lá, entregando tudo. Precisou?! Tem no Google. Cada vez mais informamos o que gostamos, o que necessitamos e o que desejamos. De acordo com isso, o Google trabalha para nos saciar e continuar no poder. Ao mesmo tempo que nos influência e nos atrai com suas inovações, ele reflete o comportamento da sociedade, nos direcionando, campanhas, sites e ferramentas que vem criando.

    Continue lendo…