• Marketing de Nicho: Todo negócio usa as mesmas estratégias?

    Por isabela  |  18/10/2021  |  1 comentário »

    O e-commerce está crescendo gradativamente na internet, e a segmentação de público está se tornando cada vez mais importante para atender todas as pessoas, fazendo com que estratégias de Marketing de Nicho sejam colocadas em prática. 

    Esse modelo de divulgação se apropria de uma metodologia que foca em atender um público ainda mais segmentado, cujas necessidades e anseios podem ser até mesmo peculiares, por diversas questões.

    Vale ressaltar, a princípio, que esse tipo de marketing não é exclusivo de empresas que estão iniciando no mercado, ou que atendem um público segmentado pela localização em que se encontra.

    Grandes empresas, com muitos anos no mercado, visam nichos específicos para atender todos os públicos, e assim se manter como uma marca relevante entre os consumidores.

    Basta lembrar a revolução no mercado de refrescos quando os refrigerantes diet passaram a ser fabricados e direcionados a pessoas com diabetes. Ou mesmo as marcas de cerveja que possuem linhas da bebida com zero álcool em sua composição.

    Dessa forma, trabalhar com o marketing de nicho pode, e deve, ser feito por empresas variadas, sempre pensando em alcançar um público que se identifique com a marca, com os produtos e com os serviços oferecidos continuamente. 

    Benefícios quando se trabalha o marketing de nicho

    O planejamento de negócios ajuda a determinar qual o público-alvo a ser atendido, entre outros pontos que devem ser levados em consideração pelos empreendedores, principalmente quando presente na internet.

    É possível segmentar ainda mais os consumidores, entre os setores de:

    • Alimentação;
    • Faixa etária;
    • Localidade;
    • Saúde.

    Ao determinar qual ponto explorar, os benefícios se mostram uma consequência a partir da produção de um marketing de nicho de qualidade. 

    É preciso alcançar o público de maneira adequada, para que possa atender em todas as particularidades que estão relacionadas.

    1. Aprimoramento do relacionamento com clientes

    A partir do momento que uma empresa identifica o público ultra segmentado, é possível entender o quão amplo ele pode ser, em questões de número, e consegue se relacionar com ele com mais qualidade, criando uma comunidade com seus potenciais consumidores.

    As empresas de gestão condominial podem atender grandes conglomerados imobiliários residenciais, ou mesmo edifícios destinados ao setor empresarial. 

    Entretanto, há muitos condomínios pequenos, que precisam de uma administração pontual, em que o número de casas ou apartamentos é pequeno. 

    Esse é um nicho que pode ser explorado nesse segmento, e o relacionamento com os clientes pode ser feito de maneira direta.

    Esse é um benefício que pode garantir um volume grande de clientes, porém com um número baixo de trabalho propriamente dito, o que pode ser uma vantagem lucrativa, também.

    1. Redução de competitividade

    Um grande problema para quem chega com o e-commerce na internet nos dias atuais é a profusão de empresas que estão presentes. 

    Contudo, aqueles que atendem um nicho do mercado possuem uma baixa concorrência, até mesmo porque pode ser uma novidade ou exclusividade.

    As estratégias de marketing de nicho, nesse caso, podem ser apresentadas como uma marca única e exclusiva, que só se encontra com determinada empresa. 

    O setor de turismo pode utilizar as belas paisagens das cidades turísticas, ou atrações como praças, parques, museus, entre outros empreendimentos, para chamar a atenção em uma propaganda. 

    A empresa que trilha entre as matas pode indicar uma loja de peças de bicicleta para aqueles que querem fazer um passeio pedalando, atendendo um grupo específico de turistas. 

    Aqui vale destacar a possibilidade de que dois ou mais empreendimentos possam fazer parcerias comerciais, indicando uma e outra para que os clientes não fiquem sem um produto ou um serviço específico. 

    As academias de ginástica são outro exemplo em que é possível segmentar o público de maneira simples, porém muito eficaz. 

    O personal trainer que desenvolve plano de treino funcional para ganhar massa muscular feminino pode atender apenas mulheres, e isso é muito significativo para quem não quer se sentir exposto em academias ou box de crossfit.

    A separação de público-alvo por gênero está relacionada a produtos e serviços específicos. Quando se trata da saúde, o homem precisa buscar ajuda de um urologista, enquanto as mulheres procuram especialistas na área da ginecologia e obstetrícia.

    Portanto, é preciso entender que a competitividade do nicho de mercado pode ser ainda menor, mesmo quando ele já possui uma divisão natural. 

    Isso não significa que as lojas de roupas e calçados precisam seguir essa mesma lógica. Muitas empresas perceberam que as camisas, camisetas, calças e saias podem ser utilizadas por quem se sentir bem com o que está sendo oferecido. 

    Nesse sentido, o que não deve acontecer é o preconceito e deixar que as pessoas sejam livres.

    1. Maior visibilidade para uma marca

    Seguindo por esse caminho, é importante ressaltar que uma marca pode ter maior visibilidade quando atua também no campo social. 

    As empresas de fabricação de equipamentos industriais que procuram atender diferentes clientes podem utilizar a contratação de diferentes pessoas para a equipe de trabalho e utilizar isso dentro do marketing de nicho.

    Isso pode abrir um debate que apenas valoriza a marca dentro da sociedade, demonstrando que todos podem ter uma chance de fazer parte dos processos produtivos dentro de uma profissão escolhida. 

    Voltando a exemplos mais diretos, é possível que muitas empresas enxerguem o mercado de nicho como uma oportunidade de atender aqueles que, por um determinado momento, passaram a se sentir invisíveis ou mesmo excluídos.

    Dessa forma, é preciso ser diferenciado e utilizar isso como uma estratégia de marketing também, além de proporcionar a inclusão social em diversos níveis da sociedade. 

    1. Encantamento da marca e divulgação espontânea 

    Desde os primórdios da aplicação de estratégias de marketing, o boca a boca foi um dos primeiros, pois as pessoas passavam adiante a experiência como cliente para um próximo, e assim sucessivamente.

    Mesmo com toda a tecnologia presente na vida das pessoas nos dias atuais, o boca a boca ainda é uma forma de garantir que a marca esteja presente em conversas de familiares, ou em um bate-papo descontraído entre amigos. 

    Se uma empresa de plastico bolha desenvolve um produto que garante a segurança dos móveis e outros objetos dentro de um caminhão de mudança, as pessoas podem levar isso adiante indicando para um nicho muito específico. 

    Contudo, se essa empresa atende uma fábrica que produz equipamentos eletrônicos, por exemplo, ela pode se tornar uma única fornecedora, em um nicho específico de acordo com o produto feito de forma personalizada para determinado cliente. 

    Uma lanchonete que possui um cardápio variado pode atender uma área geográfica específica. 

    Assim, se quiser expandir os negócios, atendendo um nicho que gosta de lanches quentes, porém veganos, pode colocar como marketing que utiliza chapa quente eletrica preço acessível.

    Além do boca a boca, essa lanchonete deve acompanhar as redes sociais, pois o encantamento de um cliente pode se transformar em uma postagem, e alcançar mais clientes dentro de um mesmo nicho de interesse. 

    1. Conhecimento do nicho a ser atendido

    Quando uma empresa decide atender a um nicho específico, é preciso conhecer qual o tamanho desse público, seus interesses, causas e dores para poder atender de forma satisfatória. 

    Isso significa que é preciso ter um estoque de produtos garantido, ou mão de obra capacitada para a realização dos serviços propostos a partir da formalização de um contrato, bem como criar a identificação necessária e se comunicar com qualidade.

    Por exemplo, se você vende camara fria para distribuidora de embutidos, deve manter equipamentos devidamente montados em exposição, para demonstrar como funciona e quais as necessidades básicas de instalação. 

    Prestar um serviço relacionado ao produto que se vende também é garantir presença obrigatória para continuar em contato com o cliente. 

    Sendo assim, é preciso manter uma equipe especializada em assistência técnica e montagem de câmara fria preço do serviço acessível e que esteja disponível para os clientes que compram esse tipo de equipamento. 

    Conclusão

    O público alcançado pelo marketing de nicho pode ser pequeno, porém a comparação pode ser amplificada quando se faz um estudo de quem está se beneficiando dos produtos e serviços disponíveis. 

    Logo, as empresas precisam levar em consideração que os consumidores possuem necessidades específicas, e quando encontram uma marca, se firmam como clientes fidelizados ao longo do tempo.

    Por fim, vale lembrar mais um último exemplo que ajuda a entender como o marketing de nicho pode ser direcionado para consumidores específicos, e ser explorado em outras vertentes. 

    Na época de páscoa, todas as empresas disponibilizam ovos de chocolate em profusão nos estabelecimentos comerciais, supermercados, padarias e pontos de venda específicos. Porém, há crianças que possuem intolerância à lactose. 

    Quando uma empresa disponibiliza ovos de chocolate produzidos a partir de matéria-prima que não leva leite, está reduzindo o nicho de mercado, mas atingindo um público mais fidelizado. 

    Esse período pode ser usado pela marca para compreender qual o tamanho do público e como pode oferecer produtos ao longo do ano, sem lactose entre os ingredientes. 

    Portanto, é sempre importante conhecer o produto ou serviço que tem em mãos, e explorar ao máximo como eles podem atender diferentes públicos.

    O nicho público também reduz a competitividade, refletindo em mais lucro para a empresa e na satisfação do cliente.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Marketing de Guerrilha: como aplicar essa estratégia no seu e-commerce!

    Por isabela  |  06/10/2021  |  Comente »

    O uso de táticas fora do padrão, que fogem do convencional dentro do mercado publicitário, é conhecido como marketing de guerrilha e é utilizado por muitas empresas.

    O objetivo principal desse estilo de publicidade é propor táticas não convencionais, que podem ser aplicadas mesmo com um orçamento reduzido. 

    A ideia é criar uma sensação extraordinária, que faça o público participar das ações, mesmo que seja de forma espontânea. 

    Aliás, isso é até um dos efeitos do marketing de guerrilha, que propõe o elemento surpresa como parte da divulgação de uma marca, um produto ou serviço.

    Criatividade e liberdade de criação em ações

    Sem fugir do chavão de que a criatividade é importante em qualquer ação de Marketing, no caso da estratégia de guerrilha, isso vai além, tendo que levar em consideração o bom senso do início ao fim.

    O que significa que o marketing de guerrilha não trata de ofender ou destratar o público, mas surpreender e fazer pensar além do óbvio. Por isso é preciso tratar assuntos que levam a:

    • Conhecimento do público-alvo;
    • Inovação e originalidade;
    • Parcerias comerciais e empresariais;
    • Promoção da interatividade;

    Muitas ações propostas apostam no discernimento do consumidor, o quanto ele conhece uma marca e como ele age quando se vê em uma posição de escolha. 

    Deste modo, toda empresa precisa apostar em algo inovador, que tenha originalidade e realmente surpreenda o público.

    As parcerias comerciais podem ajudar nas ações, como lanchonetes e refrigerantes, marcas de pneu e indústria automotiva, entre tantas outras possibilidades que a criatividade permite.

    A interação é um caso que faz parte do marketing de guerrilha, e que pode ser aplicada em situações do cotidiano, ou mesmo na internet.

    Redes sociais permitem interatividade

    Um mundo de possibilidades se abriu quando as redes sociais passaram a fazer parte da rotina da sociedade. 

    Apesar de ser algo novo, é muito explorado pelos publicitários que enxergam na interatividade uma forma de atrair um público engajado com as marcas que usa no dia a dia.

    Muitas ações de marketing de guerrilha podem ser divulgadas a partir de uma postagem e ser alavancada com a ferramenta do Twitter Ads, provocando maior engajamento e, ao mesmo tempo, compartilhamento.

    As empresas apostam em intervenções urbanas, convidando os seguidores para que conheçam essas ações e ampliem a divulgação. 

    As intervenções artísticas também são utilizadas como marketing de guerrilha, com performances que tratam de apresentações musicais, de dança, shows imediatos e até mesmo teatro de ocasião, com a participação do público.

    Marketing: Investimento de custo variável atende a todos

    O orçamento de uma campanha publicitária é sempre algo a se discutir entre empresas e profissionais que atuam nesse setor. 

    Quando se trata de ações de guerrilha, o próprio Marketing de Conteúdo produzido ao longo do tempo pode se transformar em algo viral, bastando a utilização de mensagens que caem no gosto do público.

    Textos e artigos podem ser compartilhados e somar a outras ações dentro de uma mesma campanha publicitária. Para isso, basta lembrar quando uma frase de efeito se torna comum nas conversas de família ou no bate-papo entre amigos.

    O efeito é despertar a curiosidade de onde partiu tal frase, o que é outro elemento fundamental para o marketing de guerrilha.

    Marketing: Estratégia atrai clientes e reforça marca 

    Uma estratégia que ajuda a atrair clientes é o Inbound Marketing, promovendo diversas ferramentas para que o cliente vá atrás das marcas, dos produtos e serviços oferecidos. 

    O marketing de guerrilha pode associar um QR code a um jogo eletrônico acessado por um celular, por exemplo, e então levar a descontos e vantagens por ter passado por uma experiência inusitada. 

    Isso é surpreender o público e promover o que for necessário utilizando a tecnologia a favor, além da própria vivência e identificação dos consumidores com uma empresa.

    Origem do método está em táticas de guerra

    O lançamento do livro “Guerrilla Advertising”, em 1984, de autoria do publicitário americano Jay Conrad Levinson, foi o responsável pelo cunho de Marketing de Guerrilha.

    As estratégias de invasão pelas tropas americanas no Vietnã eram feitas de forma irregular e incluíam elementos surpresa para o combate em campo.

    No conceito da publicidade, a ideia de surpreender é a mesma, mas de uma forma positiva, e que tenha situações que escapam da realidade, e que sugerem para o efeito de gerar burburinho entre os consumidores.

    Por fim, é importante lembrar a participação do público para que a ação publicitária tenha um efeito positivo. A interação é primordial, e deve ser pensada para que alcance o consumidor de uma forma memorável e de caráter pessoal.

  • O profissional de marketing no mercado

    Por isabela  |   |  Comente »

    Os profissionais de marketing identificam as estratégias e técnicas usadas para atrair clientes para um negócio. Eles determinam os preços com base na oferta e demanda do produto, ou seja, ajudam a maximizar os lucros de uma empresa.

    Felizmente, o Brasil cresce com as demandas de marketing e comunicação. A integração das redes sociais nos mais variados tipos de empresas e a necessidade da atuação em sites e meios digitais deixou o setor em alta no mercado.

    Toda empresa, por menor que seja, precisa investir em marketing, seja mais cedo ou mais tarde, para sair do zero ou expandir os negócios.

    Isso abre a possibilidade para que diversos profissionais contratados em agências ou terceirizados ganham cada vez mais espaço.

    É nítido um crescimento da área, que com a chegada do 5G, mais produtos serão produzidos e mais empresas serão abertas, o que abre ainda mais mercado para essa área tão necessária.


    Pensando nisso, criamos uma série de dicas e exemplos que mostram um pouco da rotina do profissional de marketing.

    O que faz o profissional de marketing 

    O primeiro passo para entender o que uma área faz é saber ao certo qual o objetivo dela. Um professor ensina, um pedreiro constrói, uma governanta cuida da casa. Se podemos definir a função do profissional de marketing, seria fazer a empresa ser vista. 

    O objetivo é simples, aumentar a participação no mercado de um negócio. Eles também auxiliam no desenvolvimento de novos produtos e avaliam as tendências do mercado. 

    Dentro da profissão, há uma variedade de cargos:

    • Gerente de Marca;
    • Supervisor de conta;
    • Executivo de Desenvolvimento de Negócios;
    • Gerente de Desenvolvimento de Mercado;
    • Coordenador de Marketing;
    • Gerente de marketing;
    • Gerente de Produto;
    • Gerente de marketing de mídia social.

    As tarefas diárias de um profissional de marketing podem incluir as chamadas pesquisas de mercado, assim como a  análise de mercado e desenvolvimento de estratégia, bem como gerenciamento de orçamento.

    Todos esses processos são complexos e por isso existem diversas graduações e especializações que um profissional de marketing pode fazer para conseguir obter melhores resultados.

    A parte de sistema de controle de acesso exige que seja feita por outro setor. E por conta da sua ampla capacidade de atuação no mercado, existe a necessidade de fazer a diferenciação com áreas correlatas.

    Parece com marketing mas não é 

    Muitos confundem publicidade com marketing, e isso ocorre porque com frequência alguns desses profissionais precisam resolver algum tipo de demanda que compete a outra área, mas ambas são profissões que envolvem comunicação.

    É importante saber essa diferenciação, pois muitos que querem entrar no mercado podem acabar confundindo as áreas. Façamos a diferenciação de todas as áreas ligadas à comunicação para melhorar a compreensão da atuação de cada uma.

    Publicitário 

    O publicitário estuda enfaticamente em busca de encontrar as melhores maneiras de explorar ao máximo a imagem de um produto ou de um case específico. Um exemplo é a divulgação de uma terceirização de serviços de folha de pagamento promovido por uma empresa.

    A verba do setor publicitário é destinada à diretoria de marketing que coordena todos os processos que envolvem as áreas correlatas. A sua parte mais criativa será explorada no desenvolvimento de campanhas, ensaios, propagandas e outras ações.

    Basicamente, o setor de marketing proporciona uma meta e você através de seus estudos e compreensão de mercado precisa atingi-las utilizando a verba disponibilizada.

    Jornalista 

    De todos, o jornalista talvez seja o mais fácil de ser compreendido. Aqui, a função é noticiar algo, seja para processos internos ou externos. 

    Também é responsabilidade dos jornalistas dentro do mercado empresarial ajudar na forma como a mídia enxerga a corporação.

    É importante diferenciar o jornalista do Relator Público. O jornalista promove convites e entra em contato com a imprensa. 

    Além disso, emite notas, apura notícias da áreas e faz contato com inúmeros canais midiáticos para divulgação da empresa para imprensa.

    Relator Público

    Se houvesse um acidente com um dos chinelos personalizados e brindes que sua empresa deu em um evento que realizou, o jornalista iria se comunicar com a empresa e emitir um comunicado oficial a ser veiculado na mídia.

    Já o relator público irá lidar diretamente com os órgãos responsáveis, além de fornecedores, empresas parceiras e demais envolvidos. Trata-se de um trâmite mais interno que envolve uma representação formal e escrita.

    Designer Gráfico 

    Por fim, chegamos na área mais criativa e menos corporativa, que é o profissional de design gráfico. Imagine uma empresa que busca por um pen drive para brindes personalizados, ela pode contratar um design para desenvolver o tipo de pen drive a ser feito.

    Além disso, há muito o que fazer sobre a identificação visual da empresa, assim como a topografia e como cada um desses pontos irá interagir de forma física e digital com os consumidores e investidores. 

    Cada ação criativa exige um estudo, e por isso se diferencia das demais, como a criação de uma fachada acm com letra caixa.

    Se for preciso fazer uma visita para alguma reunião para conversar sobre novos projetos, a relação é feita por meio desses profissionais. É importante essa diferenciação, pois os profissionais de marketing não lidam diretamente com essa demanda. 

    Basta comparar o trabalho do jornalista, só que realizado para órgãos públicos e privados que não competem a imprensa, esse é o profissional de relações públicas.

    O que o mercado busca em um profissional de marketing 

    Agora que já sabemos o que faz o profissional de marketing e os demais, precisamos organizar as descrições de cargos de marketing que devem atrair profissionais familiarizados com uma variedade de técnicas e locais de marketing. 

    Pense que cada um deles precisa vender portas acústicas, qual a melhor forma de fazer isso?

    Geralmente, é feito um estudo que busca entender instintivamente o comportamento do consumidor, mas também devem  extrapolar os dados que comprovam uma estratégia de marketing específica.

    Esse tipo de ação é extremamente complexa de ser realizada, e por conta disso acaba por exigir uma experiência prévia. Portanto, invista em estágios no decorrer da sua formação para adquirir o máximo de experiência prática. 

    Entre os desafios que envolvem a profissão e que são requisitados pelo mercado, está o desenvolvimento da interação com clientes de diversos setores. 

    Isso faz com que os processos seletivos busquem por profissionais com uma personalidade agradável, paciência e habilidades organizacionais, que são importantes. 

    Ter gosto por uma boa leitura  

    Esses são dois pontos importantes no decorrer do processo. Quando um candidato não tem experiência, o examinador tenta buscar dentro do que é relatado pelo profissional a existência da prática constante pela leitura. 

    É comprovado que uma elevada compreensão de leitura, além de ser ouvintes ativos e envolventes, coloca os candidatos à frente dos demais. Somente o gosto pela leitura é capaz de construir uma mentalidade com boas habilidades de raciocínio dedutivo.

    Desse modo, você saberá se comunicar sobre diversos assuntos que podem envolver até brindes corporativos ecológicos. Um assunto aleatório que pode virar alvo de  ações de marketing da agência que o profissional estiver trabalhando.

    Trabalho em equipe 

    A maioria das funções e responsabilidades de marketing incluem trabalhar com equipes para lidar com projetos específicos em um ambiente corporativo ou de agência de publicidade. Por isso, o marketing e a publicidade são próximos.

    Isso faz com que os profissionais de marketing também possam ser empreendedores autônomos ou que trabalham em casa. Para lidar com diferentes pessoas nos mais diferentes níveis de escolaridade e funções diferentes é preciso ter tato.

    Muitas vezes será necessário entrar em contato depois que a empresa já falou previamente e o clima pode não estar lá essas coisas. Conversar com demais setores e profissionais e compreender a situação e até mesmo fazer uma consultoria contábil pode ser o seu diferencial.

    Se você ficar em frente ao computador respondendo a diversos e-mails, mandando diversos orçamentos e consequentemente atendendo inúmeras ligações, você se dará bem nessa área.  

    Um segundo idioma é interessante 

    O profissional de marketing deve ser proficiente no idioma e um comunicador habilidoso em uma variedade de plataformas. Muitos dos termos utilizados e reuniões, dependendo do tamanho do cliente, são realizadas em inglês.

    Os profissionais podem atender chamadas voltadas para o inglês ou espanhol, e em alguns casos até mesmo em mandarim, devido ao crescimento das parcerias profissionais entre o Brasil e a China.

    O contato primordial ainda precede o inglês, já que é considerada a língua universal. Então, saiba que ter um segundo idioma e a disponibilidade para viajar e atender diversos clientes dos mais variados estilos é necessário. 

    O conhecimento do negócio e do setor também  é uma vantagem, e as habilidades de atendimento ao cliente são obrigatórias. 

    Portanto, é importante compreender os métodos de produção de mídia, incluindo métodos visuais, orais, escritos e outros.
    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Benchmarking: o que é e qual a sua importância para as empresas

    Por isabela  |  21/09/2021  |  Comente »

    Benchmarking – Para que uma empresa tenha bons resultados e alcance o sucesso no mercado, é importante que sua gestão busque sempre aprimorar as estratégias para que a companhia se destaque no mercado.

    Entre as estratégias importantes a serem aplicadas está o benchmarking que fará toda a diferença no negócio, independente do tamanho da empresa, sendo ela uma companhia de descarte de lixo eletrônico ou uma rede de fast food.

    O benchmarking tem pilares importantes e tipos distintos que são eficientes para diferentes análises.

    Neste texto, iremos falar sobre o que é exatamente o benchmarking e qual a sua importância para as empresas. Fique conosco e acompanhe.

    O que é benchmarking?

    O benchmarking pode ser definido como uma ferramenta usada pelas empresas para aprimorarem seus pontos fortes e modificarem seus pontos fracos a fim de melhorar seus resultados. 

    Essas melhorias são feitas a partir da análise de outras empresas do mesmo segmento ou de segmentos relacionados. Todo o processo é feito a partir de troca de informações e comparações para que as melhorias necessárias sejam identificadas.

    É importante que a equipe responsável pelo processo de benchmarking faça uma análise minuciosa de todos os pontos para que os responsáveis pela companhia tomem decisões assertivas sobre o negócio.

    O Benchmarking é composto por pilares importantes que são:

    • Reciprocidade: é importante que ambas as empresas envolvidas no processo estejam dispostas a compartilhar informações importantes sobre o seu negócio e de forma transparente;
    • Confidencialidade: o intuito da pesquisa é a evolução do negócio e vazar informações de uma empresa, além de antiético, também faz com que a empresa que vaza informações perca oportunidades de negócio com outras empresas;
    • Cautela: as informações adquiridas não devem ser aplicadas ao pé da letra. Uma empresa de manutenção de geradores, por exemplo, deve analisar as informações obtidas para entender o que pode funcionar para a realidade da empresa;
    • Preparo: é importante que ambas as empresas estejam preparadas para receber informações com pontualidade e eficiência.

    Há mais de um tipo de benchmarking, veja quais são:

    • Competitivo: é feita uma análise de concorrentes diretos de sua empresa, ou seja, empresas que possuem o mesmo público-alvo que o seu;
    • Funcional: são analisadas as etapas de qualquer empreendimento, mesmo que ele não seja do mesmo mercado de sua empresa para verificar melhores técnicas a serem aplicados em certos setores do seu negócio;
    • Cooperação: neste caso, acontece uma parceria entre empresas para resolver um problema que ambas tenham em comum;
    • Internacional: usa como referência empresas internacionais, desta forma, é possível sair na frente da concorrência nacional.

    Veja a importância do benchmarking para uma empresa

    O benchmarking traz diversos benefícios para uma empresa, seja ela uma loja de roupas ou uma empresa especializada em demolição controlada. Entre esses benefícios, podemos citar:

    • Aprimoramento de técnicas e processos em sua empresa a partir de informações assertivas de uma empresa do mesmo setor;
    • Ter uma base sólida para pontos a serem investidos no futuro;
    • Conhecimento profundo a respeito do seu negócio e do mercado onde está inserido;
    • Aumento no networking;
    • Entendimento sobre as possibilidades de alcançar as metas desejadas e consequentemente, maior motivação;
    • Aumento de eficiência;
    • Reconhecimento no mercado.

    Esse foi o nosso texto sobre benchmarking, esperamos que tenha sido útil para você.Não deixe de acompanhar as próximas postagens.
    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • Como utilizar as redes sociais para impulsionar o seu novo negócio digital

    Por isabela  |  16/09/2021  |  Comente »

    Redes Sociais – No mundo de hoje é impossível viver sem tecnologia. Ela faz parte do nosso cotidiano e desde que a internet se tornou um bem valioso e difundido no mundo todo, podemos ver como se tornou fundamental nas nossas vidas. Ter acesso a um celular com internet, computador, tablet e etc; é importante para o desenvolvimento da comunicação social e realização das mais diversas atividades como os estudos, busca por informação e compras online.

    Nesse contexto, o termo “negócio digital” surgiu para fazer referência às empresas que possuem seu principal meio de atuação online. Esse tipo de negócio tem se tornado uma mina de ouro para aqueles empresários que sabem como alcançar seus consumidores e popularizar sua marca.

    Então, sabemos que o negócio digital é uma tendência atual e uma maravilhosa opção de investimento, mas não podemos pensar que tudo será as mil maravilhas! Existem muitas barreiras a serem enfrentadas para que sua empresa consiga conquistar um lugar prestigiado no mercado e alcançar um crescimento contínuo. Você precisa primeiramente aprender como destacar seu negócio digital no mercado, fazendo uso das mais variadas ferramentas para impulsionar o seu negócio e vender muito.

    As redes sociais têm sido muito utilizadas como principal ferramenta de marketing e vendas. Constituem o meio perfeito para anunciar um produto, coletar opiniões e avaliações dos clientes, investir em marketing, realizar vendas, anunciar novidades, tirar dúvidas e passar informações. Essa ferramenta possibilita que sua marca esteja presente no dia-a-dia das pessoas e assim, se torne sinônimo de qualidade. Afinal, quem nunca comprou um produto considerando a visibilidade que a marca possui?

    Redes sociais como o Facebook, YouTube e Instagram possuem milhões de usuários que tem diferentes interesses e particularidades. Nesse meio você pode alcançar um público-alvo específico que se interessará pelos produtos da sua marca, especialmente se você está começando no ramo negócio digital.

    Sendo assim, listei algumas dicas que serão super úteis para você que deseja impulsionar suas vendas através das redes sociais e conquistar um novo patamar de sucesso para o seu novo negócio digital. Vamos conferir essas dicas juntos?

    1.  Selecionando as redes sociais mais adequadas para o seu tipo de negócio

    A primeira dica sobre como impulsionar as vendas do seu negócio digital através das redes sociais é através da escolha correta de qual rede social seu negócio digital estará presente.

    Não se preocupe se sua empresa não estiver presente em todas as redes sociais mais famosas. Concentre seu investimento naquelas redes sociais que podem oferecer os recursos que você precisa para fazer uma boa divulgação do seu produto e que concentra o público-alvo que você quer atingir.

    Você poderá escolher a rede social que mais se adequa ao tipo de produto que o seu negócio digital oferece através das características de cada uma. Você terá uma infinidade de recursos que poderão se encaixar de acordo com o seu público e tipo de interação que deseja, como:

    • Uso de imagens;
    • Realização de lives;
    • Posts interativos (com perguntas para os clientes);
    • Videos.

    Sendo assim, pesquise sobre qual rede social tem as características que você deseja para divulgar sua marca e que poderá trazer mais resultados positivos no número de vendas do seu negócio.

    2.  Conheça seu público-alvo para montar estratégias de marketing

    Conhecer quais as pessoas interessadas no seu produto é o ponto-chave para fazer sucesso nas redes sociais. Para isso, você poderá lançar mão da tecnologia disponível na atualidade e que poderá trazer resultados excelentes.

    Existem no mercado softwares de gerenciamento de clientes que possibilitam que você organize os dados dos seus clientes, para que o processo de vendas se torne muito mais prático e simples, tanto para os clientes quanto para a sua equipe de vendas. Um exemplo de plataforma que pode ser utilizada é a amoCRM.

    Porém, lembre-se que isso irá requerer um certo investimento financeiro e que, apesar disso, os benefícios alcançados com o uso desse tipo de software são muito notáveis, mesmo que seu negócio digital ainda esteja no início.

    A principal vantagem do gerenciamento de clientes é possibilitar traçar estratégias efetivas e baseadas em dados reais. Dessa forma, sua empresa conseguirá alcançar objetivos e metas rapidamente e crescer no mercado, pois você poderá identificar qual a melhor forma de organizar seus recursos e o que precisa ser melhorado no processo de vendas e logística.

    3.  Invista em anúncios nas redes sociais

    A última dica e não menos importante é em relação à publicação de anúncios nas redes sociais.

    Essa é uma estratégia muito interessante e poderá ser um trunfo em como se beneficiar das vendas nas redes sociais para seu negócio digital.

    A sua empresa digital não pode depender apenas do conteúdo orgânico produzido para alcançar grande visibilidade nas redes sociais. É preciso investir em anúncios.

    Um dos melhores benefícios de anunciar seu produto em redes sociais é o baixo custo que isso irá requerer e o melhor é que o retorno dos clientes é muito satisfatório. Para você que está começando o seu negócio digital, isso é muito importante.

    Nesse caso, o importante é fazer um anúncio com um texto atrativo para o cliente, pois a linguagem usada no texto é essencial para torná-lo compreensível e com poder de influência. Invista também em um design de excelência.

    Baixe o e-book sobre Instagram médico da WSI e sempre tenha em mãos as principais informações sobre essa estratégia.

  • Vantagens e benefícios que você precisa saber para investir em um e-commerce

    Por isabela  |  15/09/2021  |  Comente »

    Universo do e-commerce – O mundo está cada vez mais digital, portanto, qualquer empresa que queira ter sucesso em seu nicho de mercado, também precisa voltar suas estratégias para o digital.

    A presença na web de uma empresa distribuidora de luva de vaqueta, por exemplo, pode atrair parceiros e clientes, além de se comunicar com o seu público de forma muito mais eficiente.

    Não à toa, muitas empresas investem no comércio eletrônico ou e-commerce que, como sugere seu nome, é o comércio voltado para o mercado digital, ou seja, nada mais é do que uma loja virtual.

    Neste texto, iremos falar sobre as vantagens e benefícios que um e-commerce pode trazer para um negócio para quem deseja investir nesse modelo de empreendimento. Fique conosco e acompanhe.

    O que é e-commerce?

    Antes de falarmos sobre as vantagens e benefícios do e-commerce, vamos falar sobre como funciona esse modelo de negócio.

    O e-commerce, também conhecido como comércio eletrônico, é um modelo de negócio onde todas as transações são realizadas de forma on-line, desde a escolha do produto, pagamento até o seu envio para o cliente. Apenas a logística de entrega é feita de forma física.

    O e-commerce também permite a divulgação dos produtos ou serviços de forma on-line, com estratégias voltadas para o marketing digital.

    O processo de compra no comércio eletrônico, seja para comprar uma chave de nível ou uma peça de roupa, funciona da seguinte forma:

    1. O cliente entre no site da loja virtual e escolhe os produtos ou serviços que deseja comprar;
    2. Coloca o que escolheu no carrinho e finaliza o pedido;
    3. Depois, o cliente preenche seus dados como cep, e-mail, frete a ser calculado etc;
    4. Na sequência, realiza o pagamento, escolhendo a melhor opção disponível para isso, que em geral são, cartão de crédito ou débito, boleto, transferência bancária e atualmente, pix.
    5. Após a confirmação do pagamento, a loja providencia todo o processo de logística para a entrega do produto.

    Veja os benefícios e vantagens

    Agora que já vimos o que é e como funciona o e-commerce, vamos falar sobre alguns benefícios e vantagens que esse modelo de negócio oferece.

    • Baixo custo: para ter um e-commerce, não é necessário um alto investimento. É possível comprar o domínio de um site por um valor relativamente baixo. Também é necessário investimento em plataformas de e-commerce que também podem ser encontradas em um valor acessível;
    • Rapidez e flexibilidade: é possível planejar e colocar em ação uma loja de e-commerce com agilidade, pois não requer processos super burocráticos. Além disso, é possível trabalhar com a loja de qualquer lugar, basta ter um dispositivo com acesso à internet;
    • Praticidade para o consumidor: esse modelo de negócio também é vantajoso para o consumidor, pois permite processos de comprar com praticidade no conforto do lar. É importante investir na experiência do usuário no site para garantir uma boa experiência;
    • Não há limites geográficos: um fabricante de compressor parafuso com sua loja eletrônica pode alcançar clientes e parceiros de qualquer lugar do país e até do mundo. Come essa facilidade de exposição, há maior exposição da marca e consequentemente, aumento das vendas;
    • Acompanhamento de resultados: com uma plataforma de e-commerce, é possível acompanhar e analisar dados para entender se o negócio está tendo os resultados esperados. Com isso, é possível realizar as mudanças necessárias e aperfeiçoar o que estiver dando certo.

    Esse foi o nosso artigo sobre vantagens e benefícios do e-commerce. Esperamos que tenha sido útil para você.

    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • SEO para e-commerce: como funciona?

    Por isabela  |  14/09/2021  |  Comente »

    O comércio eletrônico, ou e-commerce, é um modelo de negócio que já é adotado pelas mais diversas empresas do mercado, uma vez que o e-commerce é ideal tanto para uma empresa fabricante de caixa de papelão, quanto para uma multinacional automotiva.

    Neste tipo de negócio, toda a transação de compra é feita pelo cliente de forma on-line, acessando o site da loja na web onde deseja comprar. 

    O e-commerce traz diversos benefícios para qualquer negócio, mas para que possa cumprir o seu papel e atrair o público-alvo de uma marca, é essencial colocar em prática algumas estratégias de SEO.

    Neste texto, iremos falar sobre o que é o SEO voltado para o e-commerce e como ele funciona. Acompanhe.

    O que é SEO para e-commerce?

    A sigla SEO significa Search Engine Optimization, traduzindo, Otimização para Mecanismos de Busca que abrange técnicas de otimização de sites, blogs e páginas na web em geral para que essas páginas fiquem bem posicionadas no site buscador como o Google.

    Quando se trata de SEO para e-commerce, as otimizações também tem como objetivo melhorar o posicionamento da loja no Google de forma orgânica para gerar mais tráfego e consequentemente, aumentar as vendas e divulgação da marca.

    Uma empresa de batedeira industrial, por exemplo, pode aplicar as estratégias de SEO em sua loja virtual e ter um aumento significativo nas visitas, ainda que não seja uma marca conhecida, basta aplicar as estratégias de forma adequada.

    Entre as vantagens do SEO para e-commerce podemos citar:

    • Atração de mais visitantes para a página;
    • Diminuição nos custos de anúncios patrocinados;
    • Otimização na experiência do usuário;
    • Ganho de autoridade e visibilidade para a marca;
    • Aumento nas vendas e faturamento da loja.

    Veja como funciona o SEO para e-commerce

    Quando é realizada uma pesquisa no buscador (Google), ele precisa garantir que apareça para o usuário os melhores conteúdos relacionados ao assunto pesquisado. Para isso, o buscador faz um trabalho minucioso.

    Para que o buscador apresente os melhores resultados, ele considera diversos fatores e padrões. Veja algumas dicas para que a sua loja se enquadre nesses fatores e padrões e fique bem ranqueada no Google.

    • Pesquisa de palavra-chave: a palavra-chave é a base do SEO. Portanto, é importante fazer uma pesquisa de palavras-chave para utilizá-las em seu site, utilizando as mais buscadas que tenham relação com o seu produto ou serviço;
    • Arquitetura do site: a arquitetura do site é um fato essencial para o bom posicionamento nas buscas. Uma empresa de bisnaga de plástico, por exemplo, deve estruturar seu site de modo que a experiência do usuário seja otimizada. É importante fazer uma pesquisa para organizar as categorias e subcategorias dentro do site;
    • Título das páginas: o meta-title ou meta-título da página deve ter a palavra-chave escolhida inserida. Esse título é importante, pois o Google precisa entender do que se trata a sua página;
    • Meta descrição: o meta-description, ou meta-descrição, é descrição que vem logo abaixo do título da página nos resultados do Google e deve ser atrativo para o cliente, tem em geral, até 140 caracteres;
    • Heading tags: são compostas por títulos e subtítulos e funcionam como códigos para identificá-los na estrutura do conteúdo;
    • Otimização das imagens: as imagens do site são essenciais para o bom ranqueamento no Google. A otimização dessas imagens devem considerar o nome original do arquivo e termo principal;
    • Descrição dos produtos: a descrição dos produtos deve ter a palavra-chave com um texto original e atrativo.

    E esse foi o nosso artigo sobre como funciona o SEO para e-commerce. Esperamos que tenha sido útil para você. 
    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • O que é um calendário editorial e sua importância

    Por isabela  |  10/09/2021  |  Comente »

    Para conseguir ter sucesso e organização em suas publicações, é preciso ter um bom calendário editorial. Esse documento é uma ferramenta muito importante para toda a equipe, uma vez que ele ajuda a planejar exatamente o que será publicado.

    Uma empresa que deseja se manter ativa no mercado precisa saber lidar com uma série de mídias, como:

    • Jornais e TV;
    • Redes Sociais;
    • Sites e blogs;
    • Rádios e podcasts.

    Para conseguir dar conta de todo esse processo, é importante que você possa identificar a hora de publicar em cada plataforma, garantindo assim uma visibilidade maior para sua empresa e um alcance mais adequado.

    Por isso, muitas pessoas acabam procurando um apoio no calendário editorial, garantindo que a empresa seguirá um plano estrategicamente calculado para alcançar resultados mais assertivos para sua companhia de assessoria contábil para empresas.

    Por que usar um calendário editorial?

    Muitas pessoas ainda têm dúvidas quanto a utilização dessa ferramenta, em grande parte por não compreenderem os benefícios que podem ser conquistados com a aplicação de um calendário para suas publicações.

    Entretanto, é preciso ter em mente que cada empresa é única, e estes benefícios podem variar de companhia para companhia. Utilize estas referências como um norte para você conseguir estruturar melhor suas possibilidades.

    Além disso, é importante ter em mente que você deve adaptar o calendário editorial a sua realidade, conseguindo assim uma estrutura mais qualificada e própria para conseguir o atendimento desejado da parte de sua companhia.

    Organização de tempo

    O tempo é um recurso muito valioso para qualquer empresa. Isso tanto para a programação e planejamento de publicações quanto na produção do material, que deve ser pensado pela equipe e ter tempo de ajustes.

    Quando você consegue organizar sua estrutura com um calendário, saberá quais são as publicações que precisam ser feitas, dessa forma acelerando o processo de produção e tendo muito mais material de qualidade sobre auditoria independente para trabalhar e aprimorar antes de levar ao público em si.

    Mais estratégia

    Com o calendário editorial, você consegue estruturar melhor sua estratégia de ação, principalmente através de análise e avaliação do mercado a sua volta. Entender seu público-alvo é um ponto importante para criar material, além de compreender suas rotinas.

    Assim, você saberá os melhores dias e horários para publicar e conseguir um engajamento maior de seu público, tendo certeza de que as publicações estão conseguindo acessar pessoas de diversos nichos, como de software restaurantes ou de cosméticos.

    Você pode até mesmo estruturar suas campanhas com a ideia de viralização em mente. Neste caso, um conteúdo tido como viral acaba se espalhando além de seu controle, quanto mais as pessoas compartilharem uma publicação.

    Avaliação de resultados

    Outro ponto importante para o calendário editorial é a possibilidade de avaliar seus resultados com mais clareza.

    Dessa forma, é possível identificar os pontos mais importantes e aqueles que precisam ser repensados, trabalhando de maneira efetiva para aproveitar seus recursos. 

    Existem diversas aplicações e ferramentas para você avaliar o desempenho de uma publicação.

    Isso ajuda a determinar se há a necessidade de modificar alguma ação, os pontos fortes e fracos de sua campanha de displays personalizados e como o engajamento está de fato sendo realizado.

    Multimídias

    Uma grande vantagem de trabalhar com um calendário editorial é o fato de você produzir com mais antecedência seu material. Isso significa que você terá uma série de novos recursos que pode trabalhar.

    Normalmente, criar conteúdo multimídia demanda um tempo maior que se especializar em apenas um formato. Então se você deseja ter conteúdo em texto, áudio e vídeo, ter um calendário editorial pode ajudar muito a identificar como fazer estas ações.

    Além disso, você pode identificar os formatos que mais se alinham ao seu público, conseguindo ter uma estrutura mais adequada para criar seu material de divulgação.

    Otimização de palavras-chave

    Quando você consegue definir de antemão quais assuntos serão abordados em uma estrutura, organizando melhor quais palavras-chave serão utilizadas, garantindo assim uma precisão muito maior para resultados que está buscando com sua empresa.

    Dessa maneira, você também diminui a repetição de assuntos e garante que apenas o conteúdo mais interessante para o público será divulgado.

    Considerações finais

    Ter um calendário editorial pode ser uma importante ferramenta para que sua empresa consiga se estruturar de maneira adequada e assim se torne uma potência no nicho em que atua.

    Portanto, é importante saber lidar com esse tipo de situação para ter uma conversão muito maior de clientes e garantir a liderança no mercado.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

  • Aprenda a encantar clientes através do atendimento

    Por isabela  |  23/08/2021  |  1 comentário »

    O cliente é um dos principais pilares de uma companhia, seja ela uma fabricante de bisnaga de plástico ou uma loja de produtos esportivos. Por isso, é fundamental ter um atendimento padronizado para qualquer tipo de cliente.

    Portanto, para que uma empresa alcance o sucesso desejado no mercado, é indispensável investir em estratégias voltadas para o encantamento do cliente.

    E quando falamos em encantar o cliente, estamos falando sobre toda a sua jornada de compra, desde o primeiro contato com a empresa até o pós venda.

    Neste texto, iremos apresentar algumas técnicas importantes para encantar o cliente por meio do atendimento. Fique conosco e acompanhe.

    A importância de encantar o cliente

    Em um mercado cada vez mais competitivo, encantar o cliente é um dos diferenciais que podem fazer com que uma empresa se destaque e saia na frente da concorrência.

    O encantamento do cliente está relacionado à percepção que ele tem do produto ou serviço vendido por uma empresa.

    Uma empresa de amplificador de som, por exemplo, que consegue encantar o seu cliente, faz com que ele enxergue o produto e serviço com maior valor do que ele de fato tem. Isso porque, a empresa proporcionou uma experiência de compra e venda diferenciada, com eficiência e empatia, surpreendendo o cliente.

    De modo geral, o encantamento do cliente é fundamental para que uma empresa seja percebida positivamente no mercado.

    Encantando seu cliente no atendimento

    Agora que já vimos sobre a importância do encantamento do cliente durante o atendimento, vamos falar sobre algumas técnicas para garantir esse encantamento, veja.

    1. Conheça seu cliente: antes de tudo é imprescindível conhecer o seu público para prestar o melhor atendimento. É importante entender suas necessidades, preocupações e o que ele está buscando no mercado;
    2. Mostre empatia e produtividade: a empatia e produtividade são fundamentais para encantar o cliente. Para isso, é importante ouvir o cliente e colocar-se de fato no seu lugar para demonstrar que entendeu sua necessidade e está disposto a ajudá-lo;
    3. Preocupe-se com o sucesso do cliente: uma empresa que comercializa luva de vaqueta, por exemplo, deve ter como preocupação se o cliente que adquiriu o produto teve o resultado esperado, ou seja, se de fato o produto solucionou sua necessidade;
    4. Atenção aos feedbacks: os feedbacks são importantes para entender se a sua empresa está levando ao cliente o que ele precisa e ajuda a criar soluções com maior eficiência.

    Portanto, esteja sempre presente nos canais de comunicação e considere tudo o que o cliente disser sobre a experiência que teve com a sua empresa;

    1. Invista em estratégias para melhorar a experiência do cliente: a experiência do cliente diz respeito a qualquer interação que ele tenha com a empresa. Portanto, é importante investir em estratégias eficientes para tornar essa interação a melhor possível.

    Há diversas ferramentas atualmente que permitem a criação de estratégias eficientes de atendimento, opte por aquelas que melhor atendam as necessidades de sua empresa.

    Esse foi o nosso artigo sobre como encantar o cliente por meio do atendimento. Esperamos que tenha sido útil para você.

    Não deixe de acompanhar as próximas postagens, até lá.
    Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

  • A importância de uma boa equipe de comunicação para uma empresa

    Por isabela  |  19/08/2021  |  Comente »

    Trabalhar a comunicação de sua empresa é um passo importante para você conseguir conquistar seus objetivos, principalmente porque este é um dos principais fatores de conversão para seus clientes.

    Comunicar-se é uma necessidade, e a maioria das empresas precisa aprender a lidar com isso da melhor forma possível, estabelecendo uma voz e uma linguagem para conseguir ter mais clareza em suas ações, por exemplo, dentro de uma fábrica de toldos.

    É comum que se encontre profissionais que amam falar sobre seu emprego, as qualidades de suas equipes e o quanto ele está satisfeito no ambiente de trabalho, principalmente para pessoas de fora.

    Esse tipo de profissional trabalha em uma empresa que entende a necessidade e a importância de ter uma comunicação de qualidade, apresentando resultados muito mais satisfatórios no diálogo.

    Comunicação empresarial: saiba mais sobre o tema

    Antes de abordar mais sobre o tema do título, é importante dizer que a comunicação de uma empresa tem diversas fontes, como:

    • Clientes;
    • Público interno;
    • Fornecedores e parceiros;
    • Outros comunicadores.

    Nenhuma empresa consegue existir sem comunicação. Este é um dos elementos mais fundamentais para que sua companhia não só sobreviva em um mercado de, por exemplo, etiquetas para pneus cada vez mais competitivo, mas consiga extrapolar seus limites.

    Uma empresa que consegue se comunicar com diferentes públicos acaba conquistando mais espaço no mercado, tornando-se uma liderança e conseguindo um posicionamento mais adequado do que se espera.

    Entretanto, para conseguir atingir esses resultados, ainda é preciso trabalhar com qualidade no tipo de interação que sua equipe decidiu utilizar, podendo ter diversas abordagens para conseguir atingir resultados expressivos.

    Esse trabalho é diário, e deve ser constante. Para que seus colaboradores entendam os processos que estão sendo realizados, é preciso diálogo. A mesma coisa vale para seus clientes, que estão interessados em suas ações com motoboys em São Paulo, por exemplo.

    Até mesmo as empresas parceiras acabam sendo uma parte importante desse processo, ou seja, a comunicação deve ser trabalhada com qualidade para conseguir uma estrutura mais assertiva em todos os pontos.

    Comunicação clara = resultados alcançados

    O primeiro ponto que você precisa ter em mente é que a comunicação precisa ser clara. É preciso que todas as partes compreendam com qualidade os detalhes desse tipo de comunicação, para conseguir atingir os resultados esperados.

    Muitas vezes nossa fala acaba agindo como um processo de incomunicação. Isso significa que, apesar de estamos falando, a mensagem não é passada com clareza, e abre margem para interpretações diversas, que nem sempre estão de acordo com a mensagem original.

    Isso significa que algo que é de qualidade para você, pode não ser o mesmo item que para outras pessoas, por isso é muito importante que você saiba como falar e lidar com esse tipo de situação.

    Dessa maneira, você consegue se fazer entender de maneira mais efetiva, seja durante a divulgação de produtos da sua empresa de catraca para academia ou, até mesmo, em uma conversa mais casual.

    Falhas de comunicação costumam gerar uma série de complicações, desde o atraso em prazos até a necessidade de retrabalho, caso parte do processo seja feita de maneira incorreta por conta da comunicação que apresentou problemas.

    Por isso, ter uma boa comunicação se torna uma das principais necessidades de qualquer empresa que deseja prosperar e se tornar mais relevante no mercado, conseguindo um espaço muito maior para apresentar suas possibilidades.

    Entenda a importância da comunicação interna

    Boa parte do trabalho de uma equipe de comunicação lida com esse tipo de interação. A comunicação interna é um passo fundamental para que a empresa consiga funcionar corretamente, aumentando assim, consideravelmente, a produtividade.

    Inclusive, existe uma série de ferramentas que têm como principal objetivo compreender os colaboradores e se comunicar com eles, para que todos estejam cientes das ações da empresa, bem como sua missão, valores e visão.

    Além disso, o planejamento estratégico da empresa deve ser comunicado com assertividade, para que todos os colaboradores saibam qual caminho seguir para trabalhar com mais efetividade com, por exemplo, a manutenção relógio de ponto.

    Para compor essa equipe, diversos profissionais altamente qualificados são escolhidos, sempre com base em seus conhecimentos, sejam eles práticos ou acadêmicos.

    Embora à primeira vista os profissionais de jornalismo sejam preferência, existem outras áreas que também oferecem excelentes comunicadores, como a publicidade, relações públicas e outras frentes em que a comunicação é um dos focos da graduação.

    Além disso, a experiência no setor é sempre levada em consideração. Ter uma estrutura teórica é muito importante, mas sem a prática as coisas podem se tornar mais difíceis na hora de efetivamente colocar em funcionamento a empresa.

    Por isso, optar por profissionais que possuam algum nível de experiência nesse tipo de setor é fundamental para conseguir os resultados mais satisfatórios para você, montando assim um time de comunicadores muito mais adequado para suas ações.

    Chegou o momento de aplicar a comunicação

    A comunicação de uma empresa deve ser aplicada constantemente, pautada em cima de seus valores e da missão. Dessa forma, o foco é na qualidade do trabalho, o que faz os colaboradores de, por exemplo, uma empresa de estandes para feiras, se sentirem orgulhosos.

    Quando você mostra para cada um sua importância dentro da empresa, consegue fazer um bom trabalho de comunicação, conquistando um espaço muito maior e conseguindo trabalhar estes elementos com mais assertividade.

    Enquanto isso, estes profissionais estão trabalhando ativamente para conseguirem se comunicar com seus clientes, gerando uma experiência mais satisfatória para eles. Inclusive, a maioria dos consumidores de hoje é muito mais exigente do que antes.

    Isso significa que eles querem dialogar e compreender melhor cada etapa da jornada de compras, conseguindo ter uma estrutura melhor para tomar a decisão final e efetivamente converter a venda de, por exemplo, um uniforme para restaurante.

    Sua equipe de comunicação deve estar de prontidão, sempre identificando o momento certo de interagir e conseguir transformar a experiência em algo mais satisfatório, garantindo assim não só a venda, mas também a fidelização de seus clientes.

    Esse tipo de ação acaba sendo muito importante para você conseguir resultados adequados para sua empresa, conseguindo se tornar uma marca melhor posicionada no mercado, e em alguns casos, até mesmo uma liderança.

    Comunicando-se de maneira eficiente

    Agora que você compreende a importância de ter uma boa equipe de comunicação em sua empresa, e porque você deve trabalhar com qualidade para conseguir bons resultados, é o momento de compreender como usar a comunicação de forma mais adequada.

    Vale lembrar, entretanto, que cada empresa é única, e que você deve pensar em formas de trabalhar sua própria marca com estas informações, criando assim uma forma única e exclusiva de se comunicar.

    Dessa maneira, você acaba aproveitando melhor os recursos disponíveis em sua empresa, conseguindo conquistar uma estrutura mais qualificada para seu dia a dia e conseguindo converter resultados mais interessantes para sua empresa a longo prazo.

    Transmitindo a mensagem

    A forma como a mensagem é recebida é muito importante. Você precisa ter clareza para conseguir passar a mensagem sem nenhum tipo de obstáculo ou lombada, que acabará tornando mais difícil o processo de entendimento.

    Uma equipe de comunicação deve estar preparada para saber como e quando lidar com esse tipo de situação, sobretudo quando está lidando com clientes da empresa de, por exemplo, carimbo datador manual.

    Toda e qualquer mudança que sua equipe fizer na mensagem pode alterar seu entendimento, por isso é importante tentar deixar o mais claro e sucinto possível para evitar dores de cabeça eventuais com esse tipo de situação.

    Conheça o receptor da mensagem

    Saber trabalhar com sua mensagem é um processo muito importante. A equipe de comunicação lida com diversos elementos, desde a comunicação interna até o cliente final.

    Ou seja, é preciso saber como lidar com cada um deles para conseguir conquistar resultados mais expressivos. Dessa maneira, você saberá como e quando se comunicar com cada cliente em específico.

    Quando você entende o perfil do receptor da mensagem, é muito mais fácil lidar com a forma de diálogo e como você transmitirá aquilo que está pensando para ele. Por isso, é importante que sua equipe trace perfis para conseguir identificar estes elementos.

    Faça uma autoavaliação

    Antes de transmitir a mensagem, é importante que sua equipe de comunicação faça uma autoavaliação e identifique se a mensagem está de acordo com o que eles querem apresentar. Dessa forma, você consegue ter mais assertividade na hora da comunicação.

    Saber seu objetivo deve ser o foco da equipe. Por isso, trabalhar com a experimentação é uma excelente maneira de evitar problemas no futuro, quando as coisas começarem a acontecer de maneira mais efetiva.

    Considerações finais

    Uma boa equipe de comunicação é fundamental para qualquer empresa que deseja se tornar competitiva no mercado. Esse tipo de ação é um passo básico para você conseguir conquistar mais espaço e ter um diálogo mais assertivo.

    Por isso, é muito importante entender a importância da comunicação e de seus detalhes para conseguir trabalhar com mais qualidade em sua empresa, conquistando uma estrutura muito mais adaptável para seu negócio.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.