• Como o foco em um produto de qualidade pode ser determinante para o sucesso

    Por Mais Empresas  |  31/05/2017  |  Comente »

    Dentro das categorias de lojas online – os conhecidos e-commerces – existem infinitos tipos de produtos que um cliente pode comprar. E é claro, pode-se vender um milhão de opções, porém, talvez a resposta pela qualidade seja justamente ter foco em somente um tipo de produto. É o que muitas lojas estão fazendo. Provavelmente sua empresa já tem um nicho de mercado, e dentro desse nicho, existe uma gama de produtos que você pode vender. Na hora de fazer a escolha de quais e quantos produtos você vai efetivamente ter disponíveis em sua loja virtual, lembre-se: menos é mais.

    Um exemplo são os e-commerces voltados para beleza, moda e cuidados com o corpo. Cada vez mais aslojas se especializam em uma só coisa: botas de couro, maquiagem de uma só marca, cintas modeladoras, tinturas para o cabelo. Cada loja chama atenção por, ao ter foco em um tipo de produto, garantir preços melhores e mais qualidade de atendimento.

    Nessa constante, quem vai empreender precisa estar atento a algumas dicas. Comprar somente um ou dois produtos visando uma falsa sensação de variedade pode ser prejudicial. Não faz sentido você gastar tempo e energia fazendo anúncio, descrição, foto, vídeo, de um produto que vai ter uma vida curta na sua loja, pois ele tem apenas uma unidade. Você gastará o mesmo tempo com um produto que vende 20 unidades e outro que vende apenas uma. Invista em produtos que você pode comprar maiores quantidades, isso já pode lhe garantir descontos com fornecedores.

    Depois, promova este produto para garantir sucesso de vendas e uma “marca” na internet. Tenha foco e angarie mais vendas e mais sucesso. Qualidade é superior a quantidade, lembre-se bem disso.

     

  • Como a mudança no direito previdenciário atinge a economia do país

    Por Mais Empresas  |  25/05/2017  |  Comente »

    A reforma previdenciária anunciada pelo Governo Federal está sendo muito debatida recentemente. A proposta é alvo de uma grande revolta da população e várias críticas vindas de advogados e economistas da área.

    O Congresso Nacional discute acerca do Projeto de Emenda Constitucional, objetivando uma reforma na Previdência. Ainda nada foi aprovado, portanto as mudanças somente virão se a PEC obtiver aprovação. O governo tenta promover alterações na Previdência Social, justificando a necessidade da reforma num suposto déficit nas contas da previdência, que será bom para a economia do país uma vez que o Governo arrecadará mais para a previdência, diminuindo a necessidade de repasses de valores que poderiam ser investidos em outras áreas.

    O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o déficit do INSS chegará a mais de R$181,2 bilhões neste ano, mas muitos economistas e especialistas da área questionam esses dados financeiros e acreditam que a Previdência Social não é deficitária. O Governo atual passou a ter uma visão extremamente financeira e não social o que resultou na apresentação desta PEC.

    Algumas mudanças foram apresentadas, como a definição de uma o idade mínima para a aposentadoria: 65 anos, tanto no caso de homens quanto de mulheres, e elevar o tempo mínimo de contribuição de 15 anos para 25 anos. Para receber o benefício integral, é preciso atingir a fórmula 85 anos para as mulheres e 95 para os homens, que é a soma da idade com o tempo de contribuição.

    Outra mudança é a sobre a pensão por morte, que passa a ser baseado em sistema de cotas, com previsão de valor inicial diferenciado conforme o número de dependentes do trabalhador. O INSS pagará 100% do benefício apenas aos pensionistas que tiveram cinco filhos. Além disso, o valor do benefício fica desvinculado ao salário mínimo.  A duração da pensão por morte será mantida.

    De acordo com o professor de Direito Previdenciário da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Franco De Carli, essa mudança no momento é negativa para o País, pois a classe trabalhadora seria atingida de forma muito brusca, com critérios extremamente rigorosos para a concessão de benefícios previdenciários. “A alteração da idade mínima para a aposentadoria é extremamente rigorosa. Se for aprovada a PEC como está, muitos brasileiros não conseguirão o benefício, pois em alguns estados a expectativa de vida é inferior a 65 anos”, explica De Carli.

    Referente à economia do país, o professor esclarece alguns pontos. “Ocorre que, por detrás desta reforma existe uma pressão internacional de investidores, de bancos e até mesmo uma jogada política em aplicar a verba pública em áreas que dão uma maior visibilidade eleitoreira do que a aplicação do dinheiro na Previdência.  Não saberia dizer de que forma que a economia do país poderia ser atingida pela reforma, porém acredito que atrairia investidores externos a aprovação da reforma” pontua.

    A PEC da reforma da Previdência está em discussão desde 2016, e até o momento a votação ainda não foi realizada. Desde o envio do texto original pelo governo ao Congresso, o presidente Michel Temer anunciou uma alteração referente aos trabalhadores atingidos, excluindo servidores estaduais e municipais. Dessa forma, apenas do setor privado irão ser atingidos pela reforma.

  • Um e-commerce de sucesso não precisa vender vários tipos de produtos

    Por Mais Empresas  |  24/05/2017  |  Comente »


    Ter um negócio requer muito planejamento e foco e para ter um e-commerce a escolha dos produtos a serem vendidos é uma etapa fundamental para que o empreendimento tenha sucesso e conquiste cada vez mais clientes.

    Para fazer uma boa escolha sobre o produto a ser vendido basta pesquisar sobre a segmentação do mercado, e isso não quer dizer necessariamente vender tudo o que tem mais procura. Às vezes o mais importante é focar em apenas um produto para ter sucesso nas vendas.

    Um produto bem escolhido para ser o carro-chefe  da empresa é essencial para quem está começando. A renda conta muito nessa situação, e começar pequeno não é ruim, por isso é mais seguro ter um foco e trabalhar em cima dele.

    A vantagem de trabalhar assim é ter o poder de negociar melhores preços com o fornecedor, já que irá comprar em uma quantidade maior um determinado produto, ou até mesmo para fabricar. Além disso, poderá trabalhar com mais tranquilidade no cadastro e informações do produto.

    Para que um produto seja vendido bem em uma loja virtual, ele precisa cumprir um checklist composto de diversos detalhes, o que atrai ainda mais consumidores interessados para o site, e não tenham dúvidas na hora de fechar sua compra. Cadastrar um produto corretamente, colocar boas fotos, uma descrição rica em informações, além de dicas ou vídeos, são importantes para que se destaque da concorrência.

    Outro ponto positivo em se trabalhar com apenas um produto é a maior facilidade quando o assunto é armazenamento. Quando as opções são maiores os cuidados e organização devem ser redobrados e cada minuto é muito importante para poder gerir um empreendimento e fazê-lo crescer.

    Um exemplo de e-commerce focado em um só produto é o Corpo Belo Modeladores, que focou as vendas em cintas modeladoras e tem um amplo nicho de consumidores, que usam as cintas para fins estéticos ou até mesmo pós-operatório, por exemplo.

     

  • O que significa ser corretor?

    Por Mais Empresas  |  23/05/2017  |  Comente »

    Primeiramente, ser corretor de imóveis é ser vendedor de sonhos. Uma das mais complicadas profissões, pois atua em um ramo de mercado em que o cliente é atraído por diversos interesses, reais ou lúdicos. O corretor, além de ter ótima aparência diante de seu cliente, precisa entendê-lo. E para isso nada melhor que um “com-tato”. Isso fará o corretor entender o verdadeiro motivo (sonho) pelo qual aquela pessoa (ou família) está buscando imóveis. Como já disse anteriormente, ser corretor não é fácil.

    Vender imóveis é uma das missões mais complexas desse mundo de vendas. Pelo menos uma vez no mês vamos ao açougue decididos em comprar a carne que desejamos, já, para comprar um imóvel, temos que ir uma, duas, três, diversas vezes. Não saímos de casa com a convicção “vou comprar um apartamento agora”. Ou seja, ser corretor é ser paciente, é ser convincente, pois precisa mostrar para o pretendente que ao comprar aquele imóvel, ele estará tomando a decisão certa para a realização de seu sonho. É complicado.

    Por outro lado, ser corretor de imóveis é ter a possibilidade de construir uma carreira sólida, mas para isso é preciso um investimento pessoal. E por que não agregar conhecimento nas áreas de mercado financeiro, jurídica, marketing, tecnologia, economia, decoração de interiores, entre outras áreas que se encaixem nessa área? Todo conhecimento técnico é válido e agrega muito na hora de mostrar para seu futuro cliente que você possui o sonho dele. Um corretor de destaque é aquele profissional que possui conhecimento em gestão de pessoas, que entende o mercado, que possui visão de negócios. Esse “cara” pode colher os frutos futuramente se tornando coordenador e se aperfeiçoando podendo até chegar na gerência de uma equipe.

    Ser corretor de imóveis é ter contato com diversos tipos de pessoas, possuir uma grande rede de relacionamento, passar confiança, conquistar a satisfação do cliente. Ser corretor é vender para uma pessoa, depois vender para alguém que chegou através daquela pessoa, depois vender para outra que chegou através daquelas. Ser corretor é se auto realizar com a realização do sonho de seu cliente, é ter histórias para contar! Se o corretor tiver tudo isso, ele está no lugar certo, dificilmente desistirá da profissão.

    Ser corretor é trabalhoso, é preciso dedicação, é saber que estar preparado é um estado, não é algo certo para sempre, por isso um corretor está sempre em reciclagem de aprendizado. E lembre-se: não é somente um CRECI que te torna corretor, é você mesmo que se faz corretor! Antes de entregar os sonhos dos outros, compre o seu!

     

    Texto por Henrique da Cruz Coltri

     

  • Saiba como ter uma noite de sono tranquila mesmo sendo empresário

    Por Mais Empresas  |  24/04/2017  |  Comente »

    Em 2015, o Instituto do Sono apontou em sua pesquisa que 63% dos brasileiros tem algum problema relacionado ao sono, como insônia, ronco e apneia, que interferem no descanso e prejudicam o bem-estar físico e cognitivo. E no caso dos empresários, esses distúrbios são mais frequentes, pois existe uma preocupação extra com as obrigações, problemas do dia a dia, e as longas viagens à negócio.

    Não acredite quando dizem que “quem é bem sucedido dorme pouco”. Problemas com o sono são muitas vezes negligenciados, causando danos para a vida dos empreendedores. Uma boa noite de sono é possível, mesmo que a agitação da rotina não permita que o corpo “desligue”.

    Pessoas que dormem mal, ou que não dormem, são consequentemente mais irritadas, mal humoradas e até mais agressivas. Então é importante deixar a rotina agitada de lado por um momento e conseguir uma boa noite de sono, mesmo depois de um dia corrido. E comprar CPAP’S é uma alternativa para auxiliar no tratamento para o sono.

    Existem também outros meios para que melhore o descanso da noite, como desenvolver um regime de sono. Defina um horário para dormir e deixe de lado qualquer outra coisa que possa ocupar sua noite, a hora de dormir deve ser respeitada. Planeje também a hora de acordar, pois esses dois horários são igualmente importantes para balancear o descanso.

    Entenda a sua rotina

    Algumas coisas podem atrapalhar o sono facilmente. Por isso elimine distrações e repouse em um ambiente calmo. Procure desligar aparelhos eletrônicos, isso tira muito a atenção, mas se a TV ligada te ajuda a pegar no sono, use isso ao seu favor. E não deixe tarefas inacabadas.  Planeje seu dia para que tudo seja terminado ou bem encaminhado, assim ficará mais tranquilo para relaxar.

    A mente é nossa amiga, mas também nossa principal inimiga. E ela é o motivo das noites mal dormidas. Por isso é preciso acalmar o corpo e a mente antes de dormir, seja lendo um livro, tomar um banho quente antes de deitar, meditar ou até fazer alongamentos para relaxar os músculos, sem movimentos pesados que possam atrapalhar no processo de sono.

    E se mesmo assim a mente ainda estiver ativa, permita que ela relaxe. Pare de pensar nas preocupações e afazeres do dia seguinte. Isso pode ser feito com exercícios de repetição mental, como contar ou mesmo se concentrar na respiração e expiração dos pulmões. Mantenha a mente preocupada com qualquer outra coisa que não seja os problemas.

  • O curso de administração pode te ajudar a criar seu próprio negócio

    Por Mais Empresas  |  22/03/2017  |  Comente »

    Pensando em ser seu próprio chefe? O Curso Técnico do SENAC em Administração oferece conhecimentos para administrar pessoas e negócios.

    O profissional que fizer esse curso poderá realizar atividades de administração relacionadas operação de logística, gestão de materiais e patrimônio de marketing, vendas e finanças e poderá trabalhar em organizações públicas e privadas em diversos segmentos como comércio, serviços, consultoria, ensino e pesquisa. Conhecimento o suficiente para abrir o seu negócio e expandi-lo de diversas formas.

    O curso oferecido pelo SENAC tem como objetivo formar profissionais com foco em resultados, que possam integrar pessoas para trabalharem juntas em resoluções de problemas.

    A instituição oferece o curso em módulo EAD e presencial e seu programa de ensino envolve:

    Programa:

    Módulo I

    • Auxiliar na elaboração, implementação e acompanhamento do planejamento estratégico das organizações
    • Elaborar, organizar e controlar documentos da organização
    • Auxiliar na estruturação e operacionalização de projetos
    • Auxiliar a execução dos procedimentos de recrutamento, seleção e integração de pessoas
    • Apoiar e executar ações pertinentes a desenvolvimento de pessoas, retenção, avaliação de desempenho e elaboração de planos de cargos e salários
    • Atuar na organização e execução de ações relacionadas à qualidade de vida, saúde e segurança nos ambientes de trabalho
    • Projeto Integrador – Assistente de Recursos Humanos

    Módulo II

    • Apoiar e executar ações referentes às rotinas de admissão e demissão de colaboradores
    • Auxiliar na elaboração da folha de pagamento
    • Auxiliar a execução das ações pertinentes aos processos de gestão de materiais e patrimônio em organizações
    • Auxiliar a execução de atividades relacionadas às operações logísticas em organizações
    • Projeto Integrador – Assistente de Logística

    Módulo III

    • Auxiliar a execução das ações pertinentes aos processos financeiros em organizações
    • Auxiliar as operações pertinentes às atividades da controladoria nas organizações
    • Projeto Integrador – Assistente Financeiro

    Módulo IV

    • Auxiliar no planejamento, o desenvolvimento e na aplicação do composto de marketing das organizações
    • Executar atividades de apoio administrativo em processos comerciais
    • Apoiar a operacionalização de ações de comércio exterior
    • Auxiliar o planejamento e a execução de melhorias dos processos organizacionais
    • Projeto Integrador – Assistente de Marketing e Vendas

    O curso tem duração de 18 meses e como o SENAC é uma instituição conhecida nacionalmente você terá um bom encaminhamento para o mercado de trabalho.

     

  • Entenda a importância de cadastrar sua empresa nos diretórios na internet

    Por Mais Empresas  |  20/03/2017  |  Comente »

    Para quem não tem conhecimento, os diretórios são websites com um catálogo onde estão listados vários sites classificados por temas. Existem muitos benefícios para as empresas estar em um diretório, principalmente para terem maior alcance dentro das páginas de pesquisa, como o Google.

    Existem vários tipos de diretórios na web que diferenciam seus campos por âmbito de utilização. Como para sites, empresas, locais, setoriais ou de artigos e são muito utilizados para melhorar o alcance de resultados nas pesquisas feitas na internet.

    Os diretórios de empresas são muito semelhantes com os de websites, mas a diferença é que por serem destinados exclusivamente às empresas, não é necessário ter um site para se cadastrar, só precisa ter os dados específicos do negócio, como o número do contribuinte, telefones, informações sobre a atividade e outros.

    Normalmente o registro e a inclusão do site ou da própria empresa no diretório obedece a determinados critérios e criação para o perfil, que contenha informações necessárias para constar nas listas de forma apropriada. E antes de tudo é preciso preparar previamente o processo, para tudo ocorrer de forma rápida.

    Existem três tipos de diretórios para que possa ser feito o cadastro

    Os diretórios de inscrição gratuita caracterizam-se pelo processo de registro e inclusão sem taxas. A troca de links é opcional neste caso, ou seja, não necessita ter um link no site para ser incluído, normalmente é necessário cumprir os critérios de inclusão e esperar ser aprovado pelo gestor.

    Nos diretórios de inscrição paga o cadastro dependente de pagamento para a permanência na lista, que é feito periodicamente, além de ter a opção de destacar o site ou a empresa nas buscas da internet. E por fim os diretórios de links recíprocos, que neste tipo a inscrição é gratuita, mas precisa ter uma troca, ou seja, o site só é incluso se no registro indicar um link recíproco que tem que estar previamente na página. Por isso além de criar um site para o seu negócio, cadastrá-lo nos diretórios é uma ferramenta para ganhar destaque na internet. 

  • A região do Pantanal é uma ótima opção para quem quer investir em um empreendimento

    Por Mais Empresas  |  17/03/2017  |  Comente »

    Começar um negócio próprio é o sonho de muito brasileiro, afinal, essa prática pode significar a independência financeira e a chance de ser bem sucedido é maior. É recomendado escolher um nicho que pretende trabalhar e entender como funciona o ramo de atuação, e um dos lugares mais benéficos é o Pantanal.

    Na região do Pantanal é possível investir no setor de turismo, pois o local é um dos grandes atrativos internacionais de visitação, pela sua extensa variedade de fauna e flora. O ramo do turismo não para, sempre tem um público que não dispensa viagens, seja rotineira ou de vez em quando. Por isso, investir em hotelaria é uma boa. Hotéis, resorts, estâncias e pousadas no Pantanal atraem pessoas. 

    No setor de turismo brasileiros, ainda existem alguns setores poucos explorados que podem ser grandes oportunidades para pequenos empreendedores. Para quem está começando, uma dica é oferecer tours em pontos turísticos alternativos. Para sediar essa área é necessário ter um ponto físico, transporte e investir na divulgação do negócio.

    A área do comércio também é uma opção para quem deseja vender produtos temáticos, como acessórios, roupas, lembranças para que o turista possa presentear os amigos ou comprar algo para si. Invista em produtos diferentes, algo estilizado e que saia do convencional vendido no mercado.

    Meio ambiente está entre os melhores novos negócios

    O meio ambiente vem sendo pauta para centenas de campanhas educativas sobre sua preservação, e isso faz com que novos negócios promissores surjam. A população está cada vez mais empenhada em adquirir consciência e entre as possibilidades de se trabalhar com essa questão no Pantanal é a coleta de resíduos, transformação de objetos recicláveis em novos produtos como criação de camisetas e acessórios personalizados.

    E a economia criativa atrai cada vez mais empreendedores na área do turismo. Trata-se de serviços como restaurantes de comidas regionais, artesanato e venda de bebidas tipicas, esses são alguns exemplos que podem ser explorados. Este modelo de empreendimento não requer alto custo de investimento e é ideal para quem mora em regiões com grande fluxo de turistas, como o Pantanal.

  • A tecnologia a favor do setor imobiliário

    Por Mais Empresas  |  01/03/2017  |  Comente »

    A tecnologia chegou para todos e a internet também, inclusive no setor imobiliário. Quem tem casa para vender em Campo Grande/MS, ou mesmo deseja disponibilizar para locação um imóvel, comprar ou alugar, na maioria das vezes usa o mundo virtual como aliado e começa a busca olhando pela internet. É claro que ver placas e sair buscando ainda dá muito resultado para empresas do setor, porém cada vez mais a ferramenta online se fortifica na hora de fechar um bom negócio. São quase 96 milhões de brasileiros conectados, não poderia ser diferente.

    O setor imobiliário talvez tenha sido um dos primeiros a entender a importância da internet, uma vez que há algum tempo utiliza dessa ferramenta na hora de ajudar os clientes a realizar o sonho da própria moradia. O cliente ansioso consegue ver o que uma casa tem, se aquilo lhe atende tanto no valor quanto nas características, apenas com um clique. Mais praticidade que isso, não foi inventado ainda.

    As imobiliárias usam várias ferramentas online para disponibilizarem seus negócios. A primeira delas é o site próprio, que funciona tanto como cartão de visitas da empresa como pode juntar oportunidades e clientes. O site deve conter além da história da empresa, os imóveis que estão disponíveis ou já fizeram parte do rol da empresa. Os clientes devem poder navegar com facilidade e de forma dinâmica e entram em contato diretamente com a imobiliária.

    Outra forma utilizada é hospedar anúncios em sites especializados, como tantos que existem. Esses sites cobram uma taxa para anunciar aquele imóvel, porém, por já terem uma base de dados de clientes cadastrados e número de visitas já consolidado, pode ser mais interessante com mais alcance do que um site recém-iniciado. A terceira forma é usar os aplicativos para celular, que também garantem boas vendas e negócios.

  • Comece sua startup com a ajuda de profissionais capacitados

    Por Mais Empresas  |  26/12/2016  |  Comente »

    O termo startup está em uso no Brasil e trata de pessoas trabalhando em conjunto com uma ideia inovadora que pode trazer um grande lucro. Além disso, startup sempre foi sinônimo de iniciar uma empresa e colocá-la em funcionamento, só que de uma forma diferente. E por possuir características próprias, os empreendedores desses negócios podem encontrar dificuldades de orientação em relação ao mercado e posicionamento.

    Por esse motivo é importante planejar e adquirir conhecimento antes de tudo e um bom profissional em contabilidade pode ajudar nesse suporte cymbalta for pain. Entre outras atividades, é ele que vai ajudar a identificar o melhor regime tributário para as atividades que sua empresa for exercer. Ele também pode cooperar com os cuidados em relação à parte de gestão, dar dicas de planejamento tributário, emissão de notas, pagamentos, etc.

    E antes de abrir uma startup é preciso conhecer o mercado e ter certeza que sua empresa atende a um problema real, não adianta, por exemplo, comprar uma franquia do exterior que não tem demanda no Brasil, por isso é aconselhável apresentar um bom projeto a outras empresas e ficar atento aos feedbacks.

    Saiba ouvir opiniões e absorver o que lhe interessa

    Ouça a opinião de pessoas experientes no ramo do empreendedorismo, saiba filtrar as críticas e colocá-las em prática. E antes de realmente abrir as portas do novo empreendimento, faça pequenos testes, veja o que o mercado precisa para inovar e vai colocando aos poucos seu produto ou ideia na rua.

    Se optar por ter sócios, faça uma boa escolha, pois é complicado colocar um projeto em pratica sozinho, é como dizem duas cabeças pensam melhor que uma. Procure alguém de confiança e que seja o contrário de você, mas que tenha os mesmos objetivos. Normalmente se você é mais agressivo precisa de alguém mais calmo, e é assim que a empresa fluirá melhor.

    Busque informação, participe de palestras, workshops, cursos profissionalizantes, conheça pessoas, compreenda melhor o mercado e assim renove as ideias para automaticamente inovar no negócio. O empreendimento só dá certo com muita força de vontade, uma boa ideia, e bons investidores, por isso não desista.